Networking: entenda a importância de uma rede de contatos e 6 dicas de como construir uma

Tempo de leitura: 8 minutos

Você sabe o que é networking? Mundo afora, esse conceito vem se popularizando no meio profissional e conquistando adeptos de todos os cantos. E é claro que o RH não está de fora.

Independentemente de qual é o seu trabalho, o networking traz inúmeros benefícios e vantagens para quem quer se destacar no mercado e ser de fato reconhecido por sua profissão.

Com os avanços nas tecnologias digitais e a democratização do acesso à internet, esse processo ficou ainda mais fácil e, hoje, é possível conhecer pessoas dos mais diversos lugares com apenas alguns cliques.

Sabendo disso, ter bons contatos profissionais é cada vez mais necessário. Em nosso artigo, explicaremos qual a importância de uma rede de contatos para o RH, quais seus benefícios e como fazer networking com assertividade. Aproveite a leitura!

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

O que é e para que serve o networking?

Apesar de não ser um termo em português, e sim em inglês, a grande maioria dos profissionais já ouviu falar em networking. Em tradução literal, network seria uma espécie de rede de trabalho. O significado é quase o mesmo, uma vez que network é substantivo e networking é um verbo, ou seja, diz respeito ao ato de criar a rede.

Na prática, usamos essa palavra quando queremos nos referir a uma rede de contatos. Assim, fazemos networking quando estamos cultivando conexões profissionais, seja em ambientes virtuais ou presenciais.

Mas qual a finalidade de manter uma rede? Além de ter um contato maior com o trabalho de outros profissionais, é uma boa oportunidade para fortalecer relações comerciais e até encontrar oportunidades novas no mercado de trabalho.

Se você está desenvolvendo um projeto, por exemplo, é interessante ter uma base de contatos de segmentos diferentes que possam ajudar. Isso é ótimo, já que você sabe que são pessoas confiáveis e competentes.

Assim, não importa qual é a sua área de atuação, em qual faculdade se formou, se você está empregado ou procurando por recolocação, o networking é extremamente útil em qualquer situação

Nesse sentido, para o profissional de Recursos Humanos, é ainda mais importante ter uma rede de contatos, principalmente para a criação de parcerias entre empresas. Uma vez que facilita, inclusive, os processos de recrutamento e seleção, já que, assim, é mais provável que você conheça alguém que esteja de acordo com a vaga disponível.

Os benefícios do networking: sua importância para a carreira do profissional de RH, seu trabalho e sua empresa

O networking traz diversas vantagens para um profissional de RH, sendo importante tanto para a sua carreira quanto para seu trabalho e sua empresa.

Oportunidades de crescimento

Quando você tem bons contatos profissionais, consequentemente tem mais oportunidades de crescimento na sua área de atuação. Assim, a probabilidade de receber uma proposta melhor é enorme, uma vez que muitos já sabem que você é bom no que faz. 

Além disso, há a possibilidade de crescer dentro da empresa que você trabalha atualmente, basta focar em fazer networking com os colegas que, talvez, ainda não conheça de fato.

Gera autoridade

Sim, um bom networking gera autoridade e faz com que você seja visto como uma referência. Isso acontece justamente porque mais pessoas conhecem seu trabalho e suas realizações.

Uma rede de contatos pode trazer visibilidade e ajuda você a se destacar no mercado profissional. Logo, busque ser visto como uma pessoa confiável e experiente para manter uma boa reputação.

Novos projetos

Ao ter contato mais próximo com outros profissionais, é possível que você seja convidado para participar de novos projetos, como a gravação de um podcast, uma palestra ou workshop.

Hoje, existem pessoas que se conhecem pela internet e, meses depois, lançam um curso desenvolvido em colaboração, o que faz com que alcancem um público maior. Portanto, tenha a mente aberta para pensar diferente e criar em outros formatos.

Orientação

Muitos acreditam que apenas quem está em início de carreira deve buscar por orientação. Esse pensamento é bastante limitante, pois todos precisam se desenvolver constantemente e mentores são extremamente importantes para cumprir esse papel.

Por isso, faça networking com profissionais que trabalham na área de recursos humanos há mais tempo que você para que possa tirar dúvidas e até mesmo pedir opiniões ou conselhos em situações com as quais nunca lidou antes.

Indicações

Um dos principais benefícios de uma rede de contatos é, sem dúvidas, a possibilidade de ter seu trabalho recomendado por um profissional que conhece e admira o seu talento. Dependendo da indicação, você pode conseguir uma proposta diferenciada ou até mesmo um novo emprego.

Como profissionais de recursos humanos, sabemos que, muitas vezes, é mais interessante preencher uma vaga com um candidato que já conhecemos do que passar por todo o processo de recrutamento e seleção.

Assim, você não precisa fazer um esforço direto, pois é a palavra da outra pessoa sobre você que será considerada. Ao estabelecer contatos, pense em quem pode contribuir de alguma forma para a sua carreira.

Como fazer Recrutamento e Seleção com a Sólides

Como fazer networking?

Não é raro encontrar pessoas que se sentem inseguras ao conhecer outros profissionais para criar um vínculo real. Se esse é seu caso, deixe a vergonha de lado e confie no seu potencial!

1. Participe de grupos no Facebook

Sim, é isso mesmo que você leu! Muitos usam o Facebook para nos conectar com pessoas que gostamos e que fazem parte do nosso convívio pessoal. Entretanto, a rede social pode ser utilizada para fazer networking.

A opção mais efetiva é participar e interagir em grupos relacionados à sua área profissional. Fazendo isso, você conhece profissionais de outras regiões, troca experiências e consegue estabelecer uma relação maior entre vocês.

Entretanto, justamente por não ter um foco profissional, você terá que filtrar bem para saber se realmente é um contato útil, mas a grande maioria tem um perfil por lá.

2. Use o LinkedIn

O LinkedIn é, atualmente, a maior rede profissional do mundo, contando com mais de 645 milhões de usuários. A empresa foi criada justamente com o objetivo de conectar profissionais e ultrapassar barreiras físicas.

Na rede, é possível ter até 30 mil conexões, seguidores ilimitados, produzir conteúdos curtos, artigos mais completos e até newsletter para quem acompanha seu perfil. Já são poucos os bons profissionais que não têm um perfil por lá.

Nesse sentido, como RH, é indispensável que você não só esteja no LinkedIn, mas que  realmente seja ativo por lá, conversando não só com quem também é RH, mas com gestores e líderes de outras instituições.

3. Frequente eventos

Participar de eventos da área de recursos humanos é indispensável para quem quer fazer networking com qualidade, principalmente com profissionais que moram na mesma cidade que você.

Como a interação é cara a cara, a insegurança pode aumentar e você vai precisar deixar qualquer paranoia de lado para manter uma conversa agradável e interessante mesmo sem conhecer a outra pessoa.

Um bom momento para abordar alguém é durante as pausas, assim como na entrada e saída dos eventos, já que você não quer interromper a programação. Mas se perceber que aquele profissional não está interessado em conversar, não insista. 

4. Seja prestativo

Ninguém gosta daquela pessoa que não compartilha nada do que sabe com os outros e quer sempre ser a melhor em todas as situações. Por isso, seja quem ajuda o outro e demonstra preocupação em ser uma pessoa prestativa.

Inicialmente, você fará isso sem nenhuma segunda intenção de receber algo em troca, mas a probabilidade de que a pessoa lembre de você e o indique para oportunidades novas é imensa.

5. Produza conteúdo na sua área

Uma maneira muito interessante de alcançar visibilidade no meio digital é produzindo conteúdo gratuito e publicar em seus perfis nas mídias sociais. Essa estratégia já vem sendo utilizada por profissionais e é bem perceptível no LinkedIn.

Isso porque, ao disponibilizar conteúdo, você estará ajudando as pessoas e, ao mesmo tempo, divulgará seu trabalho. Dessa forma, o público começa a ver você como uma referência em um determinado assunto.

6. Invista na manutenção dos relacionamentos

Não adianta nada conhecer um profissional novo e não entrar em contato com ele após a conversa inicial, até porque ele pode se esquecer de você depois de um certo tempo.

Assim, o ideal é que você consiga manter os relacionamentos e interagir com a sua rede de contatos para que realmente lembrem de você e, o mais importante, do que você faz. 

Portanto, procure conversar com as pessoas com frequência e não quando precisar da ajuda delas. Hoje, isso é ainda mais simples de ser feito, pois podemos usar as redes sociais para intermediar o contato e não precisamos nos deslocar para falar com alguém.

Por fim, lembre-se que qualidade e quantidade não são a mesma coisa. É melhor ter poucos contatos, aqueles em quem você pode confiar, do que ter um networking enorme, com pessoas que nem sequer se lembram de você.

Agora que já sabe da importância de uma rede de contatos para o profissional de recursos humanos, quais seus benefícios e como fazer networking de qualidade, confira nosso infográfico com 10 dicas para otimizar o RH da empresa e aprimorar o setor!

5 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments