O que um gestor de RH faz?

Tempo de leitura: 3 minutos

Com a evolução do mercado de trabalho e uma mudança no perfil dos profissionais que estão ingressando no mercado de trabalho, um bom gestor de RH é cada vez mais necessário no meio corporativo.

Com o objetivo de reter, atrair e desenvolver talentos, o gestor de RH atua como um estrategista, coordenando processos, desenvolvendo os colaboradores e mensurando os resultados obtidos.

Pensando no dia a dia do Gestor de RH, listamos algumas atividades que fazem parte do cotidiano deste profissional.

Recrutar profissionais

Quando a empresa tem uma vaga em aberto, cabe ao setor de RH iniciar o processo de recrutamento e seleção. É preciso fazer um desenho cargo ofertado, definido as funções, o salário, o perfil ideal do profissional a ser contratado, alinhando as informaçõe com a realidade do mercado de trabalho e da empresa.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Pode parecer uma tarefa simples e que pode ser executada por qualquer gestor mas não é. Para fazer uma boa escolha é preciso ter um amplo conhecimento da cultura da empresa, dos desafios que o colaborador irá enfrentar e quais são os principais tipos de pressão que a função exige.

Assim, cabe ao profissional de RH encontrar uma pessoa que de fato atenda às necessidades da empresa e ao mesmo tempo, e que o profissional selecionado também tenha seus desejos atendidos.

Treinar e desenvolver

Em um primeiro momento, é preciso realizar a integração do profissional recém contratado, ou seja, apresentar a ele a história da empresa, a estrutura, a cultura.

Com o passar do tempo, o gestor de RH, juntamente com o líder do setor, realiza o desenvolvimento dos colaboradores. Esse é um processo longo, onde o colaborador vai evoluir com o passar do tempo, agregando conhecimento, processos e experiências.

Promover a capacitação da equipe através de treinamentos ou workshops para novos e antigos funcionários é fundamental para oxigenar os processos e aumentar a produtividade. Quando o profissional percebe que a empresa está investindo nele, ele se sente valorizado.

Diminuir o turnover

O turnover, em gestão de pessoas, é o processo de substituir um funcionário por outro. Ele engloba não só as demissões e contratações, como também as aposentadorias, fatalidades, transferências e outras coisas.

Um colaborador que acaba de entrar na empresa precisa de um tempo mínimo de desenvolvimento e treinamento, neste período a produtividade será mais baixa. Assim como, aquele que vai ser desligado ou se aposentar, tem a produtividade reduzida.

Por isso o índice de turnover é um dos mais observados pelo gestor de RH, ele na maioria das vezes define quais serão as políticas adotadas dentro da gestão de pessoas, desde treinamentos até benefícios e programas de retenção de talentos.

Cuidar da clima organizacional

Com a entrada da geração y no mercado de trabalho, percebe-se uma valorização do que é intangível, para motivá-los a seguir em frente na carreira. O que não pode ser medido matematicamente, ganha destaque para aqueles que buscam fazer a gestão de pessoas e aumentar a produtividade.

Por meio da pesquisa de clima, o gestor de RH tem a oportunidade avaliar as situações do ambiente de trabalho e assim descobrir onde quais são os itens a serem melhorados. Ela permite avaliar quais são os fatores internos e externos que estão interferindo na produtividade dos colaboradores, com os dados de equipes é possível mensurar como está a satisfação dos funcionários diante da organização de uma maneira geral.

guia-orientacao-rh


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of