O que preciso saber para me tornar um Business Partner?

Tempo de leitura: 6 minutos

Já faz algum tempo que o RH deixou de ser aquele departamento que tratava de atividades como controle de ponto, admissões e demissões de colaboradores. Com o RH 4.0, surgiram várias áreas de atuação no setor, que busca cada vez mais uma atuação estratégica dentro das organizações. E uma das novas funções que vêm ganhando espaço entre os profissionais de Recursos Humanos é o Business Partner. 

Trata-se de uma função do RH que é imprescindível para o alinhamento da gestão de pessoas e o crescimento do negócio. Porém, o papel do Business Partner ainda gera muitas dúvidas entre as empresas e os profissionais, que ainda sentem uma certa dificuldade em desenhar a engenharia deste cargo. 

Então, se você tem vontade de buscar novas funções na sua área de formação ou tem curiosidade sobre a profissão de Business Partner, não deixe de continuar acompanhando este post!

Afinal, o que faz um Business Partner?

Mesmo tendo se popularizado recentemente, a figura do Business Partner foi idealizada pelo guru em negócios Dave Ulrich, na década de 80, em seu livro Human Resource Champions

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Segundo ele, a função da pessoa que atua nesse cargo é ser uma espécie de consultor interno que transita entre o negócio e a gestão de pessoas, procurando atuar estrategicamente nas soluções e na tomada de decisões para a empresa atingir seu objetivo final. 

Então, é possível pensar: ele é o chefe do RH? A resposta com certeza é “não”!  A atuação do Business Partner está além do propósito burocrático e das rotinas tradicionais do setor de recursos humanos. 

Logo, pense no Business Partner como um elo dentro da empresa, que precisa alinhar as atividades dos profissionais de RH e gestão de um time para que se obtenha harmonia e transparência entre as ações e que elas atendam aos objetivos do negócio. 

Quais qualificações e habilidades um Business Partner precisa ter?

Engana-se quem pensa que para atuar como Business Partner precisa ter formação em RH. Administradores, psicólogos e profissionais de outras áreas podem atuar nessa função, desde que tenham experiência em gestão de pessoas. Além disso, também é importante que a pessoa fale mais de um idioma, entenda de gestão de projetos e técnicas de coaching. 

Afinal, o Business Partner é uma peça-chave em exercer influência sobre o capital humano da organização. Ainda, existem algumas habilidades que esse profissional precisa ter para exercer seu papel com eficiência: 

  • conhecer a fundo o negócio da organização;
  • entender os processos de RH, como recrutamento e seleção;
  • dominar as técnicas de treinamento e desenvolvimento humano;
  • saber trabalhar com indicadores e métricas, transformando-os em dados relevantes para a tomada de decisões.

Qual o perfil comportamental ideal para um Business Partner?

Uma das habilidades essenciais ao Business Partner é ser um bom planejador. Certamente, ele precisa ter esse diferencial para traçar planos que integrem o setor de RH com as demais áreas de atuação da empresa, com o objetivo de gerar impactos positivos para todos.

Além disso, o Business Partner precisa ser um bom executor. Não basta planejar, esse profissional tem que saber tirar esses planos do papel e colocá-los em ação — definindo as  estratégias e passos para concretizá-los.

Quanto ganha um Business Partner?

Segundo uma pesquisa que conta com dados do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web, que computou dados salariais de janeiro a junho de 2020, um Business Partner  recém-formado ganha cerca de R$ 3.342,64 mensais para uma jornada de trabalho de 43h semanais, em média.

Já um profissional concursado recebe, em média, R$ 4.610,22 no mercado de trabalho brasileiro, trabalhando por volta de 42 horas semanais.

Ainda, de acordo com a mesma pesquisa, nas empresas privadas, um Business Partner Júnior ganha, em média, R$ 4.812,59, o nível pleno recebe cerca de R$ 6.413,71, já o Sênior tem uma faixa salarial de R$ 7.376,83 mensais.

Mas o valor médio do piso salarial 2020 para o cargo de Business Partner em todo o Brasil é de R$ 4.168,77, para uma jornada de trabalho de 42 horas por semana. Claro que essa remuneração pode variar de acordo com o tamanho da empresa, ainda, se ele ficará encarregado de uma única unidade ou do gerenciamento de várias filiais.

Como está o mercado para este profissional?

Conforme o mesmo estudo, o cargo de Business Partner teve uma queda na demanda junto ao mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses. No período de janeiro e junho de 2020, houve a diminuição de 47.88% nas contratações formais com carteira assinada para a função em regime integral de trabalho. 

Mesmo que a pesquisa não defina um motivo para a queda, sabemos que o mercado de trabalho se encontra em colapso em diversas áreas, devido à crise econômica ocasionada pelo novo coronavírus. 

Ainda assim, as organizações, em especial as grandes, estão cada vez mais entendendo a necessidade de ter um Business Partner como peça-chave para mostrar seu diferencial no mercado e serem mais assertivas na tomada de decisões. 

Por essa razão, logo que houver uma recuperação econômica, a demanda por esse profissional tende a aumentar, por conta do mercado empresarial cada vez mais competitivo. 

Qual a real importância do Business Partner para a empresa?

Sabemos que o avanço tecnológico está mudando a forma como trabalhamos, não é mesmo? Aplicar o RH 4.0 dentro da organização, muitas vezes, pode ser um desafio, porém, empresas que não se adaptarem a essas novas mudanças, que não são somente tecnológicas, mas também de comportamento, acabarão ficando para trás no mercado. 

Nesse contexto, o Business Partner é o profissional que vai ajudar o RH a ter uma visão panorâmica do negócio, tornando sua atuação ainda mais estratégica e assertiva dentro da empresa. Isso porque, muitas vezes, sozinho, o gestor de RH não consegue obter essa visão mais analítica, por estar ocupado com outras estratégias de gestão de pessoas. 

Portanto, é papel do Business Partner integrar os processos do RH com os outros setores do negócio, proporcionando um melhor desempenho para a empresa e as pessoas. 

Nesse sentido, como as empresas estão colocando as pessoas em primeiro lugar, atualmente, isso mostra seu diferencial no mercado e faz com que o Business Partner seja um profissional-chave, trazendo grandes planos e possibilidades de crescimento a todos os envolvidos no negócio de forma geral.

Além disso, o Business Partner também auxilia na implantação de estratégias, como contratar os talentos com o comportamento que a empresa demanda, melhorar os processos, qualificar colaboradores, aumentando a motivação dos profissionais, para assim, obter melhores resultados.

Agora que você já sabe tudo sobre essa profissão e quer ingressar nessa área, não deixe de aprofundar seu conhecimento em gestão de pessoas acessando nosso conteúdo sobre gestão por competências.

5 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments