Como estruturar um Programa de Reconhecimento de Colaboradores

Tempo de leitura: 13 minutos

Implementar um programa de reconhecimento profissional é uma estratégia que traz resultados para as empresas e para os colaboradores. 

Afinal, todo mundo gosta e precisa ser valorizado naquilo que sabe fazer de melhor, não é mesmo?

As ferramentas são muitas: bônus por meta atingida, comissões sobre vendas, participação nos lucros, meritocracia, plano de carreira ou prêmios. 

A escolha depende do perfil da organização, da cultura e dos anseios de seus colaboradores.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Neste conteúdo, você vai descobrir como os programas de reconhecimento podem motivar pessoas e gerar valor para as empresas. 

Oferecer aos colaboradores uma visão positiva sobre o trabalho que desempenham é o primeiro passo para fazer a diferença. Acompanhe!

O que é um programa de reconhecimento?

Trata-se de uma política específica desenvolvida pelas empresas a partir de critérios estabelecidos conforme a cultura organizacional

O objetivo principal dos programas de reconhecimento é valorizar os colaboradores e equipes no ambiente corporativo

Em geral, o reconhecimento profissional resulta em recompensas, financeiras ou não. 

Mas a valorização dos colaboradores está muito além de bonificações. Hoje, as empresas já entenderam que nem sempre o dinheiro é o principal fator de motivação profissional. 

Quem demonstra isso são as novas gerações, que ingressam no mercado de trabalho com outros anseios, querem ser úteis e esperam fazer a diferença na empresa. 

Por isso, desenvolver programas de reconhecimento que resultem em conquistas pessoais e profissionais são boas apostas para incentivar os colaboradores. 

Afinal, perceber que seu trabalho não tem significado para o negócio e não é valorizado pela gestão, desmotiva e afeta a produtividade, afetando também o engajamento do colaborador. 

Qual sua importância?

Primeiramente, vale destacar que um programa de reconhecimento profissional é benéfico para a empresa e para o colaborador. 

Ao ser valorizado no ambiente de trabalho, o indivíduo se mantém motivado para executar suas funções com qualidade e bater as metas propostas

Assim, ele ajuda sua equipe e contribui de forma ativa para o crescimento do negócio. 

Uma curiosidade que corrobora esse fenômeno é o sistema de recompensa existente no cérebro, capaz de processar informações relacionadas à sensação de prazer ou de satisfação. 

Conforme a ciência, esse processo da mente é o responsável por fazer o indivíduo acordar diariamente e ir trabalhar. 

Mas se ele não sentir satisfação nessa tarefa, o cérebro não vai motivá-lo para tal. 

Por isso, no ambiente corporativo, o reconhecimento é uma forma de incentivo que motiva o profissional a desempenhar suas funções com qualidade e produtividade

Nesse caso, a empresa ganha ao reter talentos e diminuir a rotatividade. Sem contar que, com qualidade de vida no trabalho, os níveis de produtividade aumentam e o sucesso do negócio fica mais evidente. 

Eis a importância de ter um bom programa de reconhecimento de colaboradores. Quando valorizados, eles têm maior motivação para entregar melhores resultados e a empresa cresce gradativamente

Quais são os benefícios?

Empresas que promovem programas de reconhecimento dos seus recursos humanos colhem frutos a médio e longo prazo.

Alguns benefícios já foram mencionados até aqui, mas vamos reforçar:

Como estruturar um programa de reconhecimento?

Organizar um programa de reconhecimento que ofereça benefícios concretos para a organização e para os colaboradores não é uma tarefa impossível.

Ao contrário, com criatividade e ações simples, os resultados virão. Confira algumas dicas para ter êxito nessa empreitada.

Saiba ouvir o colaborador

Ainda que bem intencionadas, organizações que promovem mudanças sem conhecer os anseios dos seus colaboradores correm o risco de desperdiçar tempo e energia. 

Por isso, os gestores devem saber ouvir e não apenas supor o que os colaboradores desejam e precisam

Para tanto, crie formulários online e encaminhe às equipes para que opinem a respeito da empresa, sobre condições de trabalho, relacionamento com colegas, entre outros fatores. 

Ainda, organize atividades onde o brainstorming possa trazer insights para mudanças necessárias. 

Um bom programa de recompensas deve ter como fonte o próprio funcionário. Então, saiba ouvi-lo para personalizar as ações e torná-las especiais. 

Estabeleça critérios de avaliação

Estruturar como os colaboradores serão recompensados é fundamental. Quais serão os critérios? 

Volume de vendas, avaliações periódicas, ideias apresentadas ou tempo de serviço são algumas opções. 

Sendo assim, elabore uma estratégia clara e defina os requisitos para mensurar se os resultados foram alcançados

Ser imparcial, justo e transparente nesse processo evita descontentamentos e frustrações. 

Considere que, para o colaborador, reconhecimento está atrelado ao amadurecimento profissional e ao desenvolvimento da carreira. 

Por isso, as avaliações funcionam como estímulos para crescer na empresa. 

Nesse sentido, a avaliação de desempenho e a avaliação de objetivos e metas são indispensáveis para a estratégia de recompensas. 

A primeira deve considerar a análise da performance de cada colaborador. Enquanto a segunda consiste em analisar se o colaborador atingiu ou não a meta estabelecida. 

Em síntese, o desempenho é resultado do que o colaborador executa e de seu comportamento. 

Ademais, a performance vem do resultado, considerando as entregas efetivas e metas atingidas. 

Garanta uma implementação eficaz

Para implementar corretamente um programa de reconhecimento é fundamental comunicar de forma clara e objetiva como esse processo vai funcionar. 

Logo, informe as equipes participantes sobre os objetivos, como serão as avaliações e quando o programa entrará em vigor. 

Não se esqueça: o reconhecimento deve estar alinhado aos objetivos e metas organizacionais. 

Revise o programa de reconhecimento regularmente

Após definir o programa de reconhecimento que melhor atenda os anseios dos colaboradores e as possibilidades da organização, é necessário revisá-lo periodicamente

Afinal, as necessidades mudam, os contextos também. E a eficácia deve causar impacto positivo no desempenho, produtividade e rotatividade dos profissionais. 

Uma ferramenta útil para monitorar a eficácia dos programas de reconhecimento é o People Analytics, que coleta, analisa e interpreta dados para dar feedbacks precisos

Além disso, obter informações junto às equipes permite determinar se os colaboradores ainda valorizam os tipos de recompensa que estão recebendo. 

E ouvir a avaliação das lideranças proporciona entender se o programa afeta ou não o desempenho no trabalho e se os resultados são positivos. 

programa-de-reconhecimento

Modelos, dicas e exemplos: como proceder?

As empresas são diferentes e cada uma tem sua cultura organizacional, sua missão, visão e valores próprios. 

Por isso, um bom programa de reconhecimento deve se adaptar ao perfil da organização e dos seus colaboradores. 

No entanto, alguns modelos já utilizados podem ser o ponto de partida para novas ideias. Confira! 

Reconheça os colaboradores publicamente

As redes sociais podem ser uma vitrine excelente para demonstrar a competência e o comprometimento dos colaboradores de uma empresa. 

Nesse sentido, LinkedIn, Facebook e Instagram são espaços propícios para o reconhecimento público. 

Assim, além de valorizar o profissional, a empresa constrói sua reputação como marca empregadora, enquanto exibe sua cultura e valores ao mundo corporativo. 

Personalize o reconhecimento, destacando quem eles são, as funções que exercem e o que fizeram para causar impacto positivo na empresa. 

Mas antes de tornar público o mérito do colaborador, avise-o. Afinal, algumas pessoas preferem manter a discrição e serem elogiadas internamente. 

Crie uma página específica no site institucional 

Conhecida como “Sobre nós”, a seção consta nos sites das empresas com o objetivo de apresentar e identificar o quadro funcional.

Nesse local, adicione a foto do colaborador e um breve resumo do seu perfil profissional para dar visibilidade ao trabalho que ele desenvolve. 

Essa é uma maneira eficiente de demonstrar reconhecimento pela contribuição dele

Em empresas com muitos colaboradores, a página “Sobre nós” pode ficar muito extensa. Mas é um modo de valorizar suas equipes, com custo relativamente baixo.  

Conceda gratificações financeiras

Conceder bônus e gratificações não são ideias inéditas, mas funcionam. Os colaboradores se sentem satisfeitos quando, além do salário, recebem recompensas em dinheiro. 

É uma demonstração clara de que a empresa reconhece e valoriza os esforços dos colaboradores. 

Invista em materiais promocionais

Que tal produzir um pequeno vídeo protagonizado pelos colaboradores? 

Um audiovisual simples, com duração de 5 a 10 minutos, onde os profissionais contam suas experiências, habilidades, preferências pessoais e outras informações que valorizam a “pessoa física”.  

A participação pode ser voluntária, para que todos se sintam à vontade para recusar o convite. 

Essa estratégia gera engajamento e conecta o colaborador à organização, fazendo com que ele seja parte do negócio. 

Comemore as datas significativas

Celebrações são maneiras simpáticas de demonstrar que a empresa valoriza seu quadro funcional

Comemorar aniversário de trabalho, metas atingidas — individuais ou em grupo — e outros marcos profissionais fazem a diferença até mesmo para o clima organizacional. 

Promova experiências únicas

A dica é oferecer experiências excepcionais, quando o colaborador conquistar uma realização excepcional no trabalho. 

Nesse sentido, conceder viagens, passeios, jantares, diárias em hotéis ou outra opção significativa e fora do ambiente de trabalho, são ótimas maneiras de demonstrar reconhecimento. 

Celebre os bons momentos

Surpreender os colaboradores com uma pausa no trabalho para celebrar o convívio é ótimo para descontrair e integrar as equipes. 

Um coffee break com bolo, pão de queijo, bombons e outros itens são o pretexto para confraternizar e mostrar que a empresa valoriza a presença dos seus colaboradores

As lideranças podem aproveitar a ocasião para agradecer conquistas recentes e reforçar a importância das pessoas para a organização. 

Gamifique o programa de reconhecimento

A gamificação é uma estratégia que usa elementos de jogos em situações cotidianas. A intenção é tornar o reconhecimento do colaborador algo instantâneo e contínuo

Por isso, promova competições saudáveis e ofereça recompensas, como em um game do mundo corporativo. 

Ofereça presentes personalizados

Presenteie, conforme a disponibilidade financeira da empresa. Procure investir em algo que faça sentido para o colaborador

Pense em algum item durável que possa acompanhá-lo no dia a dia. Ainda, um objeto que deixaria seu funcionário orgulhoso em usar e que sirva para lembrá-lo do quanto ele é importante. 

Verbalize a gratidão

Dizer palavras de incentivo, gratidão e reconhecimento fazem toda a diferença para o funcionário e tem custo zero. 

Dizer frases positivas como “Obrigado, você é muito importante para nós” tem efeito instantâneo e potente para a motivação. 

É óbvio que as pessoas trabalham pela recompensa financeira, mas a satisfação de ser valorizado não tem preço. 

Com essas dicas, elaborar um programa de reconhecimento na sua empresa é perfeitamente possível, considerando as suas particularidades. 

Ademais, a falta de um pode trazer consequências catastróficas para o negócio. Vamos ver?

Consequências da falta de reconhecimento

Se os benefícios de um programa de reconhecimento são a produtividade, engajamento, motivação e melhora no clima organizacional, a ausência dele pode impactar negativamente o negócio. 

A explicação é simples. Quando os profissionais entendem que seu esforço e dedicação não são percebidos ou valorizados pela empresa, eles perdem o entusiasmo. 

Sem isso, o trabalho perde o sentido, dando lugar à procrastinação e à queda na produtividade. 

Afinal, qual o sentido de aplicar esforços em algo que não oferece retorno, além da compensação financeira e dos benefícios previstos pela legislação trabalhista?

Essa é a mentalidade que se instaura nas empresas que não investem em programas de reconhecimento. 

Gradativamente, essa situação implica em aumento nas taxas de turnover. Já que os colaboradores decidem sair em busca de outras companhias, onde possam mostrar seu potencial e conquistar a tão sonhada valorização. 

Nesse contexto, surpreendentemente há profissionais que aceitam salários menores ou redução de benefícios ao invés de trabalharem onde não reconhecem seus esforços. 

A pergunta é: sabendo de todas as consequências negativas que a falta de reconhecimento pode causar, por que esperar isso acontecer? 

Os prejuízos impactam os dois agentes do negócio, colaborador e empresa. Em resumo, os principais pontos negativos são:

  • queda na motivação e no engajamento;
  • baixa produtividade;
  • clima organizacional desfavorável e ruim;
  • dificuldade em bater metas;
  • aumento dos índices de absenteísmo e turnover. 

Conclusão

Agora que você identificou como um bom programa de reconhecimento pode fazer a diferença em diversos aspectos na empresa, que tal começar a mudar esse cenário hoje mesmo?

Não se esqueça do importante papel do departamento de RH para criar conexões emocionais entre os colaboradores. 

A valorização pessoal e profissional é algo que está ao alcance das empresas, basta usar a criatividade e ter vontade para fazer acontecer. 

Aposte no poder do reconhecimento e obtenha resultados. Para contribuir com essa missão, baixe a planilha que a Sólides desenvolveu para analisar a performance dos profissionais na sua empresa. 

0 0 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments