Por que um RH deve fazer parte da estratégia de negócio da sua empresa?

Tempo de leitura: 3 minutos

O RH estratégico e moderno é um tema que temos abordado diversas vezes. Talvez pelo fato de que todos as ferramentas de automação de RH só tenham a devida eficácia quando aplicados em um contexto onde o profissional foge do tradicional, ou talvez ainda porque esse setor passou a ser reconhecido como um gerador de valor. Enfim, o fato é que na prática, a desvalorização do capital humano e a limitação do RH a processos burocráticos e achismos é algo que não traz um bom retorno financeiro, nem um crescimento esperado.

Quando falamos sobre uma gestão de pessoas efetiva e valorização do capital humano, estamos falando em maneiras de gerir que enxergam o quanto que cada funcionário custa, financeiramente, dentro de uma empresa. Quando o foco cai sobre o colaborador e tem-se o custo de cada um  devidamente calculado, a tendência é que a organização priorize o desenvolvimento pessoal de cada um, para que dessa forma, eles possam trazer mais lucro para dentro.

Pensando nessa lógica, é fácil enxergar qual é a necessidade de um RH estratégico e porque ele deve fazer parte ativamente do negócio da sua empresa. Diversas responsabilidades que inicialmente seriam do setor de RH, como por exemplo a análise de indicadores de performance e outras métricas, podem ser aproveitadas no momento de planejamentos da organização. Através de métricas como essas, fica mais fácil construir cenários, prever acontecimentos e pensar em soluções para possíveis gaps de pessoas.

No entanto, todo tipo de planejamento e envolvimento do RH com a estratégia de uma empresa deve ser muito bem alinhado. Apesar de ter o foco no humano, para criar um caráter estratégico no seu RH é preciso fundamentar os dados em pesquisas estatísticas e concretas. Já sabemos que uma elaboração sem fundamentos concretos não tem valor real.

Vamos sintetizar o pensamento até aqui para garantir que você está acompanhando:

Primeiramente a gestão com foco em pessoas surgiu juntamente com o reconhecimento do capital humano como o maior valor de uma organização. Assim que os colaboradores passaram a ser vistos como uma fonte de valor dentro de uma empresa, o RH se tornou mais envolvido com questões estratégicas exatamente por ser o setor responsável por algo tão relevante. A partir desse momento o setor de recursos humanos adquiriu novas responsabilidades e ampliou muito sua área de atuação. Como as pessoas são componentes fundamentais presentes em todas as áreas de uma empresa, os profissionais de RH notaram que precisariam estar alinhados a todos os setores para montar estratégias de desenvolvimento.

A linha que separa um setor de RH da gestão e planejamento é muito tênue. Tendo em mente a busca por fundamentos reais que comprovem que a interação dos recursos humanos com o campo estratégico de uma empresa é de fato muito eficiente, fomos atrás de algumas pesquisas que comprovaram que essa relação só contribui para o crescimento.

De acordo com a revista Exame, um grupo de consultoria americano chamado Boston Consulting Group realizou uma pesquisa com 3500 profissionais de RH em 101 países e chegou a conclusão que as empresas que possuíam um RH estratégico fundamentado em gestão de pessoas tiveram um resultado econômico duas vezes maior do que outras empresas tradicionais com fraca gestão de pessoas.

Você ficou interessado em relacionar seu RH com as estratégias da sua empresa? Para entender um pouco mais sobre isso baixe o nosso ebook Planejamento estratégico: como alavancar meu RH e saiba ainda mais sobre o assunto!

ebook_planejamento_estrategico

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of