Plano de sucessão: o que é, como desenvolvê-lo de uma forma eficaz e qual sua importância

Tempo de leitura: 5 minutos

Reposição de vagas é um assunto comum para profissionais de RH. No entanto, muitos esquecem da importância de se considerar nesse processo o plano de sucessão.

Já pensou no que pode acontecer se a empresa não estiver preparada para preencher uma vaga crítica de maneira ágil? Afinal, a substituição de gestores ou de profissionais de cargos técnicos, por exemplo podem causar grande impacto na empresa se não for planejada e preparada a sucessão adequadamente

Por essa razão, neste artigo, separamos alguns detalhes sobre o que é plano de sucessão, como ele deve ser estruturado e qual sua importância para a sustentabilidade das organizações. Veja a seguir e entenda!

De que maneira um plano de sucessão pode ocorrer?

Basicamente, um plano de sucessão trata-se de um processo de identificação e desenvolvimento de colaboradores capazes de assumir posições estratégicas dentro da organização. Também conhecido como planejamento sucessório, ele é uma ferramenta eficaz para manter o negócio resistente ao tempo e a suas mudanças.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Existem diferentes maneiras desse planejamento ocorrer. Entretanto, para garantir um bom exemplo de plano de sucessão, é necessário colocá-lo em pauta durante o planejamento estratégico e estruturá-lo através de uma avaliação contínua do negócio, realizada por indivíduos alinhados à cultura organizacional. 

Ao seguir dessa forma, é possível elaborar um plano de sucessão eficaz, capaz de alcançar o propósito da empresa e de garantir agilidade no processo de preencher vagas críticas. “E como fazer com que ele funcione dessa maneira?” Bom, é necessário seguir alguns passos, como:

Identificar sucessores

A identificação deve ser feita por meio do mapeamento das competências individuais. A fim de identificar quais os profissionais mais preparados para assumir, em determinado tempo, uma posição crítica, a empresa deve estabelecer quais as competências técnicas e comportamentais tal profissional deve apresentar. 

Definir informações como grau de instrução, experiência profissional, tempo em cada cargo, promoções e méritos, interesses profissionais, capacidades e habilidades específicas ajuda o RH a fazer uma avaliação de colaboradores e analisar os profissionais com potencial técnico para assumir novas oportunidades.

No entanto, essa análise também deve ser feita com base no perfil comportamental dos colaboradores. A partir do mapeamento de informações comportamentais e áreas de talento, a gestão terá dados reais capazes de decodificar a postura e reação do profissional em situações diversas, como de eventual pressão, por exemplo.

Além disso, o setor de Recursos Humanos pode sustentar suas escolhas a partir de ciclos de feedbacks. Assim, é possível compreender as expectativas dos colaboradores e, também, evidenciar as da empresa. 

banner para baixar o ebook sobre Perfil Comportamental: O guia completo para sua carreira e gestão-plano de sucessão

Desenvolver sucessores

Para garantir um bom plano de sucessão, é necessário pensar em uma gestão de treinamentos. Ou seja, a empresa deve dispor de um orçamento para preparar o profissional nas competências — técnicas, comportamentais e interpessoais —, que o cargo estratégico exige. 

Dessa maneira, após identificar sucessores, é possível treiná-los para assumir tal posição. Com isso, a empresa também deve se certificar de que o colaborador é, de fato, uma boa aposta dentro do planejamento sucessório. 

Acompanhar sucessores

Depois de identificar e desenvolver, é preciso acompanhar o profissional escolhido na sua trajetória até o ato de sucessão. Existem planejamentos sucessórios que levam de 6 meses até 5 anos, de acordo com a maturidade e com a prontidão do indivíduo para assumir a nova posição. 

Estar próximo a esse colaborador durante todo o processo é primordial. Afinal, dessa forma, é possível garantir que o plano está no caminho certo, bem como tomar a decisão apropriada no momento adequado. 

Por que investir em um plano de sucessão?

Um plano de sucessão é a garantia de que cargos estratégicos em uma organização sejam ocupados por profissionais qualificados. Por isso, ele é muito importante para o funcionamento das empresas e garante inúmeros benefícios ao ambiente, como, por exemplo:

Sucessão eficiente em cargos estratégicos

Independente do tamanho da empresa, existem alguns cargos que são primordiais para seu funcionamento. Normalmente, esses cargos estão no topo da hierarquia e são responsáveis por atividades vitais na empresa — ou seja, tratam-se de diretores, chefes, gerentes etc.

Por conta disso, é importante que suas vagas sejam preenchidas com agilidade e que contenham profissionais capacitados para executá-las. E é aí que entra o planejamento sucessório, uma ferramenta que prepara um novo colaborador para essa posição, sem deixar que uma demissão ou um afastamento prejudique a organização. 

Retenção de bons colaboradores

Um plano de sucessão bem-estruturado faz com que os colaboradores tenham uma perspectiva de crescimento dentro da empresa, enxergando que seus talentos são de fato valorizados. 

Isso faz com que os colaboradores se engajem e fiquem dispostos para continuar fazendo parte da organização.

Desenvolvimento de talentos

Com a elaboração de um plano de sucessão, os colaboradores se sentem motivados em busca de qualificação. Afinal, sabem que isso poderá trazer frutos no futuro. Nessa perspectiva, é possível garantir profissionais ainda mais capacitados e, consequentemente, atrair bons resultados para a organização. 

Aumento da produtividade 

Por último, mas não menos importante, vale lembrar que, ao terem uma perspectiva de crescimento dentro da empresa, os colaboradores passam a se dedicar mais às suas atividades. Isso faz com que a produtividade aumente, o que é excelente para as empresas.

Continue aprendendo!

Não há dúvidas sobre a importância de contar com um plano de sucessão na sua empresa, não é mesmo? Para te ajudar a implementar essa ação, preparamos um guia sobre como elaborar e aplicar essa estratégia. Confira!

5 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments