Tecnologia humanizada e gestão de pessoas: entenda a relação

Tempo de leitura: 4 minutos

A humanização na gestão de pessoas é um desafio para sua empresa? Atualmente, existem duas frentes de pensamento no mercado: organizações que investem em tecnologia humanizada e empresas com receio de que a automação de processos possa desumanizar o setor. 

A grande preocupação das organizações que nutrem a ideia de desumanização é a possibilidade das máquinas tornarem os processos menos humanos. Por outro lado, transformação digital e humanização podem caminhar juntas por meio de um RH tecnológico que seja capaz de otimizar processos e tornar as decisões mais ágeis. Em outras palavras, a tecnologia humaniza a gestão de pessoas. Neste artigo, vamos comprovar essa afirmação. Confira!

Tecnologia e Humanização: o match que deu certo

Afinal, a tecnologia nos humaniza ou desumaniza? É possível que essa seja a questão filosófica do século nas organizações. Considerando que a inovação é democrática e as mesmas soluções tecnológicas estão disponíveis para todos, o fator que diferencia uma empresa da outra é o capital humano. 

A tecnologia ajuda a humanizar a gestão, a medida em que fornece dados importantes para a tomada de decisões. Como aliada do RH, a tecnologia abastece o setor com informações confiáveis sobre a trajetória profissional dos colaboradores e performance dos times. Isso permite realizar ações direcionadas e personalizadas, conforme o perfil comportamental de cada um. 

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Outra grande vantagem da tecnologia é a economia de tempo que ela proporciona, visto que por meio de atividades burocráticas automatizadas, sobra uma brecha para o setor se dedicar às pessoas. Sendo assim, o processo de humanização do RH permite fazer gestão de desempenho, avaliar a performance da equipe, identificar potencialidades e gaps de desenvolvimento individual. 

Portanto, a ideia de que a tecnologia desumaniza a gestão de pessoas já caiu por terra! Ao contrário, “a tecnologia humaniza a gestão porque garante mais tempo para as pessoas enquanto fornece dados precisos para tomar as decisões certas”, afirma Mônica Hauck, founder e CEO da Sólides Tecnologia. 

Ferramentas tecnológicas que ajudam a humanizar a gestão

Sabemos que a preocupação de muitos gestores ainda é sobre a adoção de ferramentas tecnológicas e a digitalização de processos. Essas lideranças têm receio de perder o lado humano do RH, principalmente nas relações. 

Contudo, tecnologia e humanização podem andar lado a lado. Isso porque a tecnologia vem para resolver o grande desafio das empresas de otimizar processos manuais que consomem tempo e energia dos profissionais. 

Sendo assim, contar com plataformas que automatizam atividades rotineiras e burocráticas libera mais tempo na agenda do RH para que ele foque no que realmente importa: as pessoas. A seguir, você vai conferir duas ferramentas tecnológicas indispensáveis para a tornar sua gestão mais humanizada

People Analytics

A tecnologia aplicada ao RH permite o uso de metodologias e softwares capazes de coletar e analisar informações de cada colaborador. Um exemplo é o People Analytics. Trata-se de um método que não só levanta dados, mas sugere caminhos de análise das informações, apoiando o setor de recursos humanos. 

Com essas informações, a gestão de pessoas consegue monitorar a trajetória dos profissionais, o desempenho e os resultados atingidos. A grande vantagem de utilizar o People Analytics é a possibilidade de validar decisões futuras.

Além disso, a gestão de benefícios também se beneficia da coleta de dados. As informações sobre estado civil, quantidade e faixa etária dos filhos ajudam a gestão de pessoas a definir planos de saúde ou odontológicos mais atrativos para o colaborador. Por meio dessas informações, o RH consegue promover mais qualidade de vida para os profissionais, comprovando que a tecnologia humaniza a gestão de pessoas

Mapeamento de Perfil Comportamental

Outra ferramenta tecnológica capaz de humanizar as ações do RH é o mapeamento do perfil comportamental. Para isso, utilizamos o Profiler, uma plataforma que ajuda a visualizar o perfil dos profissionais, criando relatórios que explicitam reações e comportamentos diante dos desafios cotidianos. 

O Profiler identifica quatro perfis comportamentais: executor, planejador, comunicador e analista. A ferramenta orienta a gestão de pessoas e o próprio colaborador. Trata-se de uma forma de autoconhecimento, permitindo antecipar o desenvolvimento de habilidades.

Além disso, o mapeamento comportamental ajuda as empresas a realizarem contratações mais adequadas. Por meio do cruzamento de dados oferecidos, o RH consegue identificar se há compatibilidade do candidato com a vaga, resultando em um match perfeito e ajudando a colocar a pessoa certa no lugar certo.

banner para baixar o ebook sobre perfil comportamental-tecnologia humanizada

Após entender a importância das ferramentas tecnológicas para o processo de humanização nas empresas, não faz sentido alimentar qualquer receio sobre o assunto. Está comprovado que a tecnologia contribui para humanizar a gestão de pessoas. 

Agora que você já sabe qual é a relação entre tecnologia humanizada e gestão de pessoas, que tal aprofundar seus conhecimentos com o nosso ebook sobre os impactos da gestão comportamental na empresa?

5 2 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments