Os principais passos para construir um time de sucesso

Tempo de leitura: 12 minutos

Tão importante quanto saber executar as tarefas do seu negócio é delegá-las para pessoas competentes, garantindo que os serviços serão prestados sempre com o mesmo padrão de qualidade.

Sabemos que é humanamente impossível para um empreendedor controlar cada processo da sua empresa de perto, principalmente quando o negócio começa a ganhar dimensões maiores. Por isso, construir um time de sucesso é prioridade de um bom líder.

Além disso, há muitas pessoas qualificadas buscando uma oportunidade para fazerem parte de uma equipe de excelência. Dentre as principais características desse tipo de profissional, podemos destacar o foco em resultados, a atualização constante por meio de treinamentos, cursos e capacitação pessoal e profissional, bem como a capacidade de trabalhar em um projeto em médio e longo prazo.

No entanto, para atrair candidatos do topo da escala de qualidade, a empresa precisa estar preparada para oferecer condições para o pleno desenvolvimento de seus colaboradores, além de trabalhar sua motivação e promover a qualificação constante de seu time.

Aqui você verá o passo a passo da construção dessas condições, conhecendo tudo o que as equipes de sucesso buscam e precisam para continuarem executando seu trabalho com máxima qualidade e engajamento.

Esse caminho requer estratégias que incluem desde a divulgação das vagas até as ações de comunicação interna e gestão de conflitos. Veja tudo isso e mais nos próximos tópicos!

Divulgar a vaga de forma criativa

Com a diversidade de ferramentas e canais de divulgação de vagas que existe hoje, é possível buscar soluções mais criativas para atingir um público diferenciado, engajando-o desde o primeiro contato com a empresa.

Com efeito, a primeira impressão que criamos sobre determinada realidade é difícil de ser esquecida, portanto, todo cuidado é pouco na hora de vincular a sua marca em veículos de divulgação, bem como divulgá-la externamente.

No mundo dos negócios, muitas vezes, não há segundas chances, por isso, é preciso fugir de ações sem planejamento, que pareçam amadoras. Na hora de divulgar as vagas da sua empresa de maneira criativa, leve em conta os seguintes aspectos:

Valor da empresa

Você não sairia colando um anúncio de vaga na sua empresa nos postes da cidade, não é mesmo? E por que não? A resposta é: porque isso desvalorizaria empresa, cargo, candidatos e equipe como um todo.

Ao escolher a maneira pela qual uma vaga será divulgada, é preciso ter a consciência de que quantidade não é o mesmo que qualidade. Hoje, a segmentação de público vem sendo amplamente utilizada, consolidando-se como uma tendência que veio para ficar.

Tendo isso em vista, ao selecionar o perfil de candidatos para o cargo, é necessário adequar planejamento, descrição e divulgação a esses mesmos critérios, tornando a ação coerente e aumentando as chances de fazer uma contratação adequada.

Conteúdo relevante

As vagas precisam ter uma descrição que revele de fato o que a empresa busca dos seus candidatos. Além disso, não se pode poupar informações que serão relevantes para se avaliar a compatibilidade com exigências e requisitos desejáveis.

No geral, existem informações básicas que não podem faltar em uma boa descrição. São elas:

  • atribuições do cargo;
  • área e nível de formação;
  • habilidades desejáveis;
  • jornada de trabalho;
  • endereço;
  • remuneração;
  • nível de experiência; e
  • contato da empresa.

Porém, a empresa que quer criar um vínculo imediato com o seu candidato pode adotar uma linguagem mais informal para se dirigir ao público. A plataforma trampos.co constatou que empresas que criam descrições de vaga mais divertidas e inovadoras costumam ter mais candidaturas que as demais. Veja alguns exemplos bem criativos neste artigo.

Canais de divulgação

Finalmente, planejado o perfil do candidato e executada a descrição, é preciso buscar um canal para divulgá-la. Essa escolha é tão importante quanto todas as outras etapas e requer também uma adequação em relação ao tipo da vaga, estilo de linguagem e público que terá acesso àquele canal.

Sites com uma roupagem formal, linguagem mais engessada e bastante técnica não são escolhas interessantes para colocar, por exemplo, um anúncio divertido e criativo de uma vaga, voltado para pessoas com um perfil mais descontraído.

O que as empresas têm feito ultimamente é divulgar no seu próprio site, em suas páginas nas redes sociais, nas plataformas com público segmentado, grupos e comunidades específicas, otimizando o processo seletivo com a internet. Além da divulgação online, existem também os métodos tradicionais, como a divulgação em faculdades, cursos e locais onde estão os candidatos com o perfil desejado, assim como anúncios de jornais.

Por exemplo, se a sua vaga exige conhecimento avançado em francês, pode ser interessante divulgar em locais que ofereçam o curso, e assim ocorre com diversas outras habilidades e exigências.

Criar um propósito que envolva toda equipe

Pessoas são movidas por propósitos. Por isso, negócios também precisam ter o seu, pois é ele que dará sentido ao trabalho da equipe. Contratar grandes talentos e pessoas motivadas é a primeira tarefa, mas mantê-las engajadas é uma missão constante e que requer uma base sólida de objetivos.

Primeiramente, a empresa deve adotar uma postura transparente com seus colaboradores, deixando bem claro aonde deseja chegar e, dessa forma, o que gostaria que eles alcançassem para isso. Somado a isso, para ter um time de sucesso, a lógica do lucro precisa ser abandonada em prol de uma visão mais complexa, a qual não tira a importância da lucratividade, mas entende que ela é resultado de um trabalho de qualidade.

Portanto, em vez de o foco estar apenas em ganhos, o negócio precisa trabalhar com a valorização do desempenho e do feedback externo. Isto é, o impacto que as ações da empresa estão gerando interna e externamente passa a ser monitorado e constantemente aperfeiçoado.

Para envolver a equipe com os objetivos da empresa e mantê-los motivados, existem ações importantes nas quais se deve investir. Acompanhe e veja quais são elas!

Fazer treinamentos constantes

O treinamento não é só uma ferramenta de aprendizado, pois além de promover o conhecimento e a capacitação técnica, tem o poder de motivar colaboradores e ampliar suas perspectivas no trabalho. Em países onde há um alto índice de produtividade, há muito investimento em treinamento e desenvolvimento, sendo uma prática internalizada na cultura das organizações.

Divulgar claramente os objetivos e metas

A transparência, como foi dito em um momento anterior, é essencial para criar uma dinâmica de trabalho diferenciada. Pautar as relações internas por uma abordagem mais democrática, em que todos têm direito de participar e contribuir com as decisões, dentro de suas funções, é garantir um ambiente com maior responsabilização por parte da equipe.

Valorizar a participação de todos

Além do valor pela opinião do colaborador e o respeito por ele como um ser dotado de inteligência, valores, história e experiências singulares, o reconhecimento ligado diretamente ao desempenho é necessário para que a qualidade do trabalho seja contínua.

Uma equipe valorizada não tem medo de destacar o potencial de seus parceiros de trabalho, pois a segurança em relação ao próprio papel traz a capacidade de enxergar o outro, não como uma ameaça, mas como alguém importante para os resultados.

Delegar de forma inteligente

Delegar de forma inteligente é mais do que conhecer a capacidade da sua equipe. De fato, é uma maneira de também estimulá-la com desafios que tragam crescimento e novas habilidades.

Nesse sentido, o desenvolvimento de colaboradores deve ser integral. Afinal, o mundo contemporâneo tem como característica a multifuncionalidade e, por isso, uma boa liderança consiste em incentivar as equipes a saírem da zona de conforto.

É importante ressaltar que, equivocadamente, muitos podem achar que delegar corretamente é dar sempre a mesma atribuição para aqueles que se garantem em determinada área. No entanto, além de não enriquecer o capital intelectual, essa prática cria uma equipe com papéis cristalizados e pouca criatividade.

Alinhar a comunicação com o time

Sabe aquela expressão que pessoas que se relacionam muito bem costumam usar, a famosa “a gente se entende”? Bom, sendo brincadeira ou não, se entender com a equipe de trabalho é requisito mínimo para um resultado de qualidade. Sem dúvida, grande parte dos equívocos em tarefas se dá por conta de falhas na comunicação.

Portanto, para evitar que isso ocorra com seu time e, mais do que isso, para sua equipe ter um alto nível de sinergia, veja os pontos que merecem uma atenção especial.

Otimizar os canais de comunicação da empresa

Investir em canais de comunicação é importante, mas, além desse investimento, é preciso aprender a utilizá-los de forma eficiente. Alguns recursos mais modernos de comunicação interna disponibilizam diversas funções dinâmicas, porém, se forem utilizados sempre da mesma forma, não adianta ser tão inovador assim.

Pequenas mudanças fazem a diferença no processo de comunicação e é preciso criar um esforço para não torná-la monótona, formal em excesso ou até mesmo invasiva. Cuidados com a linguagem, conteúdo e frequência também fazem parte dessa ação.

Incentivar feedbacks

Os feedbacks são vitais para o colaborador ter consciência do seu desempenho, pois o olhar de fora sempre traz observações que a própria pessoa não é capaz de enxergar sozinha. É bom destacar nesse aspecto que o feedback não deve ser só negativo, pois chegará um momento em que não terá mais efeito, já que o colaborador não se sentirá valorizado quando acerta.

Valorize as reuniões

Embora nem todos gostem de reuniões, elas são necessárias eventualmente, ainda que a comunicação entre equipe e líderes seja alinhada e eficiente. A reunião tem uma característica essencial, que é colocar todos juntos e focados nos mesmos assuntos. No geral, servem como um espaço para dividir questionamentos, dificuldades e opiniões diversas, tornando o diálogo mais horizontal e os laços da equipe mais fortes.

Gerenciar problemas ou conflitos

Esse ponto costuma ser o calo de muitos gestores de equipes, uma vez que gerenciar conflitos não é uma tarefa simples. Todavia, uma vez que se adquire a consciência de que a incidência constante de conflitos é resultado de muitos outros fatores que podem estar desencadeando essa tensão, começa-se a criar soluções de maneira global.

É importante destacar que a existência de conflitos não é necessariamente um problema, pois faz parte da convivência em grupo e do choque de opiniões e interesses.

Inclusive, existem autores na Psicologia Social que entendem justamente o contrário. Eles afirmam que a ausência de conflitos é que pode ser um problema, pois podem indicar tanto uma apatia coletiva quanto o autoritarismo de gestores, relações desiguais, medo de mudança e falta de espaço para o diálogo.

O importante diante do conflito é não paralisar, gerando um movimento que transforma as questões em aprendizado e crescimento. Veja abaixo alguns princípios importantes na gestão de conflitos:

  • não adiar os problemas, resolvendo-os o quanto antes;
  • ouvir todas as situações atentamente;
  • promover o diálogo entre os envolvidos;
  • buscar um denominador comum;
  • lidar com frustrações de forma eficiente.

O que todos esses princípios têm em comum é o fato de não ignorar a ocorrência do conflito, nem mesmo tomar partido ou querer encontrar um vencedor. É importante buscar uma decisão justa, porém, o que deve ser incentivado para a equipe continuar trabalhando em harmonia é a empatia entre os envolvidos.

Diante de todo o conteúdo abordado nesse material, é possível ver que a construção de um time de sucesso passa por todos os processos, desde a fase de divulgação da vaga e contratação até o gerenciamento de conflitos internos.

O que líderes devem ter em mente, ao montarem a sua equipe, é que a relação de parceria em um contexto de trabalho consiste em uma série de ações e reações. Muitas vezes, não é possível identificar quando e como elas começaram e, por isso, o esforço deve ser sempre no sentido de buscar o melhor para todos, o que será também o melhor para a empresa.

Sobretudo, um olhar inovador para os negócios requer o abandono de paradigmas e sistemas cristalizados, pois é justamente esse vazio de verdades que abre espaço para a criatividade, a qual foi citada no texto como essencial para um time de sucesso. Portanto, cabe ao gestor dar os primeiros passos rumo à inovação, dando mais autonomia e poder de decisão ao grupo.

Recrutamento, propósito, objetivos, motivação, comunicação, gestão de talentos e conflitos: tudo isso tem um peso no desempenho das equipes de trabalho. O olhar para cada um desses aspectos é o que transformará essa soma em um negócio de sucesso.

ebook_guia_como_montar_excelente_RH_poucos_recursos

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of