Conheça 5 tipos de absenteísmo que afetam a sua empresa

Tempo de leitura: 6 minutos

Você já ouviu falar na palavra absenteísmo, né? Mas sabe o que ela significa? Existem diferentes tipos de absenteísmo que afetam o cotidiano das empresas.

Esse termo significa a falta de assiduidade de um colaborador no trabalho ou em suas obrigações. Seja ela por ausência ou atraso de horário. Em algumas situações, o profissional pode se ausentar por causa de doenças ou motivos pessoais.

Isso impacta diretamente na produtividade e nos resultados de uma organização. Afinal, o absenteísmo eleva os custos e prejudica a qualidade do trabalho. Por isso, a falta ao emprego é um motivo de grande preocupação dentro das instituições. Os gestores precisam conhecer melhor o tema e buscar soluções que minimizem o índice de absenteísmo.

Se você ainda não entende muito sobre o assunto, continue acompanhando o nosso post. Vamos mostrar os tipos de absenteísmo, falar sobre presenteísmo, suas taxas e indicadores de clima organizacional para ajudar sua empresa a alavancar os lucros. Boa leitura!

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Os 5 tipos de absenteísmo

Quem trabalha com gestão está acostumado a enfrentar problemas com absenteísmo. Atrasos, imprevistos, problemas pessoais e outras questões podem levar um colaborador faltar de serviço. Com isso, a produtividade de um dia pode ser afetada por causa de um profissional.

Sabemos que é normal uma pessoa não conseguir cumprir o seu dia de trabalho em alguns momentos. Afinal, incidentes acontecem constantemente. No entanto, o problema do absenteísmo pode se tornar uma epidemia empresarial, afetando o clima organizacional de uma instituição.

Por isso, é importante saber identificar quando essa situação está acontecendo e suas principais causas. Dessa maneira, você conseguirá evitar o absenteísmo em sua organização. Veja os tipos de absenteísmo existentes:

  • voluntário, quando o colaborador não justifica a ausência;
  • por motivo de doença;
  • por razão onde o profissional passa um período ausente por causa de acidente de trabalho ou doença ocupacional;
  • por questões legais;
  • compulsório, quando o profissional, por qualquer motivo, não consegue chegar até o local de trabalho.

Esses tipos de absenteísmo podem ser gerados por vários motivos. Para evitar essa situação, é importante medir os indicadores de clima organizacional para sentir como está o sentimento do colaborador com o seu local de trabalho.

Assim, é possível prevenir situações de falta. Os principais motivos que geram absenteísmo são:

1. Doenças e problemas de saúde

As questões de saúde existem e podem acontecer a qualquer momento. No entanto, muitas vezes, o ambiente corporativo é responsável por elas aparecerem.

Por isso, reflita como anda a estrutura da sua empresa e veja se o clima está propício ou não para que os seus colaboradores adoeçam. Se necessário, mude a organização da sua instituição e evite esse tipo de absenteísmo.

2. Motivação e engajamento

O sonho de todo gestor é ter uma equipe determinada e a falta de motivação pode afetar a produtividade e fazer com que o colaborador passe a não ir ao trabalho.

Para evitar esse tipo de absenteísmo, dialogue com a sua equipe sempre e, se necessário, tenha uma boa conversa com aquele profissional que está para baixo. Assim você descobre os reais motivos da falta de engajamento e pode prevenir essa situação.

3. Baixa expectativa

Profissionais visionários desejam crescimento em sua área e se percebem que o local no qual atuam não proporciona isso a eles, acabam perdendo o interesse em continuar na empresa. Isso gera absenteísmo!

Por isso, tenha em sua política de negócio um plano de carreira para os seus colaboradores e motive-os.

4. Estresse

O mal do século é o estresse e ele está no topo da lista dos tipos de absenteísmo. No entanto, vale ressaltar que nenhum colaborador fica estressado sozinho, isso implica uma série de fatores e situações.

Pode ser por algo dentro da própria empresa, por isso, é sempre muito importante manter o diálogo entre gestores e equipe.

5. Depressão

Em seguida do estresse, encontramos a depressão, sendo essa uma condição quando o colaborador já está totalmente desmotivado. Algumas vezes, os sinais de um profissional nessa situação são ignorados.

Uma pessoa nessa condição fica, muitas vezes, até sem vontade de sair da cama. É importante que a empresa seja solidária e demonstre sempre interesse em ajudar.

Os impactos do absenteísmo em uma empresa

Os impactos do absenteísmo em uma organização não são favoráveis. O sucesso de uma empresa depende do quanto seus motivados estão dispostos a vestir sua camisa e alcançar excelentes resultados.

Quando não existe esse engajamento, alguns impactos são vistos quase que instantâneos. São eles:

  • uma equipe sem sintonia;
  • produtividade em baixa;
  • grande rotatividade de colaboradores;
  • aumentos de custos com demissões e contratações;
  • queda nos lucros;
  • resultados negativos ou abaixo do esperado.

Vale ressaltar que o índice de absenteísmo de uma empresa está diretamente ligado a saúde dos seus colaboradores, seja ela física ou mental. Por isso, é importante que a organização tenha estratégias para que os seus profissionais tenham uma mente sadia.

Nesse caso, é importante rever a política da empresa, as normas e pensar em benefícios para os colaboradores. Algumas sugestões são tempo para ginástica laboral ou pensar em atividades que deixe os profissionais alegres e relaxados.

Dessa maneira, a gestão combaterá o absenteísmo da sua organização e aumentará a motivação dos seus colaboradores. Algumas ações são de extrema importância para manter a frequência dos seus profissionais, como:

  • ter uma cultura sólida;
  • estabelecer um plano de carreira;
  • não acumular funções em um colaborador;
  • motivar sempre a sua equipe;
  • ter uma comunicação eficaz.

As formas de evitar o presenteísmo

Outro tipo de situação que você deve evitar em sua organização é o presenteísmo. Ou seja, quando o colaborador está no local de trabalho somente de corpo presente, pois os seus pensamentos estão voltados para outras questões.

Da mesma forma que se evita o absenteísmo é possível prevenir o presenteísmo de uma empresa. Por isso, invista da qualidade de vida corporativa de seus profissionais! Você terá uma equipe que sempre vai vestir a camisa da sua empresa e estarão cada vez mais motivados.

Para saber como ter uma equipe motivada, aproveite a sua visita para ler nosso conteúdos sobre “Como ter um RH valorizado e focado em objetivos.


2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] Este termo significa a ausência do colaborador. Ele pode faltar por motivos de saúde e psicológicos, problemas pessoais, insatisfação com o trabalho, advertência ou mesmo faltas injustificadas. Os atrasos constantes também são exemplos de absenteísmo.  […]

trackback

[…] operacionais, além de índices como acidentes, absenteísmo, férias e licenças e outros. O absenteísmo, por sinal, é outra das importantes métricas na área de produtividade – já vimos esse índice […]