Perfil comportamental e People Analytics: melhores resultados no RH

Tempo de leitura: 3 minutos

Trabalhar com recursos humanos é, em alguns momentos, transformar pessoas em dados. Em outras palavras: você passa a medir seus profissionais e candidatos em termos de desempenho e personalidades como parte do Big Data da sua empresa. Isso resulta na tendência do perfil comportamental e People Analytics dentro do RH.

Se você não sabe o que são esses conceitos e como eles influenciam no clima organizacional da sua empresa, acompanhe este post!

O que esses termos significam?

perfil comportamental, como o nome diz, representa um conjunto de características que um determinado indivíduo tem naquele contexto. A partir dessa lista, é criada uma classificação, que ajuda a entender qual é o papel que aquele profissional costuma assumir dentro de um grupo. Uma pessoa pode ter o caráter de líder, assumindo responsabilidades pelo grupo, ou de analista, se afastando e tentando entender a situação como um todo.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

People Analytics, por outro lado, pode ser considerado uma forma de aplicação desses e de outros dados. Trata-se de uma avaliação de vários perfis e atitudes ao longo do tempo, permitindo que você encontre padrões e tendências. Por exemplo: grupos com muitos perfis de liderança com personalidade forte podem ter problemas, pois cada um tentará estar no comando.

Como o perfil comportamental e People Analytics beneficiam a empresa?

1. Contratações mais acertadas

Cada empresa tem um tipo de colaborador ideal: mais dinâmico ou disciplinado, mais criativo ou metódico etc. Ao promover uma análise prolongada da sua equipe, você poderá identificar quais desses perfis são mais bem-aproveitados em determinadas funções, aumentando as chances de uma boa contratação.

O resultado disso é a redução da rotatividade de pessoal e, consequentemente, menor custo de manutenção das equipes. Com colaboradores mais encaixados, é possível investir em cada um deles com segurança.

2. Melhor aproveitamento dos profissionais

Lembra que mencionamos que muitos líderes e muitas personalidades fortes podem não funcionar bem na mesma equipe? Essa é uma das formas de mau aproveitamento dos seus colaboradores. Um dos objetivos da avaliação de perfil comportamental e People Analytics é justamente evitar esses quadros.

Há pessoas que são mais eficientes ao focarem em tarefas concretas, recebendo orientações e cumprindo metas objetivas. Complementar a isso, existem indivíduos bons em enxergar o plano geral e passar essas orientações. Ambos os profissionais podem ser capazes de realizar as duas funções, mas seus perfis os tornam melhores em uma delas.

3. Mais foco para os planos de carreira

Uma forma de manter um profissional engajado e leal à empresa é oferecer possibilidades de crescimento dentro de sua função. A perspectiva de um futuro promissor, de acordo com suas expectativas, é uma ótima motivação. E um sistema de People Analytics ajuda a entender qual tipo de carreira e promoções cada perfil deseja.

Alguns são mais interessados em estabilidade, querem dar conforto para suas famílias e ter uma rotina simples. Outros querem crescimento rápido, viagens de negócios e reconhecimento mundial. Ambos podem ser atendidos na mesma empresa, dependendo da área. Se você já sabe qual plano agrada mais a cada perfil, pode incluí-lo na entrevista ou ao enviar uma proposta de contratação.

Entendeu a importância do perfil comportamental e People Analytics para o desempenho do RH de uma empresa? Quer tirar mais alguma dúvida sobre o tema? Então, deixe um comentário com sua pergunta!
cta-people-analytics


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of