O que é entrevista estruturada? Entenda para aplicar no processo seletivo!

Aproveite agora!

Aqui você encontra:

A entrevista estruturada é uma opção bastante utilizada por profissionais de RH. Mas, e você? Sabe o que é entrevista estruturada e como aplicá-la no processo seletivo?

Essa técnica se refere a um tipo de entrevista padronizada. Apesar de bastante popular, esse tipo de entrevista necessita de ferramentas complementares como por exemplo, testes e dinâmicas de grupo. Por ter uma técnica de certa forma mais “rígida”, o profissional de RH têm o maior domínio da entrevista e os dados coletados são mais consistentes e fáceis de analisar. 

Neste post, você saberá mais sobre o conceito de entrevista estruturada, suas características, como planejá-la e, o momento certo de aplicá-las em seus candidatos. Boa leitura!

Confira também um material completo com guia para entrevistas, testes e dinâmicas de grupo.

Preencha o formulário e receba o guia de entrevistas, testes e dinâmicas grátis no seu e-mail 📩

O que é entrevista estruturada?

A entrevista estruturada é um modelo de entrevista que se baseia em um roteiro preestabelecido com as mesmas perguntas para todos os candidatos. As principais características da entrevista estruturada são a imparcialidade e a inflexibilidade, tanto por parte do recrutador, quanto a do entrevistado.

Geralmente, esta técnica se baseia em questionários com questões previamente planejadas e, em geral, o candidato tem a opção somente de responder com sim ou não. A entrevista estruturada pode ser realizada de várias formas: pessoalmente, online ou até mesmo por telefone. 

A vantagem desse método é que ele não favorece e nem prejudica nenhum candidato pelo fato deles responderem às mesmas questões de forma igualitária. Porém, como desvantagem, pela entrevista estruturada possuir um roteiro fechado, ela impossibilita um aprofundamento maior nos assuntos abordados.

A entrevista estruturada é uma técnica de seleção que oferece várias vantagens e desvantagens. Aqui estão algumas delas!

➡️ Curso grátis: Aprenda com a especialista em Gestão de Pessoas Fabiane Vareira a conduzir um processo seletivo humanizado para gerar resultados por meio das pessoas com ética e responsabilidade!

Vantagens da Entrevista Estruturada

Objetividade na Avaliação: As perguntas são padronizadas, o que significa que todos os candidatos são avaliados com base em critérios consistentes. Isso reduz o viés do entrevistador e torna a avaliação mais objetiva.

Comparabilidade: Como todas as perguntas são as mesmas para todos os candidatos, torna-se mais fácil comparar suas respostas. Isso ajuda os recrutadores a identificar candidatos que melhor atendem aos critérios da vaga.

Eficiência: A entrevista estruturada tende a ser mais rápida e eficiente, pois segue um roteiro definido. Isso economiza tempo tanto para os recrutadores quanto para os candidatos.

Melhor Consistência: A consistência nas perguntas e na abordagem ajuda a evitar a variação na avaliação dos candidatos ao longo do tempo.

Desvantagens da Entrevista Estruturada

Falta de Flexibilidade: Como as perguntas são padronizadas, os entrevistadores têm menos flexibilidade para explorar áreas específicas ou seguir um curso de conversa mais natural. Isso pode impedir a descoberta de informações importantes.

Possibilidade de Superficialidade: Devido à natureza predefinida das perguntas, os candidatos podem responder apenas superficialmente, sem aprofundar suas experiências ou competências.

Falta de Espontaneidade: A entrevista estruturada pode parecer mecânica e impessoal, o que pode afetar negativamente a experiência do candidato e sua disposição para compartilhar informações relevantes.

Limitações em Avaliar Habilidades Interpessoais: Perguntas estruturadas podem não ser tão eficazes na avaliação de habilidades interpessoais, como empatia e comunicação, que são importantes em muitas funções.

Possibilidade de Preparação Antecipada: Como os candidatos sabem que as perguntas são padronizadas, alguns deles podem se preparar com respostas ensaiadas, o que pode não refletir com precisão suas habilidades e experiências.

Menos Adequada para Funções Criativas ou Complexas: Em funções que requerem criatividade ou lidam com problemas complexos, a entrevista estruturada pode não ser a melhor escolha, pois pode não permitir uma exploração adequada das habilidades e capacidades dos candidatos.

Em resumo, a entrevista estruturada oferece benefícios em termos de objetividade e eficiência, mas pode ser limitada em termos de profundidade e capacidade de avaliar habilidades interpessoais e criatividade. A escolha de usar ou não a entrevista estruturada deve considerar a natureza da vaga e os objetivos específicos do processo de seleção. Em muitos casos, combinar a entrevista estruturada com outros métodos de avaliação pode ser uma abordagem eficaz para obter uma visão completa dos candidatos.

Quando aplicar a entrevista estruturada?

Geralmente, a entrevista estruturada é mais eficaz quando aplicada no início do processo seletivo. Essa eficácia se deve ao fato de que ela filtrará os candidatos com o perfil buscado para determinada vaga, mapeando suas competências e habilidades de uma forma mais objetiva. 

Utilizando a entrevista estruturada, o profissional de RH otimiza muito o seu tempo, obtém  resultados comparáveis, facilitando na escolha dos candidatos finalistas.

Qual abordagem escolher na entrevista estruturada?

A abordagem quantitativa e qualitativa em uma entrevista estruturada refere-se à maneira como os dados são coletados, analisados e interpretados durante o processo de seleção. Cada abordagem tem seu próprio enfoque e finalidade, e ambas podem ser aplicadas em conjunto para obter uma avaliação mais completa dos candidatos.

Aqui está uma explicação mais detalhada de cada abordagem:

Abordagem Quantitativa

Coleta de Dados Objetiva: Na abordagem quantitativa, o foco principal está na coleta de dados objetivos e mensuráveis. Isso significa que os recrutadores procuram informações específicas que podem ser quantificadas, como números, estatísticas e respostas que podem ser categorizadas.

Padronização: As perguntas são formuladas de maneira a permitir respostas que possam ser pontuadas ou avaliadas de forma numérica. Isso torna a avaliação mais padronizada e facilita a comparação entre candidatos.

Avaliação de Critérios Rígidos: Os candidatos são avaliados com base em critérios específicos e pré-determinados. Cada resposta é analisada com base em um conjunto de critérios de avaliação estabelecidos, muitas vezes em uma escala numérica.

Facilita a Comparação: A abordagem quantitativa torna mais fácil a comparação direta entre candidatos, uma vez que os dados podem ser organizados e classificados com base em métricas mensuráveis.

Exemplo: Perguntas como "Em uma escala de 1 a 5, quão bem você se adapta a mudanças?" são típicas de uma abordagem quantitativa, onde as respostas podem ser quantificadas e comparadas.

Abordagem Qualitativa

Compreensão Profunda: Na abordagem qualitativa, o objetivo principal é obter uma compreensão mais profunda das experiências, perspectivas e nuances do candidato. Em vez de números, essa abordagem se concentra em palavras e narrativas.

Exploração de Contexto: As perguntas são formuladas de maneira a incentivar os candidatos a compartilhar histórias, exemplos e detalhes que explicam o contexto de suas experiências e ações.

Avaliação Subjetiva: Os recrutadores avaliam as respostas com base em suas interpretações subjetivas e na riqueza das informações fornecidas. A análise não se limita a critérios rígidos ou a uma escala numérica.

Promove a Empatia e a Compreensão: A abordagem qualitativa permite que os recrutadores entendam melhor as motivações, valores e habilidades interpessoais dos candidatos, promovendo a empatia e a compreensão.

Exemplo: Perguntas como "Descreva uma situação desafiadora em que você teve que liderar uma equipe. Como você lidou com isso e quais foram os resultados?" são típicas de uma abordagem qualitativa, onde se espera uma narrativa detalhada.

A escolha entre abordagem quantitativa e qualitativa depende dos objetivos da seleção e das competências desejadas para a vaga. Em muitos casos, uma combinação de ambas as abordagens pode fornecer uma visão mais completa dos candidatos, permitindo avaliar tanto as habilidades mensuráveis quanto as qualidades interpessoais e de liderança. Essa abordagem híbrida pode ajudar a tomar decisões de contratação mais informadas e alinhadas com as necessidades da empresa.

Como planejar as etapas da entrevista estruturada?

O planejamento é uma etapa fundamental para o sucesso da entrevista com estrutura. Primeiramente, o recrutador deve definir junto com a liderança qual o perfil do candidato desejado. Deve ser levado em conta dados como: perfil comportamental, experiências desejadas, habilidades e competências que esse profissional deve ter.

Após esse levantamento, o profissional de RH deverá definir quais as técnicas de recrutamento, além da entrevista estruturada, serão utilizados: testes, questionários, dinâmicas de grupo, etc.

As etapas podem ser resumidas da seguinte forma:

  1. Definir o que você quer avaliar
  2. Preparação das perguntas
  3. Realização da entrevista
  4. Avaliação das respostas

Detalhes de cada etapa

Planejamento

Na etapa de planejamento, o recrutador deve definir o perfil do candidato desejado. Isso pode ser feito com base na análise da vaga, das competências e habilidades necessárias para o cargo.

Também é importante definir as perguntas que serão feitas. As perguntas devem ser claras, objetivas e relevantes para a vaga. É importante evitar perguntas que possam ser respondidas com apenas "sim" ou "não".

Ainda na etapa de planejamento, o recrutador deve definir a metodologia de avaliação das respostas. Isso pode ser feito com base em uma escala de pontuação ou em uma análise qualitativa.

Condução da entrevista

A entrevista deve ser conduzida de forma profissional e imparcial. O recrutador deve ser assertivo e manter o controle da entrevista. Também deve incentivar o candidato a dar respostas completas e detalhadas.

Avaliação das respostas

As respostas dos candidatos devem ser comparadas para identificar os mais qualificados para a vaga. A avaliação pode ser feita com base em uma escala de pontuação ou em uma análise qualitativa.

É importante ressaltar que as etapas da entrevista estruturada podem variar de acordo com o contexto e os objetivos do recrutador.

Conheça 14 testes de RH mais utilizados em processos seletivos

20 exemplos de perguntas para entrevistas estruturadas

Vamos separar os exemplos em quatro tipos: comportamentais, conhecimentos sobre a empresa, formação profissional e experiência e objetivos profissionais.

Comportamentais

  • Descreva uma situação em que você teve que lidar com um conflito no ambiente de trabalho. Como você resolveu a situação?
  • Fale sobre um momento em que você teve que liderar uma equipe. Quais foram os desafios e resultados alcançados?
  • Como você lida com prazos apertados e pressão no trabalho?
  • Pode compartilhar uma experiência em que você teve que se adaptar a uma mudança significativa em sua função ou projeto? Como você lidou com isso?
  • Descreva uma situação em que você recebeu feedback construtivo de um superior. Como você reagiu e o que aprendeu com isso?

Conhecimento da empresa e da vaga

  • O que você sabe sobre nossa empresa e seus valores?
  • Como suas habilidades e experiência se alinham com os requisitos específicos desta vaga?
  • Quais aspectos da nossa empresa o atraem e o motivaram a se candidatar para esta posição?
  • Como você acha que esta vaga contribuirá para o seu desenvolvimento profissional?
  • Qual é a sua compreensão das tendências atuais do setor em que nossa empresa atua?

Formação e experiência profissional

  • Pode destacar algumas realizações-chave em sua carreira que o tornam um candidato ideal para esta vaga?
  • Descreva como sua experiência anterior o preparou para os desafios específicos que esta posição pode apresentar.
  • Quais foram os principais projetos em que você trabalhou em sua função anterior? Como você contribuiu para o sucesso desses projetos?
  • Como você se mantém atualizado em relação às mudanças em sua área de atuação?
  • Quais habilidades técnicas específicas você traz para esta posição?

Objetivos profissionais:

  • Onde você se vê profissionalmente daqui a cinco anos?
  • Como esta vaga se encaixa em seus objetivos de carreira de longo prazo?
  • Quais são os principais marcos que você gostaria de alcançar em sua carreira nos próximos anos?
  • Como você se mantém motivado e comprometido com seus objetivos profissionais?
  • Pode descrever um exemplo de como você buscou proativamente oportunidades para desenvolver suas habilidades e crescer em sua carreira?

➡️ Saiba o que é entrevista comportamental e confira dicas e perguntas para aplicá-la

O modelo de entrevista ideal varia de acordo com o perfil da empresa, do recrutador e também do colaborador que a organização está buscando em determinado momento.

Aproveite a sua visita para conhecer o método de entrevista semiestruturada!

Compartilhe:
Aproveite agora!
Rolar para cima