Procrastinação no trabalho: causas, como identificar e 12 dicas para evitar

Entenda por que acontece a procrastinação no trabalho, quais os exemplos desse hábito e 12 dicas para evitá-lo! 
procrastinação no trabalho
Baixe grátis!

Aqui você encontra:

A procrastinação no trabalho pode até parecer, mas não é um caminho sem volta. Esse hábito, que afeta milhares de pessoas, é mais comum do que se imagina. 

De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria Triad PS, de São Paulo, sugere que aproximadamente 70% dos brasileiros adiam tarefas. Assim, é possível que esse comportamento esteja presente em diversos níveis na rotina.

Mas como se diferenciar dessa estatística? 

Se você se identifica ou conhece profissionais que enfrentam esse problema, continue a leitura desse artigo. Nele, apresentamos o conceito de procrastinação no trabalho, suas causas e impactos. Ainda, mostramos como identificar esse hábito e dicas para evitá-lo. 

Boa leitura! 

Afinal, o que é procrastinação no trabalho?

A procrastinação no trabalho representa o hábito de adiar a realização de tarefas, mesmo que elas pudessem ser concluídas com antecedência. Sendo assim, uma pessoa que procrastina frequentemente atrasa suas entregas. 

O procrastinador também conhece os riscos que podem prejudicar os resultados esperados, afetando a equipe, o projeto e a empresa.

No entanto, ela pode se tornar um problema quando afeta severamente o resultado esperado, interferindo na produtividade. Assim, se acontece com frequência, a procrastinação no trabalho também pode influenciar em emocionais preocupantes. Entre eles:

  • Culpa;
  • Frustração;
  • Autocondenação;
  • Estresse;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Autodesvalorização;
  • Preocupações;
  • Desmotivação;
  • Sensação de incapacidade. 

Dessa forma, todos esses ruins podem afetar a saúde emocional do colaborador, criando um ciclo constante e perigoso, podendo desencadear em problemas emocionais sérios, beirando o adoecimento. Assim, os sintomas causados pela procrastinação podem afetar outras áreas da vida e da saúde organizacional. 

Baixe grátis!

Exemplos de procrastinação no trabalho

Após entender o que é a procrastinação no trabalho e o que ela causa, pode restar a dúvida: como isso se apresenta no dia a dia?

Para você entender mais, conheça os tipos de procrastinador. 

  • Procrastinador perfeccionista: para ele, se não for perfeito, não será feito;
  • Procrastinador sonhador: planeja tudo em sua mente, mas não consegue partir para a ação;
  • Procrastinador preocupado: tem mania de ver apenas as partes negativas do projeto e, por isso, adia sua realização;
  • Procrastinador fabricante de crise: define-se como alguém que trabalha melhor sob pressão; 
  • Procrastinador relaxado: não costuma ter preocupação com os prazos das entregas; 
  • Procrastinador multitarefas: não consegue concluir suas tarefas porque está sempre sobrecarregado com muitas atividades. 
Erros comuns no trabalho: quais são e como evitá-los

Quais as causas da procrastinação no trabalho?

Sabendo de todos esses riscos, a pergunta que fica é: por que as pessoas procrastinam? Assim, saiba que são muitos os fatores que levam uma pessoa a tardar suas entregas. 

No geral, conforme o doutor Wessel Friedrich, autor do livro “Xô, Preguiça! Vencendo a procrastinação na era das grandes distrações”, as origens da procrastinação são quatro:

1. Falta de motivação

A ausência de motivação acarreta falta de disciplina para o cumprimento das tarefas cotidianas. Dessa forma, sem estímulo, o indivíduo corre o risco de priorizar apenas o que lhe dá recompensas a curto prazo, sem considerar os projetos importantes de longo prazo. 

Ter motivação representa trabalhar com propósitos bem definidos, ainda que os resultados (ou as recompensas) estejam distantes. 

Falta de motivação no trabalho: 5 motivos para a perda do interesse no trabalho

2. Medo 

Quando a expectativa é alta, o medo de falhar é proporcional. Ou seja, as pessoas adiam deveres por receio de fracassar. O medo de não ser bom o suficiente também é uma causa da procrastinação.

3. Perfeccionismo

Estabelecer padrões muito altos para o próprio trabalho pode fazer você adiar suas funções. Dessa forma, o perfeccionismo é um fator preponderante entre pessoas que mantém a procrastinação no trabalho. 

Deixa de entregar um trabalho por acreditar que ele não está perfeito é um engano e pode trazer consequências sérias. 

4. Falta de confiança

Ocorre quando surge o sentimento de incapacidade de fazer determinada tarefa. A falta de confiança gera uma espécie de cegueira mental, ou seja, o indivíduo deixa de acreditar que consegue cumprir seu papel. 

A partir disso, acontece a crença não saber por onde começar e adiamos a execução de uma tarefa.

Desenvolvimento de liderança: conheça mais sobre os tipos e o papel nas empresas

 Como identificar a procrastinação no trabalho?

Identificar a procrastinação no trabalho nem sempre é fácil, especialmente quando ela é confundida com preguiça, como veremos no tópico seguinte. No entanto, existem perguntas que podem ajudar a entender o que está acontecendo. 

  • Você atingiu as metas de longo prazo?
  • Conseguiu dar prioridade às atividades mais importantes do dia?
  • As tarefas recentes foram entregues com qualidade e dentro do prazo estipulado?
  • Você diz, com frequência, que começará sua atividade somente na segunda-feira?
  • Você costuma remarcar compromissos recorrentemente?

Se você ou um conhecido responder sim para mais de uma dessas perguntas, acenda o sinal de alerta. Pode ser que a procrastinação no trabalho esteja presente no dia a dia. 

Como diferenciar a procrastinação da preguiça?

Muitas vezes a procrastinação está relacionada com a preguiça, mas não é bem assim! Dependendo da pessoa, são citadas diversas razões para a procrastinação no trabalho:

  • Falta de autocontrole;
  • Medo de falhar;
  • Desenvolvimento de maus hábitos;
  • Perfeccionismo;
  • Sensação de que o trabalho não é urgente;
  • Confusão em relação aos requisitos;
  • Negatividade em relação a si;
  • Medo de projetos complexos ou exaustivos;
  • Execução simultânea de tarefas.

Já no caso da preguiça, pode ser ocasionada por falta de motivação, determinados hábitos e até mesmo ser confundida com condições de saúde, como a depressão.

Depressão no trabalho: como reconhecer, lidar e prevenir

Quais os impactos da procrastinação?

A procrastinação no trabalho pode ter vários impactos negativos tanto para os indivíduos quanto para as organizações, como:

1. Atrasos e prazos não cumpridos

O impacto mais comum da procrastinação, como já abordamos, é o atraso frequente na conclusão de tarefas, o que pode até mesmo prejudicar a reputação do trabalhador. 

2. Qualidade do trabalho

Quando realizamos as tarefas apressadamente devido à procrastinação, a qualidade do trabalho pode ser comprometida. Dessa forma, erros podem ocorrer devido à falta de tempo adequado para revisão e aperfeiçoamento das tarefas.

7 dicas sobre como organizar o tempo no trabalho!

3. Estresse e ansiedade

A pressão para concluir as tarefas no último minuto pode prejudicar a saúde física e mental do profissional, principalmente relacionada aos níveis de estresse e ansiedade. Ainda, sem contar que a sensação de culpa e arrependimento após procrastinar afeta o bem-estar emocional.

4. Perda de oportunidades

Procrastinar pode ocasionar a perda de oportunidades valiosas, como promoções ou projetos importantes. A procrastinação no trabalho ainda impede o desenvolvimento pessoal e profissional, já que as oportunidades de aprendizado e crescimento podem ser adiadas ou perdidas.

Microlearning: descubra as vantagens do micro aprendizado para os profissionais

5. Imagem profissional

O hábito de procrastinar pode afetar a imagem profissional do colaborador, levando a percepções negativas por parte dos colegas e gestores.

6. Ciclo vicioso

A procrastinação pode se tornar um hábito, criando um ciclo vicioso que é difícil de quebrar. Assim, a repetição desse padrão pode levar a uma baixa autoestima, afetando a eficiência.

7. Relações interpessoais afetadas

Pode causar tensões nas relações de trabalho, especialmente se outros dependem do projeto em andamento.

Conheça 15 soft skills para desenvolver agora mesmo

8. Redução da eficiência e produtividade

A procrastinação reduz a eficiência e a produtividade, pois as horas de trabalho podem ser mal utilizadas.

12 dicas para evitar a procrastinação no trabalho

A boa notícia é que a procrastinação no trabalho não precisa é um problema sem solução. 

Ainda que assumir uma postura de combate a esse problema não seja uma tarefa fácil, é possível encontrar caminhos para isso, desde que o profissional se comprometa, traçando estratégias. Algumas dicas que você pode aplicar são:

1. Divida as tarefas

Dividir as grandes tarefas em partes menores e mais gerenciáveis ajuda bastante. Concentre-se em completar uma parte de cada vez, o que torna a tarefa menos assustadora.

2. Estabeleça metas claras

Defina metas específicas e mensuráveis para suas tarefas. Então, considere que metas claras fornecem uma direção clara e podem aumentar a motivação e diminuir a procrastinação no trabalho.

💡Acesse o curso gratuito: Como definir metas

3. Priorize as tarefas

Identifique as tarefas mais importantes e urgentes. Dessa forma, comece pelo que é mais crucial, em vez de se perder em atividades menos significativas.

Matriz de Eisenhower: melhore sua habilidade de priorização de tarefas

4. Crie um cronograma

Desenvolva um cronograma ou lista de afazeres e estabeleça prazos realistas para concluir cada tarefa. Dessa maneira, é fundamental ter organização no trabalho para manter o foco. 

5. Use técnicas de gerenciamento de tempo

Experimente técnicas como a Técnica Pomodoro (trabalho focado por períodos curtos seguidos de pausas). Utilize aplicativos de gerenciamento de tempo para monitorar e otimizar o uso do tempo.

Gestão do Tempo: O que é, importância e dicas para fazer

6. Elimine distrações

Identifique e minimize as distrações no ambiente de trabalho. Então, para diminuir a procrastinação no trabalho, desconecte-se de mídias sociais e notificações não essenciais durante períodos de concentração.

7. Estabeleça recompensas

Crie um sistema de recompensas para si. Conquiste pequenas recompensas após completar cada tarefa, incentivando um comportamento produtivo.

8. Envolva-se em tarefas desafiadoras primeiro

Aborde as tarefas mais desafiadoras quando sua energia e foco estão no ponto mais alto. Isso evita a procrastinação, pois você completa as tarefas difíceis quanto antes.

9. Compartilhe suas metas

 A responsabilidade compartilhada pode motivar você a honrar seus compromissos.

Como aumentar a produtividade da equipe com endomarketing

10. Reflita sobre seus objetivos

Regularmente reflita sobre seus objetivos profissionais e pessoais. Isso pode ajudar a manter uma perspectiva clara sobre a importância de suas tarefas.

💡Acesse o curso gratuito: Valor pessoal e Propósito no trabalho

11. Identifique barreiras psicológicas

Explore e supere quaisquer barreiras psicológicas que podem estar contribuindo para a procrastinação, como medo do fracasso ou perfeccionismo. Dessa forma, se precisar, peça ajuda. 

12. Pratique o autocuidado

Mantenha uma rotina de autocuidado, incluindo sono adequado, exercícios e pausas regulares. Assim, um corpo e mente saudáveis são mais propensos a realizar tarefas de maneira eficiente.

Ao implementar essas estratégias, você pode desenvolver hábitos mais produtivos e reduzir a tendência à procrastinação no trabalho. Superar a procrastinação é um processo gradual, e é importante ser gentil consigo mesmo ao efetuar essas mudanças.

Por fim, lembre-se de que a procrastinação no trabalho não afeta apenas o profissional, mas também pode ter impactos significativos na vida pessoal também. 

Sendo assim, para combater a procrastinação, é fundamental desenvolver habilidades de gerenciamento de tempo, estabelecer metas claras e implementar estratégias para lidar com a falta de motivação.

E, sem dúvidas, o primeiro passo é o autoconhecimento. Comece agora mesmo a aprimorar seu perfil profissional com nosso Curso gratuito: Metodologia Sólides Profiler para o Autoconhecimento.

Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima