Search e hunting no processo seletivo: qual a diferença?

Tempo de leitura: 2 minutos

Você já ouviu falar em Search e Hunting no processo seletivo? É muito provável que esses dois termos estejam presentes na vida de qualquer gestão ou departamento de RH. Embora similares, “search” e “hunting” são táticas diferentes para processos de seleção e normalmente são aplicadas em contextos mais específicos.

Vamos explicar para você qual é a diferença entre esses dois termos e ajudar você a entender qual é o mais adequado para o seu contexto!

A definição de search e hunting

Se você procurar no dicionário o significado de cada uma dessas palavras, ambas vindo do inglês, é possível que já consiga entender um pouco sobre a tal diferença que estamos buscando explicar aqui.

Basicamente, quando traduzida para o português, a palavra search significa “buscar”.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Enquanto isso, quando traduzimos o termo hunting, damos de cara com um significado parecido mas ainda sim diferente. Hunting em português significa “caçar” e por isso expressa, de certa forma, maior agressividade.

Para você, qual é a diferença entre procurar e caçar candidatos em um processo seletivo?

A diferença entre search e hunting no processo seletivo

Buscar e caçar. Essas são as duas palavras que caracterizam os processos seletivos que temos por aí. Dependendo da realidade da sua empresa, um recrutamento através da busca é suficiente, mas hoje em dia isso não é mais tão comum.

Para acompanhar a velocidade com que as coisas estão acontecendo no mercado moderno, as empresas estão sendo obrigadas a aplicar táticas mais agressivas de recrutamento para estar sempre a um passo à frente da concorrência. Por esse motivo o termo hunting surgiu e tem ganhado tanta força.

Encontrar candidatos altamente qualificados hoje em dia não é uma tarefa fácil. Para evitar custos extras com rotatividade e aumentar a qualidade da produção dentro dos negócios, as organizações estão literalmente caçando esses candidatos.

Hunting em um processo seletivo significa deixar de lado o recrutamento passivo, onde os candidatos encontram as vagas, e partir para algo mais dinâmico. Significa caçar os talentos, entrar em contato, fazer propostas, mesmo se eles já estiverem empregados ou trabalhando em outros projetos.

Esse tipo de processo seletivo consiste em, basicamente, correr atrás do candidato ideal para você. É óbvio que nem sempre ele estará disponível, porém, a chance de se encontrar os talentos certos para um negócio aumenta consideravelmente quando colocamos a mão na massa e vamos buscar esses candidatos de forma mais agressiva.

Agora que você entendeu a diferença entre search e hunting em um processo seletivo, aproveita sua visita e veja como aumentar a eficiência dessa seleção utilizando o people analytics!


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of