Falta de motivação no trabalho: 5 motivos para a perda do interesse no trabalho

mulher deitada em cima da mesa, ela está por cima do notebook e representando a falta de motivação no trabalho
Baixe agora o seu calendário!

Aqui você encontra:

Está sem tempo para ler? Experimente ouvir a narração deste artigo. Aperte o play!

Ao preencher seu e-mail você concorda com a Política de Privacidade da Sólides.

Provavelmente você já viveu momentos em que a falta de motivação no trabalho falou mais alto. Chegar na empresa, sentar em sua mesa e pensar “o que será que eu estou fazendo aqui?” é, de fato, extremamente normal.

Ninguém está completamente feliz ou satisfeito todos os dias. O problema é quando esse sentimento se torna parte de toda a sua rotina ou das pessoas à sua volta. Por isso, é importante conhecer as diferentes razões para a falta de motivação no trabalho e como resolver esse problema. Vamos lá?

O que causa a falta de motivação no trabalho

A falta de motivação no trabalho pode estar atrelada a diversos fatores. Confira alguns deles!

1. Falta de reconhecimento

Grande parte da motivação dos colaboradores vem do reconhecimento. No entanto, mesmo assim, é comum que gestores e líderes não tenham o hábito de valorizar seus colaboradores. Isso pode acontecer por falta de tempo ou por simplesmente não julgarem importante.

Mas esse reconhecimento do colaborador é uma peça-chave para a estruturação dos negócios e, muitas vezes, por não fazerem isso, os gestores acabam destruindo a motivação dessas pessoas sem nem ao menos perceber.

2. Gestão que aponta apenas os erros

Se ter líderes e gestores que não dão o devido valor aos colaboradores já contribui para a falta de motivação no trabalho, imagine uma gestão que foca apenas em erros cometidos, por mais triviais que eles possam ser.

Esse tipo de comportamento pode diminuir ou acabar com a confiança e a auto estima das pessoas.

Isso não significa que os colaboradores não devam estar cientes dos seus erros. Pelo contrário, feedbacks positivos e negativos são componentes importantes para a manutenção de equipes. 

O que não se deve fazer, é deixar que esses erros tenham mais importância do que o sucesso.

3. Ausência de oportunidades de crescimento

As pessoas, de maneira geral, são movidas por vários objetivos e ambições. Por isso, um trabalho e uma rotina sem qualquer perspectiva, podem também acabar com a motivação de qualquer um.

Atualmente, muitos trabalhadores, em especial os que compõem a geração Millennials, estão extremamente interessados em oportunidades de crescimento profissional. 

Porém, apenas cerca de 25% dos colaboradores acreditam que as empresas em que trabalham oferecem oportunidades adequadas de crescimento profissional, segundo dados de uma pesquisa realizada pela empresa americana Tiny Pulse.

4. Líderes assustadores

Há quem pense que as lideranças nas empresas precisam ser, antes de tudo, pessoas arrogantes e com um perfil autoritário. Mas líderes precisam na verdade ser agradáveis e ter uma visão clara do negócio

Cobrar resultados dos colaboradores, dar feedbacks positivos ou negativos, delegar tarefas são pré-requisitos de um cargo de liderança, mas isso não precisa ser feito de forma ignorante. Esse tipo de atitude só serve para distanciar as pessoas da equipe e o líder, gerando medo e inseguranças no time.

Para motivar os trabalhadores é necessário fazer com que eles sintam liberdade e confiança nos relacionamentos estabelecidos com seus superiores, o que garante força para que a equipe seja mais motivada e engajada com o trabalho realizado.

5. Falta de clareza nos objetivos

Para evitar a falta de motivação no trabalho, de forma eficiente, é preciso ter objetivos extremamente claros e possíveis de serem alcançados. 

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Entrepeneur, cerca de 63% das pessoas acreditam que perderam muito tempo de trabalho por não saberem o que era prioridade e onde deveriam concentrar mais esforço.

Esse tipo de situação contribui para que os colaboradores não consigam se sentir motivados, pois simplesmente não sabem para onde voltar sua atenção. 

Consequências da falta de motivação no trabalho

A motivação da equipe tem papel fundamental no desenvolvimento de um negócio por ser um elemento que impacta nas reações tanto físicas quanto mentais do ser humano.

É por meio da motivação e do engajamento, que os colaboradores:

  • Aumentam sua produtividade no trabalho;
  • Geram mais lucro para a empresa;
  • Aumentam a qualidade do ambiente de trabalho;
  • Alcançam melhores resultados.

Por isso, a falta de interesse dos colaboradores no trabalho reflete diretamente no bom funcionamento de uma empresa, independentemente do motivo da desmotivação. 

Como resolver a falta de motivação no trabalho

É importante lembrar que momentos de desmotivação fazem parte da rotina no trabalho, uma vez que a vida tem tempos mais difíceis e que o problema é quando esse sentimento se torna constante.

Mas as empresas podem acompanhar de perto esse comportamento e promover ações que ajudam a aumentar a motivação dos seus colaboradores. Veja alguns passos que podem ser seguidos:

  1. Entender a causa da falta de motivação por meio de pesquisas de clima, grupos focais ou conversas individuais com as pessoas;
  2. Desenvolver ações a partir da identificação das causas da desmotivação;
  3. Reforçar diariamente uma cultura e um clima positivos;
  4. Estimular boas práticas, como leituras, participação em cursos e treinamentos oferecidos pela organização e até mesmo cuidados com a saúde;
  5. Promover uma cultura de reconhecimento das habilidades e resultados alcançados pelos times e por cada colaborador.

Quer aprender mais sobre como o perfil dos seus colaboradores pode ajudar no engajamento? Baixe nosso e-book "Gestão de Pessoas: É bem mais fácil quando você conhece profundamente seus colaboradores" e fique por dentro!

 

 

Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima