Promoção e Demissão: como tomar a decisão certa baseada na Avaliação de Desempenho

GARANTA SUA VAGA

Aqui você encontra:

Promoção e demissão são assuntos delicados nas empresas. Afinal, como saber quais são os colaboradores que merecem uma nova promoção na empresa? E como identificar aqueles talentos que não estão rendendo o suficiente?

Entender como anda a performance da equipe e dos profissionais individualmente é fundamental para embasar qualquer tomada de decisão dentro da empresa. Para isso, é possível contar com o apoio de uma ferramenta fantástica: a avaliação de desempenho.

Neste conteúdo, vamos explicar qual a importância dessa ferramenta no RH, quais os principais tipos de avaliação que podem ser utilizados, como implementar e por que apostar em ferramentas tecnológicas para garantir mais eficiência.

Qual é a importância da Avaliação de Desempenho?

A avaliação de desempenho é uma ferramenta utilizada pelo RH para avaliar colaboradores individualmente, mensurando resultados, performance, eficiência, produtividade e potencial. Essa solução orienta o RH na gestão de pessoas e auxilia em uma tomada de decisões estratégica e embasada.

Nesse sentido, a avaliação é feita considerando determinado período e ajuda a alinhar expectativas, traçar metas, elaborar planos de desenvolvimento de talentos e embasar decisões importantes, como promoções e demissões. Assim, ela é essencial para uma gestão coerente, contribuindo para a melhoria de resultados da organização.

Quais os objetivos da Avaliação de Desempenho?

A avaliação de desempenho é utilizada para mensurar a performance e identificar problemas e pontos de melhoria na atuação dos colaboradores e do time.

Assim, ela avalia resultados de acordo com as expectativas da empresa e ajuda a embasar decisões. Entre os principais objetivos do uso da ferramenta estão:

  • Prevenir a alta rotatividade (turnover);
  • Registrar o desempenho para embasar feedbacks, promoções e demissões;
  • Trazer mais agilidade e efetividade para a gestão;
  • Aumentar o engajamento do time;
  • Identificar pontos de melhoria para traçar planos de desenvolvimento estratégicos;
  • Identificar os pontos fortes de cada colaborador.

Como escolher o tipo de Avaliação de Desempenho?

Existem diversas metodologias de avaliação de desempenho que podem ser utilizadas dentro do RH. A escolha de qual usar vai depender das necessidades e possibilidades da empresa, além do tamanho do time. 

De toda forma, é importante que o profissional de RH conheça todos os métodos para entender quais se adaptam ao momento específico da organização e como as avaliações podem ser colocadas em prática. 

Independente do modelo escolhido, o ideal é manter uma periodicidade nas avaliações, criando um cronograma quinzenal ou mensal. 

A seguir, vamos explicar melhor cada um dos modelos, confira.

Autoavaliação

Como o nome sugere, a autoavaliação é quando a análise é feita pelo próprio colaborador. Nesse caso, a empresa é quem disponibiliza um questionário para ser respondido. As questões devem estar alinhadas com o propósito da avaliação e, após o preenchimento, gestor e colaborador devem conversar sobre as respostas obtidas.

Embora essa metodologia seja uma importante ferramenta de autoconhecimento, é importante ter em mente que, nem sempre o profissional tem uma visão realista sobre si e sobre seu trabalho. Por isso, o alinhamento precisa ser feito para, então, traçar em conjunto um plano de desenvolvimento individual focado nos pontos de melhoria.

One-on-one

Esse tipo de avaliação é feito entre o supervisor e o colaborador, normalmente em um momento calmo, sem pressão ou conflitos. O ideal é que o feedback seja aplicado regularmente, de forma semanal, quinzenal ou sempre que algum projeto for encerrado.

A avaliação one to one costuma acontecer em encontros rápidos, de 10 minutos a uma hora, e é interessante discutir o que vai bem e o que vai mal nas atividades, o que precisa melhorar e o que deve ser mantido. Além disso, vale alinhar expectativas e traçar metas para os próximos períodos. 

Confira exemplos de feedbacks para aplicar no dia a dia

Avaliação 90º, 180º e 360º

Esse modelo utiliza as percepções próprias e de terceiros para mensurar a performance dos profissionais de cada equipe. 

Assim, o gestor e a equipe de RH definem quais competências serão avaliadas e o preenchimento dos formulários é feito de acordo com o tipo de avaliação escolhida:

  • Avaliação 90°: a avaliação é feita pelo gestor ou líder direto;
  • Avaliação 180°: nesse modelo, tanto o colaborador quanto o gestor fazem a análise sobre o desempenho do profissional;
  • Avaliação 360°: a avaliação é feita pelo próprio colaborador, seu gestor, seus pares, subordinados e outros indivíduos que tenham contato com o avaliado, como clientes e fornecedores

Vale destacar que cada um dos modelos têm seus pontos positivos e negativos, além de um nível de comprometimento esperado. No caso da avaliação 90°, por exemplo, é preciso que o gestor aja com ética e imparcialidade.

Além dos resultados alcançados, outros fatores podem ser avaliados nesse tipo de metodologia, como criatividade, colaboração, capacidade de trabalhar em equipe, fit cultural, entre outros.

Avaliação por competências

Essa avaliação vai além da análise de resultados e avalia as competências do colaborador. Nesse modelo, são considerados três fatores básicos: conhecimento, habilidade e atitude.

Para a aplicação, é feito um questionário por competências técnicas e comportamentais e o profissional a ser avaliado deve respondê-lo. Assim, ele faz uma reflexão sobre quais habilidades já tem e quais acredita que precisa se desenvolver. 

Em seguida, o gestor direto apresenta seu ponto de vista por meio de um diálogo claro e transparente e, juntos, elaboram um planejamento estratégico para potencializar competências e desenvolver pontos de melhoria.

Avaliação comportamental

Por fim, a avaliação comportamental é um método moderno e bastante interessante que pode ser acoplado às avaliações de desempenho tradicionais. A metodologia utiliza um mapeamento de perfil para entender as principais tendências de comportamento de um colaborador. 

Os dados levantados nesse mapeamento são unidos às informações adquiridas na avaliação para, então, traçar estratégias realmente eficientes no desenvolvimento de talentos.

A gestão comportamental entende que os indivíduos são únicos, por isso mostram habilidades distintas e formas diferentes de reagir a determinadas situações. 

Conhecendo o perfil de cada colaborador e sua performance ao longo da carreira, é possível direcionar melhor as decisões, pensando em promoções ou realocações para colocar o profissional certo, no lugar certo. 

Como implementar a Avaliação de Desempenho?

Para iniciar a aplicação das avaliações de desempenho é preciso escolher o tipo de avaliação que mais faz sentido para seu modelo de negócio. Além disso, vale a pena apostar em algumas boas práticas, como veremos a seguir.

Defina metas e objetivos

O primeiro passo é entender as metas e objetivos da empresa para alinhar com o que é esperado dos colaboradores. Com base nisso, vale determinar graus de competência e

performance, para conseguir ranquear os colaboradores que se destacam e aqueles que estão abaixo das médias esperadas. 

Com metas bem estabelecidas, fica mais fácil mensurar a performance de cada colaborador e embasar a tomada de decisões no que diz respeito às demissões e possíveis promoções, tornando essas escolhas mais efetivas. 

Capacite as lideranças

Como vimos, os gestores e líderes são peças fundamentais para todos os tipos de avaliação. Por isso, é preciso que eles sejam treinados e estejam alinhados ao que a empresa espera. 

Além disso, os líderes têm de agir com imparcialidade, sem deixar que conflitos pessoais interfiram em sua avaliação. Ainda, devem ser empáticos, objetivos e claros no momento dos feedbacks, agindo de forma colaborativa e sempre focando em estratégias para desenvolver os talentos, sem que percam a motivação e o engajamento. 

Confira um material completo sobre desenvolvimento de lideranças

Aposte em uma ferramenta tecnológica

As ferramentas tecnológicas são excelentes aliadas para as avaliações de desempenho, automatizando e agilizando processos e fornecendo dados e relatórios apurados e completos. 

Esse tipo de ferramenta ajuda a empresa a entender como melhorar o desempenho dos colaboradores de forma rápida e estratégica, propiciando um acompanhamento do RH e a continuidade do desenvolvimento dos colaboradores.

Facilite a visualização com Matriz 9 Box

A Matriz 9 Box é outra ferramenta bastante utilizada e que pode tornar sua avaliação de desempenho mais eficiente. Essa solução considera a entrega dos colaboradores dentro de determinado período e também seu potencial de crescimento e desenvolvimento.

Como o nome sugere, o método classifica os colaboradores dentro de nove caixas, a partir de um gráfico formado pelo eixo x horizontal (desempenho) e eixo y vertical (potencial).

A ferramenta é bastante visual e permite que o RH visualize as equipes de forma macro e identifique aqueles profissionais que se destacam, tanto positiva, quanto negativamente.

Importância do uso das ferramentas certas na Avaliação de Desempenho

As avaliações de desempenho quando são feitas de forma manual, concentrando informações em várias planilhas e documentos, demandam mais tempo e não permitem que o RH se dedique a atividades estratégicas.

Por meio de ferramentas tecnológicas com dados integrados, é possível traçar uma linha do tempo de cada colaborador, entendendo sua evolução e identificando se o plano de desenvolvimento está surtindo efeitos ou se precisa ser adaptado.

Principais funcionalidades do Sólides Gestão

Como vimos, os gestores e líderes são peças fundamentais para todos os tipos de avaliação. Por isso, é preciso que eles sejam treinados e estejam alinhados ao que a empresa espera.

Além disso, os líderes têm de que agir com imparcialidade, sem deixar que conflitos pessoais interfiram em sua avaliação. Ainda, devem ser empáticos, objetivos e claros no momento dos feedbacks, agindo de forma colaborativa e sempre focando em estratégias para desenvolver os talentos, sem que eles percam a motivação e o engajamento

Profiler

O Profiler é a ferramenta de mapeamento comportamental da Sólides. Ele é baseado na metodologia DISC e mais 6 metodologias, permitindo classificar os colaboradores conforme seus perfis comportamentais.

Em apenas 5 minutos, é possível coletar mais de 50 informações relevantes sobre o comportamento e competências socioemocionais do colaborador, obtendo relatórios completos que podem ser cruzados com informações coletadas nas avaliações de desempenho.

People Analytics

O People Analytics é uma metodologia de coleta e análise de dados focada em pessoas. Ele auxilia o departamento de Recursos Humanos a compreender os colaboradores e antecipar tendências, para uma gestão mais estratégica. 

Esse tipo de ferramenta também pode ser utilizado para cruzar dados levantados nas avaliações de desempenho, buscando a relação entre diferentes fatores com o engajamento, performance e produtividade dos profissionais. 

Diferentes tipos de avaliação

O Sólides Gestão permite que você escolha o modelo de avaliação que mais faz sentido para sua empresa e para o profissional avaliado.

Nesse sentido, você tem a liberdade de escolher entre os modelos 90º, 180º, ou 360º.

Assim, é possível optar tanto por avaliações mais simples quanto pelas mais complexas.

Analisando colaboradores individualmente ou em grupo e realizando quantas avaliações forem necessárias,sem precisar adequar o plano contratado. 

Customização da avaliação

Cada organização tem suas próprias particularidades, metas e objetivos. Pensando nisso, a Sólides criou uma ferramenta totalmente customizável, permitindo que você defina aquilo que é importante para o seu negócio. 

Assim, a interface amigável permite que você estabeleça os critérios da avaliação, crie critérios diferentes para cada área da empresa e defina o peso de cada um desses critérios de forma prática.

Análise de performance

A análise de performance ajuda você a entender quais grupos estão apresentando maiores resultados e quais têm uma performance abaixo da esperada. Além disso, é possível entender alguns padrões comportamentais entre cada um dos grupos, ajudando não só nas decisões de promoção e demissão, mas também em futuras contratações.

Com um bom alinhamento estratégico, somado ao conhecimento de quais competências geram os melhores resultados, o RH consegue atuar de forma mais inteligente em todos os seus processos.

Matriz 9 Box

A Sólides também oferece em sua plataforma o 9 Box Cultural, um modelo rápido, eficiente

e avançado de análise de desempenho.

A ferramenta avalia se os colaboradores estão acima ou abaixo das expectativas, além de analisar traços de comportamento. Ao finalizar o processo, o RH poderá visualizar de forma ampla, todo o time, dividido em 9 quadrantes que vão de “insuficientes” a “destaques”.  

Assim, você ganha mais praticidade na geração de informações e pode tomar decisões de forma estratégica

Benefícios do Sólides Gestão na tomada de decisão

O Sólides Gestão é uma solução moderna para auxiliar na tomada de decisões com mais efetividade. Se antes os gestores definiam quem seria demitido ou promovido com base no feeling e até em afinidades pessoais, hoje, essa tecnologia permite que as decisões sejam tomadas com base em dados reais e mensuráveis. 

Isso traz mais credibilidade para a gestão de pessoas, além de proporcionar decisões mais ágeis e conscientes, garantindo que o RH possa atuar de forma estratégica e ocupar uma posição de protagonismo no centro da organização. 

Quer entender melhor as vantagens dessa ferramenta na prática? Agende agora mesmo uma demonstração gratuita!

Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima