Tudo sobre EVP: Entenda o que uma proposta de valor pode fazer pela sua empresa

Tempo de leitura: 6 minutos

Está sem tempo para ler? Experimente ouvir a narração deste artigo. Aperte o play!

O EVP tem se tornado cada vez mais importante para o sucesso das empresas no mercado atual. Não se trata apenas de um score ou um detalhe, mas sim de um conjunto de práticas que pode trazer uma série de benefícios, não apenas para a gestão de pessoas, como também para o negócio como um todo.

Se você ainda não tem uma proposta de valor definida na sua empresa para os colaboradores, precisa ler este artigo até final. Aqui, explicaremos o que é o EVP, quais são os seus pilares e a relação dele com as diferentes práticas do RH. Além disso, falaremos sobre os benefícios de se ter um EVP e como desenvolvê-lo. Acompanhe!

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

O que é EVP?

EVP (Employee Value Proposition) é a proposta de valor que uma empresa estabelece para seus colaboradores. Ela se baseia na oferta de benefícios tangíveis e intangíveis, que ajudam a atrair os profissionais mais qualificados do mercado e, ao mesmo tempo, reter os melhores talentos da empresa.

Mas é importante destacar que os resultados obtidos por meio do EVP não vêm da proposta, e sim de sua aplicação no dia a dia. Por isso, antes de se comprometer a entregar qualquer coisa aos colaboradores, é fundamental verificar se realmente é possível realizar todas as promessas feitas para não acabar gerando um efeito avesso.

Quais são os cinco pilares do EVP?

Um bom EVP deve ser sustentado por cinco pilares, como veremos a seguir.

Recompensas

As recompensas são as retribuições diretas que os colaboradores recebem por seu trabalho. Os principais exemplos são o salário, as bonificações e o pacote de benefícios, mas pode haver outros, conforme cada caso. Elas representam o mínimo esperado pelas pessoas como troca por seus serviços e devem estar de acordo com o que é praticado por outras empresas no mercado.

Oportunidades

As oportunidades estão relacionadas à carreira e ao desenvolvimento dos colaboradores. Nesse sentido, cada pessoa tem seus objetivos em relação ao que deseja se tornar em médio e longo prazo. Mesmo que essas definições ainda estejam em construção, uma empresa que contribui com a evolução desses profissionais oferece mais vantagens em relação às demais e isso é um importante diferencial na proposta de valor.

Pessoas

O pilar de pessoas diz respeito aos relacionamentos estabelecidos no ambiente organizacional. Nesse contexto, os conflitos entre os colaboradores, envolvendo ou não uma questão de subordinação, são graves e podem culminar na perda de excelentes profissionais. Assim, a preocupação com o bem-estar coletivo na empresa ajuda na retenção de talentos e também na melhoria da produtividade e inovação.

Trabalho

O pilar de trabalho está ligado ao que o colaborador deve, efetivamente, realizar em seu dia a dia. Aqui, a empresa precisa deixar muito bem explicado o que ela espera da pessoa que vai ocupar o cargo oferecido, para que ambas as partes se mantenham alinhadas e não haja desgastes.

Organização

Na parte de organização estão as questões relacionadas aos valores da empresa e o quanto eles estão alinhados com os dos colaboradores. Logo, é muito importante que o determinado como preceito pela organização seja, de fato, como ela se posiciona perante ao mercado em suas ações cotidianas. 

Banner-Employer_Branding

Qual é a relação do EVP com a gestão de pessoas?

A proposta de valor que uma empresa tem para com seus colaboradores tem tudo a ver com a gestão de pessoas. Afinal, todos os pilares devem ser mantidos pelo time de RH em conjunto com os gestores e a alta direção do negócio. Agora, veja algumas relações diretas entre as práticas de gestão de pessoas e o EVP.

EVP e employer branding

O employer branding é a marca que uma empresa constrói no mercado quando é uma boa empregadora. Uma das bases dessa prática é justamente o EVP, onde são expostos os benefícios tangíveis e intangíveis de fazer parte do quadro de colaboradores. 

EVP e atração de talentos

Com a ajuda de técnicas aplicadas no employer branding, o EVP transforma a empresa em um lugar mais atraente para os melhores profissionais do mercado. Com isso, a atração de talentos se torna mais eficiente, encontrando as pessoas mais adequadas para cada uma das vagas que são disponibilizadas.

EVP e retenção de talentos

Um EVP bem elaborado e aplicado faz com que as pessoas não tenham motivos para deixar a organização. Pelo contrário, ele proporciona um ambiente bastante favorável para o colaborador, onde ele se sente satisfeito e vê oportunidades de evolução constante, tanto da sua carreira quanto dos seus ganhos financeiros.

EVP e gestão comportamental

Cada pessoa tem características específicas que estão relacionadas à forma como reagem a determinadas situações. Logo, conhecer o perfil comportamental de cada um é a forma de elaborar um EVP mais preciso, que considere as particularidades dos colaboradores e que permita gerenciar os talentos de forma ainda mais eficiente.

Quais são os principais benefícios do EVP?

O EVP é capaz de proporcionar diversos benefícios, tanto para os colaboradores quanto para a empresa em si. Entre os principais, podemos destacar:

  • redução de índices, como turnover e absenteísmo;
  • aumento na produtividade e inovação do negócio;
  • redução de custos;
  • aumento na lucratividade;
  • melhoria na imagem da empresa perante o mercado

O desenvolvimento de um EVP é um processo longo e que deve ser realizado de maneira contínua. Devemos lembrar que o mercado muda o tempo todo e a empresa deve se adaptar a essas mudanças, inclusive no que diz respeitos às suas propostas frente a seus colaboradores. 

Mas para construir um EVP do zero, é importante considerar alguns aspectos, tais como a disponibilidade orçamentária da empresa e o perfil dos colaboradores. Esses elementos são cruciais para a identificação dos valores a serem oferecidos para que a iniciativa obtenha melhores resultados.

Agora que você já conhece o EVP e o quanto ele é importante em uma empresa, o próximo passo é se organizar para implementá-lo. Nesse momento, nada melhor do que buscar mais conhecimento em gestão de pessoas para ajudar nesse processo. Então, que tal fazer um curso online e 100% gratuito? Comece agora mesmo o curso de Gestão Comportamental na Prática, da Universidade Sólides!

0 0 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments