PDL: saiba como a Sólides desenvolve seus líderes e aprenda a implementar

Tempo de leitura: 12 minutos

PDL, ou programa de desenvolvimento de lideranças, é um conjunto de vários processos que visam melhorar as habilidades e competências dos gestores e líderes de uma organização.

Os líderes carregam importantes responsabilidades dentro da empresa. Entre elas está a missão de motivar, engajar e até mesmo reter os colaboradores. 

Por conta disso, iniciar um programa de desenvolvimento de lideranças é a ferramenta certa para garantir que esses profissionais estejam sempre alinhados com a cultura da empresa e conquistem resultados mais eficientes.

Com o objetivo de compartilhar com você as melhores estratégias para a sua empresa, neste artigo vamos falar sobre o programa de desenvolvimento de lideranças implementado pelo time de Gente e Cultura da Sólides.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Ao longo de 2021, o PDL proporcionou diversas capacitações e treinamentos para os líderes solidianos, uma estratégia que já mostra bons resultados.

Vamos explicar como funciona esse tipo de planejamento, quais as suas vantagens e como implementar. Confira!

Veja também: ebook gratuito Desenvolvimento de lideranças: invista numa equipe de sucesso!

O que é um programa de desenvolvimento de lideranças?

Um programa de desenvolvimento de lideranças, também conhecido como PDL, é um conjunto de vários processos que visam melhorar as habilidades e competências dos gestores e líderes de uma organização.

Seu objetivo é fortalecer a cultura de liderança em todas as equipes e garantir que os líderes estejam alinhados com os valores e a cultura organizacional, sendo modelos de comportamento para os demais.

O PDL começa como um programa a ser implementado, mas se torna um processo contínuo de treinamento e desenvolvimento, buscando manter os gestores sempre atualizados e preparados para diferentes demandas que possam surgir.

Um exemplo são os impactos da pandemia do coronavírus. Esse evento gerou novas necessidades de treinamentos, preparando as lideranças para lidar com a saúde mental e o adoecimento dos colaboradores por conta do cenário, além da gestão de pessoas à distância.

Qual a importância do PDL?

O programa de desenvolvimento de lideranças não reflete apenas no desenvolvimento profissional dos gestores, mas também na empresa como um todo. Nesse sentido, os primeiros resultados podem ser sentidos na mudança de comportamento e no engajamento dos liderados.

Dessa forma, o PDL pode proporcionar melhores experiências à equipe, por meio de lideranças mais preparadas para gerir com o capital humano, o que resulta em uma imagem mais positiva da marca como empregadora.

A seguir, vamos abordar melhor os benefícios e impactos da estratégia na organização.

Proporciona melhores resultados para a empresa

Líderes bem treinados conseguem orientar e motivar os colaboradores de forma que eles realizem um trabalho mais eficiente e otimizado. Como consequência, a companhia consegue melhores entregas e resultados, garantindo um maior desempenho financeiro, inclusive.

Garante mais atratividade e retenção de talentos

Lideranças bem capacitadas também favorecem o clima organizacional, trazendo mais engajamento e qualificação para os colaboradores e garantindo que eles vistam a camisa da empresa e se engajem de forma mais efetiva.

Como reflexo das ações, podemos notar uma melhora no employer branding e na atratividade da empresa como empregadora, além de redução nos índices de turnover e melhora na retenção dos talentos.

Melhora a comunicação interna

Com uma cultura bem alinhada e líderes treinados, é possível garantir uma comunicação interna muito mais eficiente, trazendo transparência nas ações e proporcionando um ambiente colaborativo e integrado.

Fortalece a cultura organizacional

A ideia é que o PDL seja elaborado com base na cultura organizacional, desenvolvendo as lideranças nas competências e valores que a empresa considera seus principais pilares. 

Dessa forma, o programa possibilita que todos os líderes entendam e valorizem essa cultura e repliquem para seus liderados, fortalecendo-a.

Reduz custos

Por fim, é importante ressaltar que líderes despreparados podem trazer prejuízos, inclusive financeiros, para a empresa. 

Isso porque, decisões erradas elevam os índices de turnover, diminui o engajamento e a produtividade dos colaboradores, levando até a um maior número de erros e refações.

Assim, investir no desenvolvimento das lideranças é uma excelente forma de garantir mais rentabilidade ao negócio e reduzir gastos desnecessários, tanto de recursos financeiros quanto de tempo.

Como a Sólides implementou seu programa de desenvolvimento de lideranças?

A Sólides entende que liderança é ação, é fazer a diferença

Com base nessa ideologia, nosso time de Gente e Cultura, a partir de pesquisas internas, identificou a necessidade de lançar um Programa de Desenvolvimento de Lideranças para garantir a capacitação da gestão.

Ao longo do ano de 2021, foram realizados treinamentos e ações de desenvolvimento baseados em um programa elaborado com muita dedicação

No 1º semestre, foram implementados 5 módulos. Aconteceram encontros destinados a capacitar as lideranças sobre como lidar com a saúde e o adoecimento mental no trabalho, resultantes do impacto da pandemia.

Já para o 2º semestre, o time elaborou 4 outros módulos, compostos por treinamentos que englobam diferentes aspectos da liderança, como:

  • autoconhecimento e seu reflexo no outro;
  • compreensão do papel do líder;
  • o impacto da comunicação consciente e inconsciente nos perfis;
  • comunicação assertiva;
  • diferentes formas de pensar e agir;
  • importância e constância na gestão de desempenho;
  •  feedback;
  • necessidades humanas e sua associação com resultados.

Além disso, são trabalhados também pontos voltados ao negócio, como o mundo HR, gestão, desempenho e entregas.

Segundo Juliana Milhorato, analista sênior de Treinamento e integrante da equipe que conduz o Programa de Desenvolvimento de Lideranças da Sólides, o projeto é essencial, uma vez que são os líderes os responsáveis por fazer com que a estratégia da alta gestão chegue em todas as camadas da organização.

“O líder é como um maestro e a sua condução determina os rumos que a empresa vai tomar.” Além disso, Milhorato afirma que são eles quem estão no dia a dia com os colaboradores, sendo os maiores responsáveis pela motivação, clima organizacional, desenvolvimento da equipe e outros processos indispensáveis para o alcance de resultados.

Dessa forma, a analista de Treinamento ressalta que desenvolver lideranças é primordial para que haja um alinhamento entre o que a organização deseja e a forma de percorrer esse caminho

O que dizem os participantes do PDL Sólides

O programa continua em andamento e os resultados positivos já são realidade.

Juliana Volotão, coordenadora de Sucesso do Cliente, avalia, entre seus principais aprendizados, a compreensão sobre o que a organização espera dela, quais devem ser seus objetivos como líder no próximo ano e os pontos fortes e fracos da equipe. “O PDL tem sido incrível! E é ótimo manter esses encontros periódicos”.

Já para Ana Carla Morais, gerente Comercial, o aprendizado de maior destaque foi o alinhamento de expectativas da alta diretoria em relação a liderança. Ana Carla afirma que o Programa de Liderança da Sólides tem sido muito importante para o desenvolvimento pessoal dos líderes e dos times e tem ajudado a sanar os gaps de comunicação. 

Como elaborar o seu programa de desenvolvimento de lideranças?

Embora o programa de desenvolvimento de liderança nas organizações seja uma política contínua, ele precisa de um pontapé inicial para que as ações sejam colocadas em prática. 

Mas como fazer isso? A seguir, listamos algumas dicas para você desenvolver o seu próprio PDL.

Crie um planejamento inicial

O primeiro passo para a elaboração do PDL é realizar o planejamento do programa. 

Para isso, é importante mapear os objetivos da organização a médio e longo prazo, avaliando os perfis de profissionais que são necessários para que esses objetivos sejam alcançados.

Além disso, é preciso elaborar um programa de comunicação para informar os gestores sobre o processo que está sendo feito, quais ações serão implementadas, qual a sua importância e quais resultados são esperados.

Defina os perfis de lideranças

A ideia do PDL é, justamente, desenvolver habilidades e competências importantes para tornar as lideranças mais eficientes e alinhadas com a cultura organizacional. 

Dessa forma, é importante que o RH entenda quais perfis de liderança presentes na organização e quais habilidades se esperam desses líderes.

O ideal é estruturar uma lista com as competências necessárias em cada departamento e realizar um mapeamento de perfil comportamental dos atuais líderes, entendendo quais já contam com as habilidades necessárias e quais precisam de ser desenvolvidas.

Além disso, vale a pena criar uma lista de colaboradores potenciais, que contam com as habilidades necessárias para se tornarem líderes no futuro.

banner para baixar ebook sobre Perfil Comportamental o guia completo para sua carreira e gestão com imagem de blocos empilhados e aprender mais sobre PDL

Considere os perfis comportamentais

A gestão comportamental é uma ferramenta muito importante na hora de criar o seu programa de desenvolvimento de líderes. 

Com base na metodologia DISC, é possível identificar os profissionais em 4 perfis principais: executor, comunicador, planejador e analista.

Cada um dos perfis têm estilos de liderança distintos que podem ser melhor aproveitados em diferentes contextos. 

Assim, conhecer profundamente os profissionais que você vai desenvolver é um passo importante para traçar os tipos de treinamentos utilizados e a abordagem.

Identifique as lacunas

Além de conhecer os líderes, é preciso, também, entender as deficiências da empresa e quais pontos precisam de uma maior atenção

Para isso, considere o que a organização espera das lideranças e quais resultados precisam ser entregues em curto, médio e longo prazo.

Esse processo de identificar pontos de melhoria pode ser feito, inclusive, com a ajuda dos colaboradores, por meio de pesquisas de clima, avaliações de desempenho 360º e feedbacks sobre as lideranças.

Crie um programa piloto

Antes de investir em um programa completo de desenvolvimento, é possível criar um piloto, testando capacitações e treinamentos, por exemplo, em um único departamento e avaliando os resultados dessa ação.

Nesse caso, é válido criar um cronograma detalhando os objetivos da ação, como será feito o desenvolvimento, quais serão os treinamentos aplicados e como os profissionais serão avaliados.

Vale lembrar que o PDL é uma estratégia de desenvolvimento contínua, mas que também pode ser utilizada em ações pontuais, ajudando a suprir demandas específicas e desenvolvendo potencialidades necessárias para uma boa gestão dos colaboradores.

Avalie os resultados

O programa de desenvolvimento de líderes não termina com a sua aplicação. Depois de implementado, é preciso que os resultados e a performance dos gestores sejam avaliados. 

Assim, é válido criar um cronograma de avaliação com visão 360º do trabalho executado.

Além disso, é preciso acompanhar de perto esses profissionais traçando, se necessário, programas de desenvolvimento individuais para ajudar em competências específicas.

Vale lembrar que os líderes também precisam de ações para se manterem engajados e motivados. 

Por isso, o RH deve fomentar estratégias de reconhecimento e valorização, mostrando a esses profissionais que seu desenvolvimento está gerando frutos e alcançando as expectativas da companhia.

Como o PDL é um processo contínuo, caso seus resultados se mostrem insuficientes, vale a pena revisar o programa, realizando alterações e incluindo novas necessidades conforme as mudanças de mercado.

A tecnologia como aliada também no desenvolvimento

Utilizar a tecnologia pode ser uma excelente alternativa para ajudar o RH na hora de estruturar seu programa de desenvolvimento de lideranças, promovendo treinamentos muito mais direcionados e eficientes.

As avaliações de desempenho, por exemplo, ajudam a avaliar a performance dos profissionais e entender os pontos que precisam de melhorias e devem ser trabalhados com maior foco.

Além disso, com uma ferramenta de mapeamento comportamental, como o Profiler, é possível identificar o perfil dos líderes para criar um programa que faça sentido com cada um.

Essas e outras funcionalidades importantes podem ser encontradas na plataforma completa de gestão de RH da Sólides, que oferece soluções inteligentes com base nos perfis comportamentais e no People Analytics, unindo tecnologia de ponta, inteligência artificial e análise de dados para uma gestão mais assertiva. 

Quer entender como nossa plataforma pode ajudar você na prática? Acesse nosso site e experimente gratuitamente. 

Conclusão

Como vimos, o programa de desenvolvimento de lideranças é aplicado pelas empresas com o intuito de melhorar habilidades e competências para tornar a gestão de colaboradores mais eficiente e empática.

Ainda, que para colocá-lo em ação, é importante entender quais os pontos a se desenvolver nas lideranças e quais habilidades precisam ser alinhadas de acordo com a cultura organizacional.

Vale também apostar em temas atuais para garantir que os líderes se mantenham atualizados e adaptem sua gestão de acordo com a realidade. 

Quer entender melhor quais são as competências de um bom líder e como desenvolver lideranças de forma eficiente? Baixe nosso material gratuito e tire todas as dúvidas sobre o assunto

Veja também:

5 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments