Entenda de uma vez o que é Recursos Humanos

Tempo de leitura: 6 minutos

Ainda há muita desorientação no que diz respeito à atuação do profissional de recursos humanos dentro de uma organização. Até mesmo os gestores mais experientes, principalmente de empresas menores, podem confundir o trabalho amplo de uma divisão de RH com o serviço burocrático de departamento pessoal, que é apenas uma pequena parte desse setor. Assim é preciso entender de fato o que é recursos humanos.

Como o próprio nome sugere, os recursos humanos de uma empresa são os indivíduos que a constituem. A produtividade e o consequente sucesso do negócio dependem diretamente do trabalho desempenhado por essas pessoas. O departamento de RH foi criado para cuidar dos trabalhadores, de forma a adaptar seus interesses individuais e profissionais aos interesses corporativos.

Nas últimas décadas, o RH vem passando por transformações constantes. Além da tecnologia, que auxilia em muitos processos, principalmente os que envolvem processamento e armazenamento de dados, o mercado de trabalho está se tornando mais humanizado. Com uma consciência corporativa voltada para as necessidades e o bem-estar do trabalhador, os benefícios aparecem para os dois lados: empregado e empregador. Assim, surge a necessidade de um RH mais estruturado e estratégico.

Com uma consciência corporativa voltada para as necessidades e o bem-estar do trabalhador, os benefícios aparecem para os dois lados: empregado e empregador. Assim, surge a necessidade de um RH mais estruturado e estratégico.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Quais as áreas de atuação do RH?

Cuidar do patrimônio humano de uma organização é uma tarefa complexa, que envolve desde elaboração de descrição de vagas até o monitoramento de performance. Por isso, podemos dividir o trabalho de recursos humanos de acordo com a função executada. Confira a seguir quais são essas funções.

Recrutamento e seleção

Esse é o nome dado a duas etapas que acabam se tornando um único processo estratégico. O recrutamento é a busca de candidatos com aptidões específicas para determinada vaga, enquanto a seleção consiste na identificação de qual desses candidatos é o mais adequado.

Pode parecer algo simples, mas o processo de recrutamento e seleção é responsável direto pelo sucesso de uma empresa.  É necessário ter todo um planejamento para que o processo ocorra de forma eficiente, para evitar problemas futuros, como o turnover e a baixa produtividade.

Dessa forma, é responsabilidade da equipe dos profissionais de recrutamento e seleção atrair os talentos certos, realizar processos eficientes com o melhor custo possível  e, claro, contratar o profissional mais apropriado.

Treinamento

Tanto para capacitação técnica da equipe quanto para auxiliar os relacionamentos, devem ser oferecidos treinamentos periódicos para os funcionários. Cabe ao RH programar e fazer o levantamento da necessidade desses treinamentos.

Algumas capacitações já devem fazer parte da rotina corporativa, como é o caso da integração de novos colaboradores. Algumas empresas de maior porte programam para que um grupo de novos talentos inicie no mesmo dia, para facilitar a aplicação desse tipo de orientação. Outras, no entanto, devem ser elaboradas de acordo com a equipe e a demanda da empresa.

Desenvolvimento

O profissional de recursos humanos deve garantir as estratégias para promover tanto o desenvolvimento pessoal de cada indivíduo quanto da prática corporativa.

No que diz respeito ao desenvolvimento pessoal, devem ser elaboradas atividades que façam com que o colaborador tenha mais consciência de sua identidade e de suas potencialidades, bem como das habilidades que precisa desenvolver.

Já no âmbito corporativo, podem ser oferecidos conhecimentos técnicos que contribuem para a realização das tarefas e também para adequação aos propósitos da empresa, gerando engajamento e melhor produtividade.

Remuneração

O setor de cargos e salários fica incumbido de estabelecer os valores dos salários. Para isso, é preciso que se façam frequentes pesquisas de mercado sobre a faixa salarial dos cargos, principalmente na concorrência. Isso garante, além de salários justos e compatíveis com a função, a competitividade necessária para atrair e reter os talentos.

Benefícios

Estabelecer uma boa política de benefícios influencia diretamente na satisfação dos colaboradores. RH e liderança devem se unir para decidir qual o melhor momento para fornecer o benefício ao funcionário, e ele deve estar diretamente relacionado ao feedback recebido. Assim como na questão dos salários, os benefícios podem ser diferenciais na hora de reter talentos.

Gerenciamento de performance

Também fica a cargo do RH realizar a avaliação de desempenho para mensurar a eficiência dos profissionais, bem como definir os KPIs que serão utilizados nessa verificação.  Esse trabalho permite que os líderes tenham dados objetivos a respeito da performance geral e individual de sua equipe, podendo estabelecer junto ao RH medidas corretivas ou de recompensa.

Relações trabalhistas

O profissional do RH deve garantir que as normas da empresa estejam de acordo com a legislação vigente. Contratos de trabalho, férias, direitos trabalhistas e demais pontos esclarecidos na lei devem ser adequados.

Responsabilidade social

Como atitude ética, muitas empresas desenvolvem políticas de responsabilidade social e ambiental que afetam seu relacionamento com os colaboradores, clientes, fornecedores e também com a comunidade.

O RH participa da elaboração de programas para garantir uma atuação responsável e adequada à legislação e aos valores sociais. Assim, ocorre a integração entre empresa e comunidade, além de melhorias no clima organizacional.

Departamento Pessoal e Recursos Humanos: qual a diferença?

Apesar de o RH como um todo ser comumente confundido com o departamento pessoal, há uma grande distinção entre as duas atuações, por isso é tão importante entender exatamente o que é recursos humanos. 

O RH é responsável pela gestão de pessoas, o que envolve todas as atividades já descritas nesse artigo. Gerir pessoas é uma atividade altamente estratégica e dinâmica, que envolve dedicação de especialistas, incluindo psicólogos organizacionais, para garantir um ambiente de trabalho saudável e com alta produtividade.

Já o setor de departamento pessoal é responsável pelo trabalho burocrático, como elaborar folha de pagamento, registrar carteiras de colaboradores, cuidar da previdência, férias, afastamentos, etc. Esse trabalho pode ser realizado por funcionários de RH ou ainda por uma equipe de contabilidade.

Com todas essas atribuições, a área de recursos humanos vem recebendo cada vez mais atenção e investimentos, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento de ferramentas tecnológicas, como os softwares de RH.

Esses instrumentos poupam um tempo considerável em análise de dados e acesso às informações, o que permite que a equipe do RH se dedique cada vez mais à gestão de pessoas e ao planejamento estratégico.

Agora que você já entendeu o que é o recursos humanos e quais suas áreas de atuação, que tal aprender um pouco mais sobre o que é capital humano? Confira nosso conteúdo completo sobre o assunto!

2 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
MARILENE
MARILENE
8 meses atrás

ÓTIMO

Giuliano Sales
Admin
8 meses atrás
Reply to  MARILENE

Olá, Marilene. Tudo bem?
Agradecemos pelo seu comentário. Estamos felizes que você tenha gostado da nossa produção.
Acompanhe nossos conteúdos.
Abraços!