RH e TI: como integrar esses dois setores?

Tempo de leitura: 4 minutos

Não é mais novidade que o departamento de RH tem mudado a sua maneira de atuação. Isso não significa que o operacional ficou totalmente de lado, porém, sabemos que a necessidade de um RH estratégico no mercado vem falando mais alto. Por esse motivo, os profissionais desse departamento têm aderido ao uso de softwares destinados tanto às tarefas mais operacionais (ponto, folha de pagamento, cálculo de férias, etc.) como também à gestão de pessoas e suas métricas.

Mesmo sabendo que essa adesão à tecnologia é extremamente benéfica para o setor, é preciso reconhecer que tudo isso ainda é um desafio. Essa é a primeira vez que esse departamento tem necessidade de contato direto com ferramentas ainda mais modernas como, por exemplo, os softwares de gestão comportamental.

Onde o setor de TI entra nessa história?

O relacionamento entre o setor de TI e de RH começa exatamente como uma consequência de todo esse cenário. Como já mencionamos, existem certas preocupações do RH que podem contar com a ajuda do setor de TI de alguma forma.

Para que essa integração aconteça, primeiramente é extremamente necessário que os gestores de RH e de TI tenham um relacionamento próximo e uma comunicação aberta. Isso porque para que essa integração funcione o contato tem que ser recorrente.

O primeiro passo a ser tomado tanto pelos dois gestores, quanto pelo resto do time de ambos os setores, é identificar quais os pontos específicos do dia-a-dia do RH podem ser beneficiados com os conhecimentos do TI.

Selecionamos três meios de integração entre esses setores, dá uma olhada!

Escolha dos softwares a serem usados pelo departamento

O momento da escolha de um software de RH requer atenção. Diferentes softwares podem coletar os mesmos dados, porém, organizá-los de maneiras distintas gerando diversos tipos de estratégias. Além disso também existe a questão da usabilidade da ferramenta  que pode variar de acordo com cada software.

O uso de softwares capazes de armazenar dados a fim de construir estratégias requer alguns conhecimentos que, na maioria das vezes, o profissional de RH não possui.

Nesse sentido os profissionais de TI acabam se tornando personagens importantes dentro de um RH estratégico, suprindo as necessidades técnicas relacionadas à tecnologia e auxiliando na escolha e uso dos softwares.

No momento da escolha de um software de gestão de pessoas, por exemplo, o time de recursos humanos deve conversar com o TI da empresa para deixar claro o que de fato estão buscando com esse tipo de software. Só assim esses profissionais poderão identificar o que mais se encaixa às necessidades diárias do setor e aos planejamentos internos da empresa.

Escolha de softwares a serem usados pelos colaboradores da empresa

Em muitos casos, a tecnologia pode ser o principal agente no aumento da produtividade dos colaboradores ou retenção de talentos. Isso acontece porque o uso de aplicativos e ferramentas modernas em geral, estão tomando conta da rotina do colaborador e criando uma nova maneira de se trabalhar.

Seja para comunicação interna, armazenamento de dados ou simplesmente para ouvir uma música durante o dia no escritório, todos esses aplicativos precisam ser de qualidade e estar sempre em pleno funcionamento para garantir que a produtividade do colaborador não seja afetada.

Além disso, é importante lembrar que a entrada dos millennials no mercado de trabalho também exige mudanças relacionadas à tecnologia. Essa geração busca trabalhos modernos e processos automatizados. Isso significa que o departamento de RH em conjunto com o TI devem estar atentos às ferramentas utilizadas internamente e garantir a qualidade do uso se a retenção de talentos for uma prioridade.

Proteção de dados

Sabemos que o departamento de RH é responsável por armazenar diversas informações sobre todos os funcionários de uma empresa. Se esse departamento for estratégico, é muito provável que essas informações não estejam em papéis, mas sim em softwares específicos na nuvem.

A última coisa que um gestor quer é que essas informações caiam nas mãos erradas, não é mesmo? Pensando nisso, o departamento de TI se torna responsável por auxiliar o RH na proteção dessas informações, de forma que só pessoas autorizadas tenham acesso, mesmo se houver qualquer problema no sistema.

O setor de TI não é o único que deve fazer parte das estratégias dos recursos humanos. Muitos outros setores podem beneficiar o RH e também se beneficiar através dele. Se você quer aprender mais sobre como tornar o seu RH estratégico, leia o nosso eBook Planejamento estratégico: como alavancar o meu RH e não fique de fora!

resultados-cta-blog

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of