O que é recrutamento interno e por que você deve aplicá-lo em sua empresa?

Tempo de leitura: 4 minutos

Você já deve saber que os processos de recrutamento e seleção carregam uma responsabilidade enorme. Por isso, conhecer a melhor maneira de prepará-lo, o melhor momento, as fontes de busca de candidatos mais recomendadas e escolher as etapas de seleção que mais tem a ver com a sua empresa pode ser um desafio.

Existem formas diferentes de se recrutar que, dependendo de cada realidade, podem ser mais ou menos eficientes. O recrutamento interno é uma dessas possibilidades, e pode trazer resultados muito positivos para a sua empresa. Por isso, vamos te explicar tudo sobre esse tipo de processo no artigo de hoje!

O que é recrutamento interno?

Como o próprio nome já diz, recrutamento interno é um processo voltado para o público interno da empresa. De maneira geral, isso significa que as pessoas ideais para a vaga em aberto não estão por aí no mercado, mas sim dentro da própria organização.

Como você já pode imaginar, esse processo pode acontecer de formas diferentes e cada uma delas vai depender do que a gestão está buscando.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Uma opção é fazer a abertura de vaga formal, assim todos os atuais profissionais da empresa podem se candidatar. Além disso, também existem as promoções de colaboradores ou até mesmo recrutamentos informais.

Por que fazer o recrutamento interno?

Como já mencionamos, cada tipo de recrutamento pode ser eficiente para uma realidade organizacional diferente. Assim como os métodos tradicionais, o recrutamento interno tem diversas vantagens que podem ser essenciais dependendo da situação da sua empresa. Confira algumas delas!

Candidatos conhecidos e que conhecem a empresa

Um dos pontos mais positivos na hora de se recrutar internamente é o fato de já se conhecer o candidato, seu comportamento e a qualidade do trabalho que ele desenvolve. Esse conhecimento prévio com certeza vai ajudar você e o gestor da área, podendo até mesmo excluir algumas das etapas do processo.

Além disso, os candidatos que vêm da própria organização também já dominam alguns dos processos internos e têm conhecimento sobre o funcionamento do negócio.


Menor custo

Conhecer o candidato e ter um profissional que já possui um histórico com a empresa não é bom apenas para o setor que está contratando, mas também para a diminuição dos custos do RH. Isso acontece porque o colaborador que já conhece o negócio não precisa receber tanto treinamento quanto um profissional que vem de fora.

Ao mesmo tempo, o recrutamento interno também diminui gastos com questões burocráticas e com toda a papelada de contratação.

Continuidade nas operações

Quase sempre que um novo colaborador entra na empresa, alguns processos podem ser interrompidos no meio do caminho. Isso acontece pois esse novo profissional precisa de um certo tempo até conhecer e se acostumar com todos os processos internos.

Se a empresa fizer um recrutamento interno, essa situação pode ser completamente ou parcialmente evitada. O conhecimento prévio do colaborador em relação ao negócio tende a resultar em uma continuidade mais natural das operações.

Como a gestão comportamental pode contribuir para o recrutamento interno?

Uma das maneiras mais eficientes de se garantir a qualidade de um recrutamento interno é através da gestão comportamental. Esse tipo de gestão permite a identificação dos perfis comportamentais dos colaboradores, guiando você e o gestor na hora de escolher o colaborador certo e com as características necessárias para a vaga aberta.

Pense na seguinte situação: muitas vezes a ideia do recrutamento interno é promover determinado colaborador a uma posição de maior nível hierárquico, como uma coordenação ou gerência. Mas não são todos os colaboradores que têm as capacidades de liderança necessárias. Nesse sentido, usar a análise do perfil comportamental é fundamental para tomar uma decisão assertiva, garantindo a qualidade do recrutamento.

Mas não é só isso! Mesmo quando não se trata de uma mudança tão grande, o mapeamento de perfil comportamental é importante para você identificar se o candidato que está sendo considerado para ocupar determinada vaga vai se adaptar à nova posição e manter ou melhorar o seu nível de produtividade.

E como fazer isso? Existem ferramentas no mercado que fazem o mapeamento de perfil comportamental através de um questionário que leva apenas 7 minutos para ser preenchido! Você consegue fazer análises para comparar o perfil do colaborador com as competências necessárias para determinado cargo. Assim, o recrutamento interno traz resultados realmente positivos para a sua empresa!

Agora que você já sabe tudo sobre recrutamento interno, que tal aprender mais sobre como aumentar resultados através do perfil dos colaboradores? Baixe o nosso ebook e otimize sua gestão!


1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] Isso não quer dizer que toda ação do funcionário deva ser enaltecida ou recompensada, mas se surgiu uma vaga para gerente, por exemplo, e se a companhia conta com alguém que tem o perfil, é comprometido e demonstra bons resultados, por que buscar esse profissional fora e não dar uma oportunidade a quem já pertence ao time? […]