O que é plano de sucessão? Entenda sua importância

Tempo de leitura: 3 minutos

Quando uma organização é criada e seus projetos passam a se tornar realidade, os idealizadores buscam definir suas metas e objetivos baseados em sonhos e concepções pessoais. Com o passar do tempo torna-se necessário, seja pela idade, por novos projetos ou por situações não previstas, substituir as pessoas. Entender o que é plano de sucessão é fundamental para momentos como esse! 

O que pode acontecer se a empresa não estiver preparada para preencher uma vaga crítica de maneira ágil? Exemplos de empresas que encerraram suas atividades após o filho assumir o papel do pai na diretoria são mais comuns do que imaginamos.

Por isto, neste artigo entenderemos o que é plano de sucessão, como ele deve ser estruturado e sua importância para a sustentabilidade das organizações.

De que maneira um plano de sucessão pode ocorrer?

Um plano de sucessão pode acontecer de duas maneiras: de forma confusa e desorganizada, gerando estresse e conflitos ou de uma maneira tranquila, desde que a empresa coloque este assunto em pauta no seu planejamento estratégico e trabalhe efetivamente avaliando a continuidade do negócio por meio de indivíduos que estejam alinhados com a cultura organizacional.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Alguns passos são fundamentais para que o plano de sucessão funcione corretamente. São eles: identificar, desenvolver e acompanhar os potenciais sucessores das funções estratégicas.

Identificar sucessores

A identificação deve ser feita por meio do mapeamento das competências individuais. Para identificar quais os profissionais mais preparados para assumir em determinado tempo uma posição crítica, a empresa deve estabelecer quais as competências técnicas e comportamentais que este profissional deve apresentar. Informações como grau de instrução, experiência profissional e tempo em cada cargo, promoções e méritos, interesses profissionais, capacidades e habilidades específicas permitem que rapidamente o RH consiga linkar colaboradores com potencial para assumir novas oportunidades.

Desenvolver sucessores

Dentro das estratégias organizacionais, a empresa deve dispor de um orçamento para preparar o profissional nas competências, sejam elas técnicas – aquelas que dizem respeito à esfera de métodos e ferramentas que podem ser utilizadas em processos específicos, e comportamentais ou interpessoais, ou seja aquelas que consideram os aspectos que envolvem ações entre pessoas, como a comunicação e o trabalho em equipe.

Acompanhar sucessores

Depois que o mapeamento dos sucessores for finalizado é preciso acompanhar este profissional na sua trajetória. Existem processos de sucessão que podem levar de 6 meses até 5 anos, de acordo com a maturidade e prontidão do indivíduo para assumir a nova posição. Estar próximo a este colaborador durante todo o processo é primordial.

A preocupação com a sucessão  sempre esteve presente nas organizações mesmo que sem uma estrutura definida. Dentro do ambiente competitivo em que nos encontramos, as instituições passam a entender o que é o plano de sucessão e que ele deve ser idealizado para evitar riscos na continuidade do negócio, principalmente por falta de pessoas preparadas para assumir posições de liderança ou técnicas.

Não é simples definir o que se espera das pessoas e quais as expectativas de crescimento e posicionamento no mercado em longo prazo, mas ao estruturar estes pontos que convergem em escolher os potenciais sucessores, há uma série de vantagens que contribuem para a longevidade da empresa.

Agora que você entendeu o que é plano de sucessão, não perca tempo e confira nosso conteúdo sobre “como implementar um plano de sucessão” na sua empresa”


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of