Onboarding: conheça os benefícios, os níveis e os desafios desse processo

Confira os benefício do onboarding, os níveis e as dificuldades da aplicação dele, e mais detalhes!
onboarding
Baixe grátis!

Aqui você encontra:

A jornada de um novo colaborador na sua empresa começa com o processo de onboarding. Mais do que mera formalidade, o onboarding eficaz é a chave para integrar o novo talento à cultura da empresa, otimizar sua adaptação às funções e gerar resultados positivos para ambas as partes.

Neste conteúdo completo, você encontra tudo o que precisa para implementar um programa de onboarding de sucesso, desde os benefícios e desafios até as melhores práticas para diferentes cenários de trabalho.

O que é onboarding em RH?

O termo "onboarding", derivado do inglês "to board", significa "embarcar". No contexto empresarial e do RH, o onboarding representa a jornada de integração do novo colaborador à empresa, desde a sua recepção até a sua completa adaptação à cultura, aos processos e às suas responsabilidades.

Quanto tempo dura o processo de onboarding em uma empresa?

O tempo ideal para um processo de onboarding em uma empresa depende de diversos fatores, como:

  • Tamanho da empresa: empresas maiores geralmente possuem processos de onboarding mais longos e complexos, enquanto empresas menores podem ter processos mais rápidos e simples.
  • Complexidade do cargo: cargos mais complexos exigem um período de onboarding mais longo para que o novo colaborador possa se familiarizar com todas as suas responsabilidades.
  • Experiência do colaborador: colaboradores com menos experiência podem precisar de mais tempo para se adaptarem à nova empresa e à cultura organizacional.
  • Cultura da empresa: algumas empresas possuem culturas mais tradicionais e formais, o que pode exigir um processo de onboarding mais longo. Já outras empresas possuem culturas mais informais e descontraídas, o que pode permitir um processo mais rápido.

💡 Em geral, o processo de onboarding pode durar de 3 dias a 3 meses. No entanto, o ideal é que a empresa avalie os fatores mencionados acima e defina o tempo ideal para o seu processo de onboarding.

Algumas dicas para otimizar o tempo do onboarding

  • Crie um plano de onboarding personalizado para cada colaborador.
  • Utilize ferramentas de comunicação e colaboração online para facilitar a integração do novo colaborador.
  • Ofereça treinamento online e presencial para que o novo colaborador possa aprender as habilidades necessárias para o seu cargo.
  • Designe um mentor ou “parceiros” para ajudar o novo colaborador a se adaptar à empresa.
  • Organize atividades de integração para que o novo colaborador possa conhecer seus colegas de trabalho.

Ao seguir estas dicas, as empresas podem otimizar o tempo do onboarding e garantir que os novos colaboradores se integrem rapidamente à empresa e se tornem produtivos o mais rápido possível.

+ de 50 materiais e cursos gratuitos sobre Gestão de Pessoas

Preencha o formulário e receba todos os materiais direto no seu e-mail! 📩

Benefícios do onboarding para empresas e colaboradores

Para a empresa:

  • Redução do turnover: uma integração eficaz diminui a rotatividade de colaboradores, reduzindo custos com recrutamento e treinamento.
  • Aumento da produtividade: a rápida adaptação do novo colaborador o torna produtivo mais rapidamente, gerando resultados positivos para a empresa.
  • Melhoria do clima organizacional: um processo bem estruturado contribui para um ambiente de trabalho mais positivo e acolhedor.
  • Fortalecimento da marca empregadora: uma experiência de onboarding positiva torna a empresa mais atraente para talentos no mercado.

Para o colaborador

  • Maior segurança e confiança: a familiarização com a empresa e suas expectativas gera segurança e confiança no novo colaborador.
  • Motivação e engajamento: um processo de integração positivo aumenta a motivação e o engajamento do colaborador com o seu trabalho.
  • Redução do tempo de adaptação: o onboarding facilita a adaptação do colaborador à rotina de trabalho, diminuindo o tempo de curva de aprendizado.
  • Melhoria da satisfação: uma experiência de onboarding positiva contribui para a satisfação do colaborador com a empresa.
Como ajudar o seu funcionário a produzir mais e melhor?

Quais são os 4 Cs do onboarding?

O modelo dos "Quatro Cs" do onboarding propõe uma estrutura com as etapas do processo de onboarding. Essa metodologia foi criada por Talya Bauer para estruturar o processo de integração de novos colaboradores, dividindo-o em quatro níveis.

1. Conformidade

  • Foco em normas legais, políticas e regulamentos da empresa.
  • Apresentação do código de conduta e dos valores da organização.
  • Treinamento sobre segurança no trabalho e boas práticas.

2. Clarificação

  • Alinhamento das expectativas da empresa com as do colaborador.
  • Apresentação das metas e responsabilidades do cargo.
  • Definição de objetivos de curto e longo prazo.

3. Cultura

  • Imersão na cultura e nos valores da empresa.
  • Apresentação da história da organização e de seus símbolos.
  • Integração com os colegas de trabalho e com a equipe.

4. Conexão

  • Criação de redes de relacionamento na empresa.
  • Apresentação de canais de comunicação e feedback.
  • Oportunidades de participação em atividades sociais e eventos.

Dicas para usar os 4 Cs do onboarding:

  • Defina os objetivos do seu programa de onboarding.
  • Determine os recursos que serão necessários.
  • Crie um cronograma de atividades.
  • Utilize uma variedade de métodos de treinamento, como apresentações, workshops e atividades práticas.
  • Forneça feedback regular aos novos colaboradores.
  • Acompanhe o progresso dos novos colaboradores.

Ao seguir estas dicas, as empresas podem usar os 4 Cs do onboarding para criar um processo de integração positivo e eficaz para todos os envolvidos.

Desafios do onboarding e soluções eficazes

1. Quebra de expectativa

  • Solução: defina expectativas realistas durante o processo seletivo e forneça informações claras sobre a empresa e o cargo.

2. Dificuldade de adaptação

  • Solução: crie um programa de onboarding personalizado que considere as necessidades do novo colaborador.

3. Falta de integração com a equipe

  • Solução: promova atividades de integração entre o novo colaborador e seus colegas de trabalho.

4. Dificuldades no trabalho remoto

  • Solução: utilize ferramentas de comunicação e colaboração online para manter o novo colaborador conectado à equipe.
Onboarding digital: como adotar essa estratégia na sua empresa

Erros para evitar durante o onboarding

Como já vimos até aqui, o onboarding é um processo crucial para a integração de novos colaboradores na empresa. Uma experiência positiva de onboarding pode aumentar a retenção de talentos, a produtividade e a satisfação dos funcionários. No entanto, alguns erros podem prejudicar esse processo e levar a resultados negativos.

A seguir, listei alguns dos principais erros a serem evitados durante o onboarding.

1. Falta de planejamento:

  • Não ter um plano de onboarding definido:

É fundamental ter um plano de onboarding bem estruturado que defina os objetivos, as atividades e o cronograma do processo. Isso garantirá que todos os novos colaboradores recebam a mesma atenção e o processo seja eficiente.

  • Não considerar as necessidades individuais:

Cada colaborador é diferente e tem necessidades específicas. O ideal é personalizar o processo de onboarding para atender às necessidades individuais.

2. Sobrecarga de informações:

  • Apresentar muitas informações de uma só vez:

É importante fornecer informações relevantes aos novos colaboradores, mas é importante evitar sobrecarregá-los com muitas informações de uma só vez. Isso pode ser confuso e desmotivante.

  • Utilizar linguagem complexa ou técnica:

A linguagem utilizada no processo deve ser clara, concisa e fácil de entender. Evite usar termos técnicos ou jargões que o novo colaborador possa não conhecer.

3. Falta de comunicação:

  • Não se comunicar com o novo colaborador antes da sua chegada:

É importante se comunicar com o novo colaborador antes da sua chegada para dar boas-vindas, fornecer informações sobre a empresa e o cargo e responder a qualquer dúvida que ele possa ter.

  • Não fornecer feedback durante o processo:

É importante fornecer feedback regular ao novo colaborador durante o processo para que ele possa se ajustar às expectativas da empresa.

4. Falta de integração:

  • Não apresentar o novo colaborador à equipe:

É importante apresentar o novo colaborador à equipe e ajudá-lo a se integrar ao ambiente de trabalho. Isso o ajudará a se sentir mais confortável e acolhido.

  • Não oferecer oportunidades de socialização:

É importante oferecer oportunidades de socialização para que o novo colaborador possa conhecer seus colegas de trabalho fora do ambiente de trabalho.

5. Falta de acompanhamento:

  • Não acompanhar o progresso do novo colaborador:

É importante acompanhar o progresso do novo colaborador durante o processo de onboarding para identificar se ele está enfrentando dificuldades e fornecer o suporte necessário.

  • Não se preocupar com a retenção de talentos:

Receber os profissionais é apenas o primeiro passo para a retenção de talentos. É importante manter um bom relacionamento com os novos colaboradores após o processo de onboarding para garantir que eles estejam satisfeitos com a empresa.

Ao evitar esses erros, as empresas podem garantir que o processo de onboarding seja positivo e eficaz para todos os envolvidos.

Dicas de como fazer um onboarding realmente eficiente

1. Planejamento

  • Defina os objetivos do seu programa de onboarding.
  • Determine os recursos que serão necessários.
  • Crie um cronograma de atividades.

2. Execução

  • Realize a recepção do novo colaborador de forma cordial e acolhedora.
  • Apresente a empresa, a cultura e os colegas de trabalho.
  • Forneça treinamento sobre os processos e as ferramentas de trabalho.
  • Ofereça suporte e acompanhamento durante o processo de adaptação.

3. Avaliação

  • Monitore o desempenho do programa de onboarding e colete feedback dos colaboradores.
  • Faça ajustes e melhorias contínuas para otimizar o processo.

Muitos detalhes, né? Como vimos nesse conteúdo, o processo de onboarding não se resume a dar boas-vindas aos colaboradores! Ele vai muito além e impacta em todo o negócio. Desde a rotatividade de funcionários, até o engajamento. 

Espero que esse conteúdo tenha sido útil para você! 😉 Se quiser aprender mais e melhorar sua Gestão de Pessoas como um todo, a Sólides preparou um kit com mais de 50 materiais e cursos sobre Gestão de Pessoas. Vale a pena baixar!

Denyze Santos

Tenho formação em Gestão de Recursos Humanos e MBA em Gestão com Pessoas e Psicologia Organizacional, 8 anos de experiência como Gestora de Recursos Humanos em empresas privadas. Em janeiro de 2022 fui reconhecida pelo LinkedIn como TOP VOICES - CARREIRA.
Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima