Como o People Analytics ajuda na gestão por competências?

Tempo de leitura: 6 minutos

Com o objetivo de identificar comportamentos dos colaboradores e melhorar a gestão estratégica, as empresas adotam uma metodologia que se chama People Analytics. Ela constitui, em analisar, por meio da tecnologia, a ação das pessoas e como elas se relacionam e interagem no ambiente de trabalho. Isso é feito por meio da coleta, organização e análises de seus dados. Entender como o People Analytics ajuda na gestão por competências é um diferencial estratégico!

Pela tecnologia proposta pelo People Analytics, as organizações conseguem traçar o perfil dos colaboradores, propor estratégias internas para evitar comportamentos que são ruins, aproveitar o que há de bom, recrutar melhores profissionais e reter seus talentos. A partir disso, é possível ter uma melhor gestão por competências dentro da companhia.

Mas afinal, o que é gestão por competências?

Gestão por competências é um conjunto de ações adotadas pelo setor de Recursos Humanos com o objetivo de descobrir os talentos dos funcionários, gerir essas qualidades, trabalhar pontos de melhorias e engajar esses colaboradores em prol dos resultados da empresa.

Ou seja, é saber lidar estrategicamente com os pontos positivos e negativos de cada um, visando o desenvolvimento individualizado e também o da companhia. Um exemplo disso é saber para qual colaborador entregar uma tarefa desafiadora e de alta complexidade.

Se os gestores conhecem bem os diferentes tipos de perfis que têm dentro da empresa, sabem qual pessoa vai desempenhar melhor a atividade ou ainda se os trabalhadores estão nos cargos certos. 

Outro exemplo é quando surge uma vaga cujo cargo exige um determinado perfil. Por meio de uma gestão por competências feita de forma efetiva, o recrutador saberá identificar com mais precisão quais candidatos que realmente se encaixam naquela vaga, principalmente em qualidades soft skills.

Qual a diferença entre gestão de competências e gestão por desempenho? 

Embora sejam dois modelos que se complementam em uma organização, essas são vertentes diferentes que visam racionalizar processos de gestão de pessoas em ambientes corporativos. 

A gestão por competências foca nas capacidades do profissional, assim como nos seus resultados, sua produtividade e seu engajamento, para que a instituição tenha vantagens competitivas. Podemos dizer também que essa metodologia tem como objetivo desenvolver todo o colaborador.

Já a gestão por desempenho é voltada para a avaliação das metas, da forma como o trabalho foi executado e dos resultados obtidos. Em outras palavras, essa abordagem acredita que a performance da empresa é fruto de um processo contínuo, que aborda vários participantes e diversos atributos internos, não somente um colaborador em si.

De que forma a tecnologia contribui para implementação dessas competências?

A tecnologia favorece muito a execução otimizada das atividades de uma empresa e não seria diferente quando se trata de gerir pessoas. Cada vez mais, ela se torna uma ótima aliada para detectar perfis ideais para cada cargo e identificar quais são gargalos internos.

Ela auxilia nas tomadas de decisão e contribui para o aprimoramento das estratégias utilizadas para alcançar cada resultado. O People Analytics é a metodologia utilizada para uma melhor gestão de pessoas, desenvolvido por meio do avanço constante da tecnologia.

Esse processo tem sido aprimorado pela conscientização, cada vez maior, de que o principal recurso de uma empresa são as pessoas. Com isso, as companhias adotam estratégias para entender mais seus funcionários, saber o que é capaz de engajá-los e mantê-los produtivos.

Quais as vantagens do People Analytics?

O People Analytics funciona com a coleta de dados disponibilizados por diversas fontes como pesquisas internas, redes sociais, performance em vendas ou na produtividade do colaborador, entre outras métricas.

Toda a metodologia por trás disso tem objetivos claros a serem alcançados e cada empresa sabe qual é o seu. Citaremos alguns deles:

  • investigar a baixa produtividade;
  • saber o porquê da falta de engajamento dos trabalhadores;
  • o motivo da dificuldade da retenção de talentos;
  • identificar a causa da insatisfação dos clientes.

Reconhecendo cada uma dessas causas, a companhia consegue contar com essa metodologia para ter resultados melhores, assim como traçar programas de desenvolvimento, aprimorando sua gestão por competências. 

Redução de custos

Uma contratação errada acaba saindo muito caro para uma empresa, pois ao perceber que o recrutamento foi mal feito, haverá a necessidade, muitas vezes, de demitir aquele colaborador, investir em um novo processo e arcar com os custos de uma nova admissão.

Além disso, com a implementação do People Analytics a companhia conseguirá enxergar se realmente é preciso fazer uma nova contratação ou apenas realocar funcionários e aproveitar o talento e as competências individuais de cada um para novas atividades.

Treinamentos aprimorados 

Por meio dessa metodologia, é possível identificar pontos que poderiam ser melhor aproveitados pelos colaboradores levando em conta os perfis individuais. Por exemplo, se a empresa entende que, em geral, os funcionários são mais animados e gostam de algo que desperte energia neles, essa companhia deve evitar treinamentos massantes e muito teóricos.

Além disso, a organização conseguirá também saber quais trabalhadores estão aproveitando adequadamente os treinamentos que são oferecidos, quais não estão se empenhando e quais os pontos devem ser trabalhados para melhor retenção de aprendizado.

Aumento do sentimento de pertencimento

Outro fator muito interessante que pode ser mensurado por meio do People Analytics é poder aprimorar a cultura organizacional da empresa, ampliando assim, o sentimento de pertencimento por parte dos funcionários.

Com o diagnóstico obtido por meio da pesquisa de clima, umas das ferramentas utilizadas nesta metodologia, é possível identificar o sentimento de cada colaborador, o que impacta na sua produtividade e pensar em alternativas que possam melhorar sua experiência dentro da instituição.

São várias as vantagens para implementar o People Analytics e ter uma boa gestão por competências na companhia, contudo, é fundamental entender que primeiro é preciso identificar quais são os problemas enfrentados pela empresa e qual a ordem de relevância de cada desafio.

A metodologia do People Analytics ajuda na gestão por competências, por meio de um plano estratégico com diversas ações e dados. O envolvimento de todos os colaboradores é essencial para alavancar os resultados da empresa.

Ficou interessado em saber mais sobre como a gestão por competências pode elevar o nível da sua companhia em todos os sentidos? Neste artigo aprofundamos neste assunto e explicamos como você pode aplicar esse método.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of