Profissional T-shaped: o que é e como se tornar um

Tempo de leitura: 10 minutos

Destacar-se no mercado profissional e deixar o seu perfil realmente atrativo para as empresas tem se tornado um desafio cada vez maior. Assim, aqueles profissionais que estão sempre se aperfeiçoando e que contam com um perfil t-shaped são os mais procurados. 

Mas afinal, você sabe o que é o perfil t-shaped e como pode desenvolvê-lo para aumentar suas chances de empregabilidade?

Neste conteúdo, falaremos um pouco mais sobre o assunto e tudo o que você precisa saber para desenvolver as habilidades necessárias e se tornar um t-shaped. Confira! 

O que é um profissional t-shaped?

O conceito de profissional t-shaped se popularizou na década de 90, na Califórnia, com Tim Brown, CEO de uma empresa de design.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

O termo vem da palavra shaped, que traduzida para o português significa forma, modelo ou estrutura. 

Já a letra T remete ao formato usado para explicar o conjunto de competências que esse profissional precisa desenvolver. 

O risco horizontal representa o conhecimento geral sobre diferentes assuntos, como economia, mercado e política, que não estão diretamente ligados a atividades específicas do trabalho. 

Já o traçado vertical refere-se ao conhecimento específico e aprofundado sobre a área em que o profissional atua no mundo corporativo. 

Dessa forma, podemos dizer que o profissional t-shaped é aquele que apresenta um mix de competências, tendo como base tanto os conhecimentos generalistas, quanto especializados. 

Por que as empresas valorizam profissionais t-shaped?

A procura por profissionais t-shaped só cresce. Isso porque, o mercado valoriza colaboradores que têm profundos conhecimentos técnicos sobre suas áreas de atuação, mas que conseguem se comunicar além delas, com outros tipos de profissionais de diferentes campos.

Assim, o profissional t-shaped é valorizado justamente pela sua capacidade de análise generalista e por conseguir construir relacionamentos e pontes importantes que fortalecem as organizações. 

Ainda, como o profissional t-shaped lida com muitas pessoas e áreas com focos distintos, ele também tem uma maior facilidade para capacitar e orientar colegas de time, melhorando aspectos do trabalho em equipe e ajudando a fortalecer o capital humano e o clima organizacional

Quais as soft skills desse profissional?

Além dos conhecimentos técnicos da sua área, o profissional t-shaped também precisa desenvolver competências comportamentais, as chamadas soft skills

Como você já deve imaginar, esse tipo de habilidade não se aprende em universidades, mas pode ser desenvolvido no dia a dia e até mesmo em treinamentos de equipe. 

Alguns exemplos de soft skills importantes para profissionais t-shaped são:

  • capacidade de liderança: esse tipo de profissional tem potencial para se tornar um líder no futuro. Por isso, é importante que ele tenha essa soft skill presente e esteja disposto a abraçar responsabilidades e criar relacionamentos;
  • empatia: o profissional também deve trabalhar sua escuta ativa, buscando sempre melhorar os relacionamentos interpessoais e a colaboração;
  • inteligência emocional: saber administrar os próprios sentimentos e conhecer seus pontos fortes e fracos é outra habilidade importante para profissionais t-shaped, isso auxilia na mediação de conflitos e no fortalecimento da resiliência;
  • pensamento analítico: ele deve estar sempre em uma busca contínua de conhecimento, que o ajudará a desenvolver um senso crítico, um pensamento analítico e uma visão generalista, do todo;
  • capacidade de comunicação: é importante que o colaborador consiga se comunicar bem, tanto com pessoas do seu time quanto com profissionais de diferentes áreas de atuação;
  • relacionamento interpessoal: outra soft skill necessária nesse tipo de profissional é a facilidade para trabalhar em equipe, de forma colaborativa;
  • flexibilidade: por fim, esse profissional deve ter facilidade de adaptação, buscar sempre quebrar comodismos e inovar em suas escolhas. 

Além das soft skills citadas, é importante que o profissional t-shaped  se autoavalie constantemente, para entender melhor seus objetivos e definir as áreas em que quer se especializar. 

Isso é importante para que o colaborador mantenha seus conhecimentos de especialista sempre atualizados, sem perder importância no mercado. 

banner para baixar ebook sobre Soft Skills: entenda definitivamente o que são e seus impactos-t-shaped

Quais os desafios para se tornar um profissional t-shaped?

O aumento da complexidade em ambientes de negócios está acontecendo em uma velocidade muito mais rápida. 

Por conta disso, a demanda por profissionais com um conjunto de competências abrangentes é cada vez maior. 

Para entender melhor esse cenário, basta pensar nos requisitos de uma vaga há dez anos. Naquela época, as habilidades exigidas eram bem menos complexas do que as que são valorizadas hoje. 

Dessa forma, um dos principais desafios dos profissionais é, justamente, se desenvolver em pouco tempo para conseguir suprir essa demanda e se encaixar nas exigências. 

Vale lembrar que as habilidades exigidas desse tipo de profissional, tanto no que diz respeito à visão generalista quanto à especialista, não se conquistam apenas com conhecimentos teóricos

É preciso, também, muita experiência prática, o que se adquire com o tempo. 

Além disso, as exigências e habilidades também mudam rapidamente, logo, o profissional precisa de um processo de aprendizado contínuo para não perder a relevância no mercado. 

A quebra de barreiras trazida com o home office é outro desafio, uma vez que não basta mais se destacar apenas em meio aos concorrentes locais. 

A competição por cargos, hoje, é global, sendo necessário que o candidato se mostre mais preparado do que profissionais do mundo todo. 

Como desenvolver o perfil t-shaped?

Como vimos, o colaborador com perfil t-shaped é aquele que entende o mercado de forma abrangente e consegue suprir uma demanda importante nas empresas. 

Mas como o profissional pode se desenvolver para alcançar esse perfil? 

A seguir, listamos algumas dicas que podem ser colocadas em prática. Acompanhe! 

Faça uma autoavaliação e entenda seus pontos fortes e fracos

O autoconhecimento é o primeiro passo para esse processo de desenvolvimento. Assim, é preciso que o profissional faça uma avaliação sincera sobre si mesmo e elenque seus pontos fortes e fracos

Entender no que você se destaca e quais habilidades não combinam com o seu perfil é a forma mais simples de compreender qual área de especialização seguir e quais habilidades precisam ser melhor desenvolvidas. 

Defina uma área de especialização

Depois de entender seus pontos fracos e fortes, é o momento de decidir em qual área você vai se especializar e para qual conseguirá dar uma maior contribuição. 

Definindo uma especialidade, será mais fácil mergulhar de cabeça na atividade e desenvolver tanto os conhecimentos teóricos quanto os práticos. 

Se escolher o que você quer ainda parece uma tarefa impossível, a dica é dar oportunidade para áreas variadas que despertem o seu interesse. 

Lembre-se que o profissional t-shaped tem também uma visão generalista. Dessa forma, conhecer diferentes ferramentas, tecnologias e campos de atuação, pode ser interessante até que você esteja preparado para assumir uma especialidade. 

Busque equilíbrio entre as hard e soft skills

Como citamos ao longo do conteúdo, as soft skills são as habilidades relacionadas com questões sociocomportamentais, por exemplo, autoconfiança, senso crítico, facilidade de comunicação, entre outras. 

Já as hard skills são competências técnicas, que podem ser desenvolvidas por meio de capacitações, treinamentos ou cursos

Ambos os aspectos são relevantes para a formação de um profissional t-shaped, logo, é importante que você busque treinamentos e programas de desenvolvimento abrangentes para trazer equilíbrio entre os conhecimentos. 

Não se limite

Uma das principais características do perfil t-shaped é a abrangência do profissional. Por isso, não se limite apenas ao que você já conhece e às atividades que exerce

É importante estar sempre atualizado em novas tecnologias, áreas e especialidades, sem limitar o foco. 

Assim, ao surgirem novos interesses, não tenha receio de buscar cursos específicos e treinamentos para aumentar seus conhecimentos. 

Com o conhecimento que você já tem sobre a área que atua, somado a novas especialidades, será muito mais fácil dialogar com ambas as áreas e manter um networking com profissionais de diferentes campos de atuação. 

Dedique-se à execução

Além dos conhecimentos teóricos, como já citamos, você também precisa de muita experiência prática.

Assim, vale a pena se dedicar a projetos pessoais ou mesmo trabalho voluntário para ter a experiência real de colocar a mão na massa, independentemente de qual área ou especialidade você deseja seguir. 

Esteja disposto a não parar de aprender

Os profissionais t-shaped não se acomodam com o tempo, eles estão sempre buscando novas tendências e inovações para aprender e incorporar em seu dia a dia de trabalho. 

Dessa forma, o aprendizado não deve ser encarado como um projeto a curto prazo, e sim como uma meta contínua.

Além de continuar aprendendo, é importante que você esteja disposto a se desafiar em suas próprias ideias e convicções, explorando diferentes perspectivas sobre um mesmo tema. 

Veja também:

5 dicas para você crescer na carreira profissional de RH

Conheça e use a tecnologia a seu favor

Vale destacar que, conhecer e dominar a tecnologia é fundamental para quem quer se destacar no mercado.

Afinal, sem a ajuda dessas ferramentas, o profissional acaba perdendo muito tempo com atividades manuais, operacionais e não focando no que realmente importa: o pensamento estratégico, o relacionamento e o desenvolvimento do capital humano.

No setor de RH não é diferente. A tecnologia está presente para facilitar e otimizar as rotinas e os processos.

A transformação digital é uma demanda imposta pelo mercado e o RH está inserido nessa realidade. Você, profissional de recursos humanos, conte com a Sólides para te dar mais segurança e suporte nessa jornada!

A Sólides tem a mais completa plataforma de RH do Brasil, reunindo tudo que o setor precisa em um só lugar: da atração e desenvolvimento, até a retenção dos melhores talentos do mercado. 

Uma empresa que acredita na força do capital humano aliado à tecnologia da inteligência de dados para transformar empresas por meio das pessoas.

Conclusão

Com um mercado profissional cada dia mais competitivo, cresce a procura por colaboradores com conhecimentos amplos e completos, que tenham capacidades específicas e generalistas para atender a todas as demandas da organização. 

Nesse sentido, os profissionais com perfil t-shaped são os que mais se destacam em meio a concorrência. 

No entanto, para desenvolver esse perfil, é preciso trabalho e estudo constante, sempre atualizando conhecimentos e habilidades. 

E você, acredita que tem tudo o que precisa para ser atrativo no mercado? Para ajudar você a conquistar as melhores oportunidades e novas posições na carreira, a Sólides preparou um curso 100% gratuito sobre empregabilidade

Acesse o artigo e descubra tudo sobre o programa de capacitação!

banner para clicar e acessar o artigo sobre o curso de empregabilidade da Sólides para se tornar um profissional t-shaped

5 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments