Projetos de RH: como criar para pequenas e médias empresas?

Projetos de RH para pequenas e médias empresas visam otimizar Gestão de Pessoas, treinamento e cultura organizacional
SAIBA MAIS

Aqui você encontra:

A Gestão de Pessoas ocupa um espaço essencial dentro de qualquer organização. Afinal, já é sabido que uma empresa é composta por pessoas e elas são o recurso mais importante de todo negócio. O grande problema é que, nem sempre, o setor de recursos humanos tem o reconhecimento e o investimento que merece. Para aumentar a visibilidade e a credibilidade do setor, é preciso implementar bons projetos de RH. 

Esses projetos funcionam como uma estratégia de convencimento para a alta diretoria, mostrando planos de ação sólidos que o RH pode colocar em prática para garantir resultados ainda melhores ao negócio. Quer entender como funciona essa ferramenta na prática e como você pode elaborar seus projetos? Então confira a leitura na íntegra. 

O que são projetos de RH?

Os projetos de RH são planejamentos estratégicos que propõem melhorias em processos da gestão de pessoas dentro de uma empresa. Seu objetivo é apresentar aos decisores quais são as necessidades da organização, convencendo os gestores sobre a importância de investir recursos no setor de RH. 

Esse tipo de projeto elabora um plano de ação com estratégias de curto, médio e longo prazo, e são importantes para empresas de todos os portes, inclusive nas pequenas. Eles ajudam a estruturar as estratégias do departamento e buscar a aprovação necessária. 

O ideal é que esse tipo de planejamento seja feito com antecedência, contudo, nem sempre isso é possível, já que as tendências de mercado mudam de forma rápida. Dessa forma, é essencial que o time de gestão de pessoas esteja antenado para identificar necessidades de melhorias dentro da organização e antever soluções. 

GARANTA SUA VAGA!

Tipos de projetos de RH

Existem inúmeras possibilidades de projetos de RH que podem ser desenvolvidas e implementadas dentro de uma organização. Eles vão depender das necessidades levantadas pelo setor e das prioridades definidas. 

A seguir, listamos alguns tipos de projetos que são bastante comuns dentro das organizações para otimizar e melhorar a gestão de pessoas

Implantação de sistemas automatizados

As plataformas de RH são ferramentas cada dia mais populares no departamento, que ajudam os profissionais a otimizarem tarefas, organizarem e analisarem dados e informações. 

A área de RH lida com muitos processos e atividades diariamente e contar com a tecnologia pode ser uma forma de otimizar a rotina dos profissionais, evitar que eles acabem sobrecarregados e garantir mais tempo para o que realmente importa, cuidar do capital humano. 

Dessa forma, cabe ao RH identificar as ferramentas que podem otimizar o trabalho do setor e dos colaboradores e apresentar à diretoria os motivos pelos quais esse tipo de solução pode ser a chave para uma empresa mais produtiva. 

Planejamento Estratégico de RH: o que é, sua importância e como fazer

Oferecimento de planos de carreira

Novas práticas organizacionais, como um bom plano de carreira, também podem ser um exemplo de projeto de RH. Este plano indica o caminho que os colaboradores podem percorrer dentro da empresa e suas possibilidades de crescimento. 

Essa é uma estratégia de recursos humanos muito positiva para o clima organizacional, que auxilia no desenvolvimento e no engajamento do capital humano. Isso porque, ao visualizar suas possibilidades de crescimento, os colaboradores se tornam mais seguros, motivados e produtivos. 

Revisão de benefícios oferecidos

A carteira de benefícios é um dos principais projetos de RH quando falamos sobre atração e retenção de talentos. Por isso, a revisão desses benefícios deve ser uma prioridade para garantir profissionais satisfeitos. 

É claro que existem os benefícios obrigatórios, como férias, vale-transporte e FGTS, mas o que faz realmente a diferença são os benefícios adicionais que a empresa pode oferecer, como vale-cultura, assistência médica e previdência privada. 

A escolha da carteira certa vai depender de uma análise de perfil dos funcionários, do orçamento disponível e da cultura do negócio. É importante, portanto, que essa seja uma decisão tomada com cautela e em conjunto com a diretoria. 

Saiba o que são benefícios corporativos, quais os principais tipos e as vantagens para a sua empresa

Programas de treinamento e desenvolvimento

Os projetos de RH também podem ser voltados para o treinamento e desenvolvimento de pessoas. Nesses casos, eles visam o aprimoramento dos profissionais para garantir um melhor desempenho e vantagens competitivas para o negócio. 

Para definir os melhores programas é importante realizar avaliações de desempenho com toda a equipe, identificando fatores como comprometimento com resultados, espírito de equipe, pontualidade, nível de conhecimento técnico, entre outros. 

Programas de onboarding

Os programas de integração de novos colaboradores também merecem uma atenção maior dentro das organizações. É no processo de onboarding que os novos contratados terão uma proximidade maior com a empresa, conhecendo sua história, missão, visão e valores. 

Nesse processo, os novos colaboradores também terão um contato maior com os processos internos e a forma como eles devem ser conduzidos, garantindo que estejam integrados ao time e a rotina desde o ínicio.

Projetos de comunicação interna

Por fim, outro exemplo de projetos de RH são os voltados para a comunicação interna. A falta de comunicação é um dos maiores problemas que uma empresa pode ter em sua gestão de pessoas. 

Dessa forma, investir em boas ferramentas como uma intranet e um e-mail corporativo pode ser a solução para otimizar a comunicação e minimizar problemas e conflitos internos. Essas ferramentas também garantem um time mais alinhado e comprometido, melhorando o clima organizacional do ambiente de trabalho.

➡️ Curso gratuito: Comunicação estratégica para Gestão de Pessoas

Benefícios dos projetos de RH

Os projetos de RH são muito importantes para o sucesso de qualquer companhia. Eles propõem melhorias pensadas diretamente para os colaboradores, focando em melhores condições de trabalho, no aumento da satisfação dos profissionais e, consequentemente, na melhora da produtividade e dos resultados. 

Além disso, servem para fortalecer a cultura organizacional, garantindo uma imagem positiva da empresa, que reflete no employer branding e na credibilidade da marca. 

Projetos estratégicos também colaboram para o engajamento e retenção dos talentos, minimizando problemas como a alta rotatividade e o baixo desempenho. Por fim, garantem uma melhoria estratégica no clima organizacional, trazendo aos colaboradores um sentimento de pertencimento. 

Como implementar um projeto de RH?

A elaboração e implementação de um projeto de RH segue a mesma ideia de um projeto para outra área. É preciso mapear prioridades, definir os escopos, identificar custos e vantagens e elaborar uma apresentação para justificar o investimento. 

A seguir, vamos explicar melhor cada uma dessas etapas.

Mapeie o departamento de RH

Antes de apresentar seu projeto para os tomadores de decisão, é importante mapear o próprio setor para entender se a equipe dispõe de todos os recursos necessários para concluir o projeto.

É importante ter em mente que alguns projetos podem demandar uma energia maior do que as atividades cotidianas. Por isso, identifique o fluxo de trabalho atual e determine lideranças que possam trabalhar como aliadas. 

Defina o escopo do projeto

Esse é o passo mais importante nos projetos de RH. É aqui que você vai definir as premissas e direcionamentos que serão seguidos, por exemplo: 

  • O quê? – Qual é o objetivo do projeto, o que ele busca resolver ou proporcionar de melhoria?
  • Por quê? – Por que o projeto deve ser realizado, quais motivos justificam sua execução?
  • Onde? – Em quais setores, filiais ou cidades o projeto será realizado?
  • Quando? – Quando o projeto começa, qual seu tempo de duração, qual a previsão de término?
  • Quem? – Quais são as pessoas envolvidas no projeto, quem serão os responsáveis pelas entregas?
  • Como? – Como serão realizadas as atividades, qual é o passo a passo?

O escopo deve ser definido com base nas necessidades da empresa e o objetivo precisa ser claro e alinhado ao plano de desenvolvimento do negócio. 

Identifique os custos

Todo projeto de gestão de pessoas demanda um investimento de recursos, sejam eles monetários ou de tempo e esforço. O ideal, portanto, é apontar o custo-benefício de cada ação, levantando um possível retorno de investimento (ROI) que justifique a decisão. 

Caso não seja possível estimar um ROI financeiro, é importante demonstrar os benefícios intangíveis que serão alcançados com o projeto a longo prazo, por exemplo, o aumento da satisfação dos colaboradores ou a diminuição das taxas de turnover. 

Estruture o passo a passo

O projeto de RH serve para que o setor consiga a aprovação de seus objetivos estratégicos, por isso, quanto mais detalhada for a apresentação, melhor. 

O ideal é estruturar todo o programa, definindo os passos para a implantação e os benefícios que podem ser alcançados em cada etapa. A dica é criar um cronograma de ações completo com prazos, metodologias, custos, recursos e resultados esperados.

Faça uma apresentação completa

Por fim, é hora de apresentar o projeto para os gestores, a fim de convencê-los a realizarem o investimento. É importante buscar aliados nas lideranças e apresentar de forma clara todas as melhorias que podem ser alcançadas. 

Ao defender o projeto, lembre-se de citar os benefícios de cada ação para os colaboradores e também para a estratégia do negócio. 

Dicas para o sucesso de um projeto de RH

Algumas dicas práticas podem ajudar no sucesso do seu projeto de RH. A primeira delas é identificar quais processos e atividades geram mais preocupação e frustração na rotina do departamento. 

É importante identificar os processos que atrapalham o fluxo do setor e prejudicam a rotina de tarefas. Dessa forma, você consegue pensar em soluções que otimizem esses processos e pode priorizar essas soluções em seus projetos. 

Outra dica é buscar, dentro da organização, aliados que possam dar força e credibilidade ao seu planejamento. Encontrar apoiadores, por exemplo, dentro dos times de TI e financeiro, pode ser uma estratégia válida para encontrar soluções para seus projetos a partir de uma nova ótica. 

A dica final é mostrar os benefícios que uma boa gestão de pessoas pode proporcionar à empresa e os impactos diretos que o RH tem no sucesso coletivo. Quando você mostra que todos podem ganhar com uma mudança, as pessoas se tornam mais abertas para aceitar novos projetos.

Concluindo, os projetos de RH são iniciativas importantes para que o departamento consiga realizar as mudanças necessárias e implementar novas políticas e ferramentas na gestão de pessoas. Eles são importantes para mostrar que o setor é organizado e bem embasado, justificando o orçamento gasto e possibilitando ainda mais investimento na área. 

Nos pequenos negócios, o investimento em RH pode acabar sendo deixado de lado, por isso, é ainda mais importante apresentar bons projetos. Assim, você consegue convencer a diretoria e os tomadores de decisões de que vale a pena investir no capital humano. 

Quer estruturar ainda mais o seu setor de gestão de pessoas? Baixe gratuitamente nosso material com dicas de ferramentas e estratégias indispensáveis para micro e pequenas empresas. 

Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima