O que é o capital humano e como valorizá-lo?

Tempo de leitura: 3 minutos

Para uma empresa funcionar ela precisa de muitas ferramentas: energia elétrica, internet e capital social são algumas das principais. Mas, talvez o bem mais importante e imprescindível para que uma organização possa se manter em atividade é o capital humano.

São as pessoas que fazem as operações de uma empresa acontecerem, a partir de suas habilidades intelectuais e profissionais. Portanto, o capital humano é um dos ativos mais valiosos em uma organização e, cada vez mais, os gestores estão atentos a isso. 

Por isso, ainda que a gestão de pessoas seja um desafio, as empresas desenvolvem estratégias para zelar pelo capital humano, investindo tanto no clima organizacional, quanto na retenção de talentos

O que é capital humano?

De maneira geral, capital humano é a capacidade de competências, conhecimentos e habilidades que compõem a personalidade de uma pessoa observadas na realização do seu trabalho. O termo e o conceito foram criados em 1950 pelo economista americano Theodore W. Shultz. 

Para ele, o capital humano é um conjunto de:

  • Capacidades;
  • Habilidades;
  • Conhecimentos;
  • Informações. 

Todas essas qualidades presentes em um profissional colaboram para que eles desempenhem suas atividades de forma efetiva, gerando resultado econômico para a empresa. 

O conceito ficou claro? Explicaremos de outra forma. 

Podemos dizer que o capital humano não é um bem tangível ou que possa ser mensurado, mas ele tem grande valor para a organização. É ele que pode ser visto como um dos principais diferenciais – se não o mais competitivo – que uma empresa pode ter. 

E por ser um bem valioso, o capital humano deve ser visto com responsabilidade pela gestão de pessoas, pois é esse setor que desenvolverá o ambiente e as condições adequadas para que os profissionais possam desenvolver suas habilidades.

No entanto, lembre-se que, além de descobrir e desenvolver talentos, é preciso retê-los na empresa e mantê-los motivados o suficiente para trabalharem alinhados com os valores e com os objetivos estratégicos da organização

Como valorizar o capital humano? 

O ser humano é competitivo e movido a desafios. E no mundo corporativo não é diferente. Mas as pessoas também gostam de sentir-se valorizadas em seu ambiente de trabalho. Por isso, a gestão de pessoas deve buscar estratégias para estimular as equipes e recompensá-las diante dos acertos e das conquistas. 

A seguir, listamos algumas maneiras práticas para a valorização do capital humano na empresa. Confira!

Invista em capacitação e treinamento

Treinamentos e capacitações são válidos tanto para os colaboradores mais antigos, que podem reciclar conhecimentos, quanto para os mais jovens, que terão a oportunidade de se aprofundar na cultura organizacional.

Promova a autonomia da equipe

Proporcionar um ambiente de trabalho aberto à opiniões e decisões fundamental para o crescimento de todos. A valorização do capital humano também acontece quando o colaborador sente confiança em si mesmo e quando compreende que há confiança depositada nele. 

Desenvolva planos de carreira

Tão importante quanto dar espaço para a tomada de decisões e o investimento em capacitação é a possibilidade de vislumbrar o futuro profissional. Por isso, sempre que possível busque desenvolver um plano de carreira para que seu colaborador possa sentir-se desafiado a ir além. O crescimento dele refletirá no crescimento da organização

Incentive a formação de lideranças

Bons líderes têm a vantagem de promover o engajamento das equipes. Alguém que sirva de modelo e guia pode ser fundamental para desenvolver as equipes e, consequentemente, valorizar o capital humano da empresa. 

Gostou do post? Assine nossa Newsletter e tenha acesso a conteúdos exclusivos com dicas e informações sobre gestão de RH.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of