5 passos para implementar a gestão por competências

Tempo de leitura: 6 minutos

Em um cenário empresarial cada vez mais competitivo, as organizações precisam se superar constantemente para atingir metas cada vez mais rigorosas. E, com o passar do tempo, as empresas começaram a perceber que investir na capacitação e na qualificação de seus colaboradores resultaria, de alguma forma, na melhoria da produção e na conquista de resultados. Essa é a premissa para a gestão por competências!

Esse investimento em capacitação e em qualificação tem ligação direta com a gestão por competências em uma organização. Mas você sabe por que?

Nesse artigo vamos falar sobre o tema e mostrar os principais benefícios para empresa quando ela desenvolve a gestão por competências corretamente. Ainda, listamos um passo a passo para que o gestor possa implementar essa estratégia e gerar resultados. Vamos lá?

O que é a gestão por competência?

Antes de entrarmos no tema, é importante destacar o significado de competência. O conceito é bastante simples, como você verá a seguir. 

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

No dicionário, a palavra “competência” significa a capacidade de realizar algo de modo satisfatório. Ou ainda, o conjunto de conhecimentos, capacitações e habilidades. É justamente essa última definição que interessa para a gestão de pessoas, pois no ambiente empresarial, a competência é entendida como o conjunto de habilidades compatíveis para a realização de uma tarefa específica. 

Na prática, a competência tem relação com a capacidade de entrega de um profissional ou o quanto ele pode oferecer à organização a partir do conjunto de suas habilidades, capacitações e conhecimentos

Mas, antes de seguir a leitura é importante saber a diferença entre gestão por competências e gestão por desempenho. Para isso, recomendamos a leitura do artigo no qual explicamos direitinho a distinção entre os termos. Agora, que tal definirmos o que é gestão por competências?

A gestão por competências é a capacidade que o analista de RH precisa ter para extrair o melhor aproveitamento dos profissionais da empresa, gerando retorno positivo para organização. A estratégia consiste em identificar e administrar o capital humano e os recursos disponíveis. 

Em resumo, o grande desafio da gestão por competências está em descobrir e reter os talentos da empresa, gerir pessoal e engajar os profissionais para que se sintam motivados. 

Uma dica para analisar as competências individuais relacionadas à gestão por competências é a sigla CHA:

  • Conhecimento: o que e por que algo deve ser feito;
  • Habilidade: como fazer o que deve ser feito;
  • Atitude: ter vontade e determinação para fazer o que deve ser feito. 

Quais os benefícios desse modelo de gestão?

Como toda estratégia, a gestão por competências precisa ser bem implementada na organização para criar resultados positivos. Quando essa implementação acontece de forma adequada, percebemos o desenvolvimento dos profissionais e a otimização dos recursos investidos na capacitação das equipes. 

Portanto, uma coisa está atrelada à outra. Colaboradores bem aproveitados em suas competências geram resultados. E profissionais com espaço para demonstrar suas habilidades têm possibilidade de crescimento. No fim das contas, é uma via de mão dupla que traz benefícios para a empresa e para o colaborador. Confira alguns benefícios proporcionados pelo modelo de gestão por competências:

  • Recrutamento mais efetivos;
  • Diminuição de gastos;
  • Melhor clima organizacional;
  • Melhores resultados. 

Mas como implementar a gestão por competências de forma coerente e correta na empresa? É o que você verá a partir de agora com dicas práticas e eficientes. Acompanhe nosso passo a passo.

Qual o Passo a passo para implementar?

1. Promova espaço para troca de ideias como reuniões e brainstorms

A realização de reuniões proporciona o ambiente ideal para identificar competências já existentes na equipe ou mapear aquelas que a empresa precisa desenvolver. Para isso, utilize alguma metodologia específica, como a SWOT, com base na visão e nos valores da organização para definir a estratégia da empresa com mais clareza. 

2. Alinhe competências com cargos e funções

Depois de mapear as competências dos integrantes de cada equipe, procure alocar os profissionais em segmentos de acordo com suas aptidões. O objetivo é identificar as competências de cada um com as necessidades do cargo ou função. Dessa maneira, o gestor pode estabelecer perfis-chave para a empresa e os recursos humanos funcionarão como uma engrenagem perfeita. Aliás, a identificação de competências pode ser feita já nos processos de recrutamento e seleção para atender às exigências de cada cargo. 

3. Faça avaliações periódicas

Os colaboradores estão sempre em constante aprendizado. E habilidades e competências podem ser desenvolvidas ou lapidadas. Por isso, é fundamental que o gestor de RH faça avaliações periódicas para conhecer e identificar as potencialidades das equipes. Em uma dessas ocasiões é possível descobrir um colaborador que esteja apto a desempenhar novas funções, por exemplo. 

As avaliações também são importantes pois permitem que o analista de RH possa identificar as deficiências de cada um. Essas informações são úteis na hora do recrutamento e da seleção. Assim, o setor de recursos humanos pode verificar quem tem o perfil mais adequado para cada cargo ou função. 

4. Promova treinamentos e capacitações

Outra estratégia interessante para implementar a gestão por competências na sua empresa é promover treinamentos e ações que busquem desenvolver ainda mais os colaboradores. A partir das avaliações constantes das competências de cada um, a gestão de pessoas tem condições de ajustar as habilidades dos colaboradores de maneira adequada às demandas da organização. 

5. Defina ações

Por último – mas não menos importante – defina ações para fazer uma boa gestão de competências. É preciso colocar em prática tudo o que conseguiu apurar. Afinal, de nada adianta fazer reuniões para fortalecer o diálogo, alinhar as habilidades de cada um com as necessidades dos cargos, avaliar periodicamente o clima organizacional e promover capacitações, se tudo isso não for utilizado para a tomada de decisões. 

É fundamental definir e promover ações que atendam às necessidades encontradas. A gestão por competências implica em medidas efetivas, desde as mais simples, como a realocação de um colaborador, quanto as mais complexas, como a aquisição de tecnologia específica para a empresa. 

Por isso, além das ações práticas identificadas acima, tenha sempre como prática ouvir o feedback dos colaboradores e passar a eles o feedback da gestão de pessoas. 

E então, ficou claro o que é a gestão por competências e como ela pode ser implementada na empresa? Aproveite a sua visita para conhecer a avaliação por competência e como ela pode ser realizada desde o processo de recrutamento e seleção!

4.5 2 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fernanda
Fernanda
11 meses atrás

Gostei bastante

Giuliano Sales
Admin
11 meses atrás
Reply to  Fernanda

Ei, Fernanda. Tudo bem?
Ficamos muito felizes com o seu feedback. Esperamos conseguir te satisfazer também em nossas outras produções.
Não deixe de nos acompanhar! 🙂