Planejador em home office: como sai esse perfil nessa modalidade

representação de um planejador em home office
BAIXE GRÁTIS!

Aqui você encontra:

O trabalho remoto é uma modalidade capaz de diminuir o turnover, aumentar engajamento dos colaboradores e reduzir a taxa de absenteísmo. Entretanto, para conseguir essas vantagens é fundamental conhecer as características dos colabores. O perfil planejador em home office precisa de uma ajuda para motivar e seguir os planos.

Para ser bem estabelecido, é preciso de o home office faça parte da cultura organizacional. Dessa forma, fica mais fácil disseminar os princípios necessários para o bom funcionamento do trabalho remoto.

Quer entender como o perfil planejador pode ser sair em um cenário de home office? Continue a leitura!

As características do perfil planejador

Os planejadores são pessoas calmas, tranquilas, cuidadosas e autocontroladas. Gostam de rotina e atuam em conformidade com normas e regras estabelecidas, por isso sentem-se bem quando estão acompanhados de pessoas mais ativas e dinâmicas.

O perfil planejador é introvertido, e tem uma tranquilidade singular que confere ser um perfil de fácil relacionamento. Gostam de trabalhar em equipe, mas precisam entender o seu papel dentro da realidade do projeto.

É importante saber que pessoas com o perfil planejador gostam de enxergar a plenitude do projeto. O trabalho deles precisa estar em sintonia e coerência com os de seus colegas.

Veja como se sai o perfil planejador em home office

Profissionais tendo esse perfil como dominante, naturalmente serão pessoas organizadas. O plano de entregas é muito importante de ser alinhado e construído. Para esse grupo de colaboradores, é interessante que as pessoas estejam ciente do que estão fazendo e nenhum trabalho seja desmerecido.

Para eles, a coletividade é muito importante. Mesmo quem está remoto precisa ser integrado, seja nos momentos de comemoração ou nos de aprendizados. Porém, por se motivar pela convivência social, esse perfil pode ficar desestimulado — ou mesmo se perder nas prioridades — por falhas de comunicação.

Como a gestão pode motivá-los?

Para esse grupo, é muito importante que o processo esteja claro. Metas e objetivos semanais — ou mesmo a longo prazo — são estratégias interessantes para mantê-los motivados.

Mas não basta traçar a meta, é preciso deixar tudo mapeado, determinando o caminho que será percorrido. Outro ponto é que o gestor precisa conferir de perto as entregas, dar feedbacks constantes e, da mesma forma, acompanhar se os objetivos e as prioridades estão bem alinhadas. 

Marcar reuniões com os grupos que atuam num mesmo projeto, e dar preferência às reuniões com voz e vídeo pode aproximar mais colaboradores desse perfil.

Como eles podem se automotivar?

Organização é a principal característica desse perfil. Por isso, uma forma de se automotivar é adotar as boas práticas de produtividade, escrevendo em um papel — ou na tela do computador — os principais objetivos pessoais. 

Além disso, é importante que o planejador busque se estimular: se a pessoa gosta de música ou alongamento, antes de iniciar o trabalho remoto — ou até nos momentos de intervalos — faça-os. 

Isso vai trazer energia para o corpo e para o cérebro ajudando nos momentos que as ideias não vierem à mente. 

Por fim, é importante manter-se conectado às pessoas com quem trabalha. Faça momentos de troca de experiência com os colegas, cobrando-os quando há entregas atrasadas ou combinando prazos para que juntos façam alguma etapa do projeto.

O planejador em home office tende a se sair muito bem, entretanto cenários extremos — como nos momentos de crise com o coronavírus — é preciso que a gestão tenha mais cuidado e proximidade.

Aproveitando o seu novo conhecimento sobre esse perfil, aproveite a visita para conhecer a melhor forma de dar feedback para planejadores!

Banner_Infografico_Dicas_Reuniao_HomeOffice
Picture of Sabrina Siqueira
Sabrina Siqueira
Sou apaixonada por Gestão de Pessoas desde sempre! Me tornei especialista em Gestão Comportamental, cursei administração com Ênfase em Comercio exterior (UNA), fiz Pós Graduação em Gestão Comercial e Vendas. Atualmente também sou facilitadora da Formação Analista Comportamental Profiler e Sales Enablement do time de New MRR da Sólides
Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima