Como promover a qualidade de vida no trabalho em sua empresa?

Tempo de leitura: 5 minutos

Todo profissional de RH quer proporcionar para os colaboradores da empresa uma melhor qualidade de vida no trabalho, não é mesmo? Afinal, trabalhadores felizes e satisfeitos são mais produtivos e engajados. Isso é bom tanto para a equipe, quanto para a empresa de modo geral, pois a taxa de rotatividade cai e a qualidade das entregas fica cada vez maior.

Mas como você, profissional do setor de recursos humanos, pode promover a satisfação das pessoas que trabalham em sua empresa?  É só continuar a leitura deste artigo que nós vamos te ajudar!

Qualidade de vida no trabalho: como promover?

Primeiro, vamos falar sobre algumas boas práticas que você pode adotar em sua empresa para te ajudar a trabalhar o engajamento dos colaboradores. Esse é um passo muito importante para promover a qualidade de vida no trabalho, já que ela só é possível se a equipe vê um propósito no que está desenvolvendo e se sente valorizada em sua posição atual. Confira!

1 – Conheça o seu público

O primeiro passo para começar a engajar as equipes é conhecer o seu público. Afinal, você precisa saber o que significa qualidade de vida para cada colaborador se o seu objetivo é trabalhar esse ponto na empresa, não é mesmo? É hora de entender o que eles buscam, do que gostam, o que é certo ou não para cada profissional e o que acreditam ser essencial no ambiente de trabalho.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Não adianta nada desenvolver ações que não estão alinhadas com o que a equipe procura. Isso só vai gerar perda de tempo, falta de engajamento dos colaboradores e nenhum resultado positivo.

Conhecer os profissionais profundamente vai te ajudar a nortear por onde você deve começar, o que fazer e como desenvolver as ações. Para isso, você precisa conversar com os colaboradores e fazer o mapeamento de perfil comportamental das equipes.

Assim, é possível encontrar pontos importantes sobre as características de cada profissional, suas competências e a melhor forma de se comunicar com cada um deles.

2 – Desenvolva as lideranças

Contar com bons líderes em cada equipe é o segundo passo para conseguir promover a qualidade de vida no trabalho. Eles são a ligação mais próxima de cada colaborador com a empresa e, por isso, conseguem ter uma visão geral sobre as características de cada profissional, o que cada um procura e como está o engajamento com o trabalho desempenhado.

As lideranças organizacionais são ótimas aliadas para te ajudar a manter um ambiente de trabalho favorável para cada colaborador. Por isso, não deixe de criar estratégias para desenvolvê-las! Além de conhecer cada pessoa que forma a sua equipe, saber se comunicar da melhor forma e ajudar no aperfeiçoamento das entregas, um bom líder é fundamental para a manutenção de um clima saudável, motivador e satisfatório.

3 – Analise os indicadores de produtividade

Nós conseguimos medir o quanto os colaboradores estão empenhados no dia a dia de trabalho e no cargo que ocupam através dos indicadores de produtividade. Você pode deduzir, por exemplo, que um profissional não está feliz na empresa ou com o papel que desempenha na equipe quando os seus índices de produtividade não estão com bons resultados.

Investigar os motivos dos valores apresentados nos indicadores quando eles estão fora do normal é importante porque você pode ter importantes insights sobre a qualidade de vida no trabalho. Isso pode te ajudar a tomar decisões mais assertivas e a colocar em prática ações que geram efeitos positivos na equipe!

Gestão Comportamental: como ela te ajuda?

A Gestão Comportamental envolve todos os processos que citamos acima. Com ela você vai conseguir ser mais analítico e assertivo nos testes, análises e nas tomadas de decisões para cada colaborador e setor da empresa.

Através desse tipo de gestão, você não vai precisar desenvolver as ações se baseando apenas em aspectos subjetivos das equipes, investindo tempo e dinheiro mas não tendo certeza se elas realmente vão gerar resultados. É possível contar com dados que te orientarão durante todos os processos de gestão de pessoas!

Com um setor de Recursos Humanos eficiente em suas ações, preocupado com os colaboradores e focado em resultados positivos, o engajamento e satisfação dos profissionais com certeza aumentarão!

Tecnologia: por que aderir?

A Gestão Comportamental é uma estratégia que pode ser colocada em prática em empresas de pequeno, médio ou grande porte. Mas contar com a ajuda de um software para aplicá-la é fundamental para que o seu desenvolvimento seja eficiente, mais simples, produtivo e facilite a coleta e análise de dados.

E qual é o papel de uma ferramenta de RH nesse processo todo? Bom, com ela você vai conseguir aplicar testes de perfil comportamental de forma rápida, fácil e muito assertiva. Além disso, o sistema te ajuda a desenvolver avaliações de desempenho, processos de recrutamento e seleção eficientes e muito mais!

Dessa maneira, é possível mensurar os dados de maneira muito mais organizada e prática, otimizando seu tempo e aumentando sua produtividade. Você tem informações importantes e tempo para planejar ações que ajudarão a garantir a qualidade de vida no trabalho para os colaboradores!

Assim como os demais setores de uma empresa, quanto mais estruturado e baseado na análise de dados, maiores são as possibilidades do RH ser um departamento com a máxima eficiência, os melhores resultados e as ações mais eficientes.

Já está pronto para colocar todas as nossas dicas em prática e ter um RH cada vez mais preparado para promover a qualidade de vida no trabalho? Para ver mais conteúdos relacionados a RH, gestão, produtividade e liderança, é só curtir nosso Facebook e Linkedin!


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of