Por que alguns colaboradores são promovidos e outros não?

Tempo de leitura: 2 minutos

Quando o assunto é promoção, muitos fatores estão envolvidos e devem ser considerados pelo RH. Aliás, o momento de promover um colaborador é tão (ou até mais) importante quanto o momento de contratar um novo funcionário para empresa.

Assim como na contratação ideal, o colaborador a ser promovido precisa estar dentro de critérios como: perfil, competências, habilidades e desempenho/potencial. O que isso significa efetivamente? Significa que nem todo mundo está pronto para ser promovido a qualquer momento.

Perfil e Competências

Desenvolver o potencial dos colaboradores é uma das formas de mantê-los na empresa com capacidade produtiva cada vez mais alta, mas também é uma maneira de guiá-los dentro de um plano de carreira previamente estabelecido.

Em relação a um cargo destinado à promoção de um colaborador, por exemplo, é interessante desenhar o cargo e as competências necessárias para exercê-lo de forma satisfatória e sem desgastar muito o funcionário. Logo, cruzar as competências que ele possui com as que a função exige, a fim de descobrir se elas são parecidas ou compatíveis, gera resultados mais satisfatórios e assertivos a curto e longo prazo.

O mapeamento de perfil comportamental é o que possibilita identificar e avaliar estes dados e, através dele, é possível alcançar a otimização da gestão de pessoas em uma empresa.

Desempenho

A avaliação do desempenho dos colaboradores em uma empresa tem cunho estratégico para a gestão de pessoas, sendo essencial também para a promoção. Nenhum gestor cogitará promover um colaborador que não possui o desempenho que a empresa espera que ele apresente.

Por isso, podemos dizer que a promoção dos colaboradores é bastante meritocrática, onde os que possuem melhor desempenho têm mais chances de avançar em seus planos de carreira que os razoáveis.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Plano de Carreira

Investir em planos de carreira é benéfico para a empresa e para o funcionário. Para este segundo, um plano de carreira é sinônimo de segurança, perspectivas de crescimento e realização profissional.

Já para a empresa, planos de carreira têm, por consequência, a retenção de talentos e a diminuição da rotatividade. Um plano de carreira com base no comportamento garante a  otimização do uso dos recursos humanos e promoções alinhadas aos objetivos da empresa e do funcionário.

Não existe promoção inteligente e estratégica sem planejamento e atenção às métricas da empresa. O papel do RH, nesse caso, é entender as necessidades da organização, as possibilidades e os recursos disponíveis para satisfazer as demandas, para depois planejar e entender como cada colaborador vai contribuir para o alcance desse objetivo.

Promover ou não um colaborador está longe de ser apenas uma ação de reconhecimento do bom trabalho dele. A promoção é também uma ação estratégica que visa o crescimento de todas as partes envolvidas, ligada diretamente à adequação do perfil do profissional aos objetivos estabelecidos.

 


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of