5 motivos para utilizar tecnologia na educação corporativa

Tempo de leitura: 6 minutos

Esse conteúdo foi originalmente produzido pela equipe da Sambatech. A Samba é uma referência no mercado de vídeos on-line, com soluções que atendem diversas necessidades e clientes.

Ações de treinamento e desenvolvimento de colaboradores trazem enormes benefícios para as empresas. Cada vez mais os empreendimentos entendem que não basta apenas contratar boas pessoas, é preciso também desenvolvê-las e mantê-las dentro da corporação. Uma das melhores formas de garantir a retenção de talentos nas empresas é investindo em treinamentos de sucesso e realizando ações constantes de desenvolvimento.

Apesar das vantagens, treinamentos são trabalhosos e muito caros, certo? Nem sempre! Com auxílio da tecnologia, treinamentos corporativos já são realidade e rotina em grandes empresas, que, hoje, realizam capacitações efetivas e em grande escala.

Veja 5 motivos que vão convencer você a apostar na tecnologia para a educação corporativa na sua empresa!

5 motivos para utilizar tecnologia na educação corporativa

A tecnologia — hoje — é uma das maiores aliadas em diversos processos no dia a dia das pessoas. Já estamos tão habituados que, muitas vezes, sequer percebemos que ela está ali. E claro, por causa disso, as pessoas estão cada vez mais focadas em criar e desenvolver novas tecnologias e inovar diariamente, para impactar ainda mais positivamente a vida das pessoas.

No mundo corporativo a tecnologia se faz ainda mais presente. Neste artigo, vamos mostrar alguns motivos que mostram que a tecnologia pode ser uma excelente aliada na educação corporativa, provando que você deve investir em plataformas de treinamento e desenvolvimento para seus colaboradores.

1. Redução de custos

O primeiro motivo é, talvez, um dos mais atrativos. Muitas vezes as empresas deixam de apostar nos treinamentos exatamente por terem alto custo. Transporte, alimentação, hospedagem, espaços físicos e muitos outros gastos podem inibir os empreendedores nesse momento. É aí que entra a tecnologia!

Realizar treinamentos com a premissa do ensino a distância pode ajudar a diminuir drasticamente esses custos e, melhor ainda, o treinamento pode ser ministrado apenas uma vez. Pense só, se você realizar o treinamento e gravá-lo, pode utilizar essa gravação sempre que preciso, evitando a necessidade de mobilizar várias pessoas da empresa diversas vezes, o que pode fazer com que a produtividade caia bastante.

O formato EAD, sobretudo utilizando plataformas específicas para treinamento e desenvolvimento, podem significar muita economia para os gestores.

2. Maior engajamento

Nem todo mundo aprende do mesmo jeito e muito menos se interessa pelos mesmos métodos de ensino. Nos treinamentos presenciais, de forma análoga à educação tradicional, o ensino é feito da mesma forma e os estudantes precisam se adaptar a ele, certo? Isso pode causar um sério problema de falta de interesse e engajamento.

A tecnologia também pode ser uma excelente aliada nesse aspecto. Tecnologias da educação ajudam não só a personalizar o ensino de acordo com o que funciona melhor para cada pessoa, mas também trazem diversas estratégias inovadoras como o gamification, que servem para envolver os colaboradores no ensino e potencializar o aprendizado.

Dessa forma, os colaboradores ficam muito mais engajados com o processo do treinamento e, claro, os resultados finais são muito melhores.

3. Maior personalização

Esse ponto dialoga muito com o ponto anterior. A personalização é essencial para que as estratégias de treinamento funcionem de forma efetiva, afinal, cada um aprende de uma maneira e no seu próprio tempo.

A possibilidade de poder personalizar o curso de acordo com a necessidade e os interesses de cada um torna o ensino muito mais atraente e inclusivo. O colaborador se torna protagonista do próprio da aprendizagem e do desenvolvimento, e não apenas um sujeito passivo ao processo.

Para a empresa as vantagens são ainda maiores. É possível ajudar o desenvolvimento de colaboradores diferentes em características específicas. Por exemplo: um colaborador que acabou de ser promovido a coordenador pode precisar de vídeo aulas sobre liderança enquanto outro colaborador pode precisar mais de aulas para aprender sobre novas ferramentas técnicas.

Dessa maneira, a tecnologia ajuda na hora de montar o treinamento perfeito para cada colaborador e, melhor ainda, que pode ser assistido e absorvido respeitando o tempo de aprendizado de cada um.

4. Possibilidade de mensurar resultados

Toda ação realizada nas empresas precisa de gerar dados relevantes. De nada adianta investir tempo e dinheiro se, depois, você não conseguir saber se essa ação deu certo ou errado. E, claro, nem sempre as maneiras tradicionais de mensurar aprendizado podem funcionar para todo mundo.

Plataformas voltadas para ensino EAD permitem a análise de dados variados, que ajudam não só a ver como o aprendizado individual está indo, mas também entender como a estratégia como um todo está funcionando.

Por exemplo, em relação às vídeo aulas, alguns dados de vídeo analytics indicam qual é o tempo de permanência em cada vídeo, quais conteúdos os colaboradores assistiram ou não, qual parte eles assistiram mais de uma vez (pode indicar dúvidas em determinados conteúdos) e outros dados importantes para a estratégia de treinamento.

Esse tipo de análise aprofundada dos treinamentos e do aprendizado de cada colaborador raramente pode ser alcançada sem o auxílio da tecnologia.

5. Agilidade

Por último, outro ponto que faz investir em tecnologia na educação uma enorme vantagem é a agilidade nos treinamentos. Acredite, um treinamento presencial é muito mais demorado.

A demora nos treinamentos e ações de desenvolvimento podem significar quedas significativas de produtividade, afinal, além dos colaboradores que estão sendo treinados, é preciso mobilizar muitas pessoas ao mesmo tempo para ministrar os treinamentos. Imagine ter que fazer isso várias vezes no mês ou toda vez que um novo colaborador precisar ser treinado?

Com os treinamentos no formato de vídeo fica muito mais rápido treinar os colaboradores. Em geral, aulas presenciais demoram mais do que as vídeo aulas, afinal, as pessoas acabam divagando, falando sobre coisas que não são relacionadas ao assunto e várias interrupções podem seguir. É muito comum, inclusive, treinamentos extrapolarem o tempo definido para eles.

Quando essas aulas são feitas por meio de vídeos, é possível cortar muito o tempo e, melhor ainda, que cada colaborador assista no seu próprio tempo, não comprometendo a produtividade geral da empresa.

Viu como a tecnologia pode ser essencial para uma estratégia efetiva de treinamento corporativo? Com o desenvolvimento e constante investimento em tecnologias educacionais, fica cada vez mais atrativo investir no EAD corporativo para melhorar processos e acelerar resultados.

A educação corporativa é uma maneira de fortalecer o ambiente profissional e promover a gestão do capital humano. Confira outras dicas para fazer esse gerenciamento em nosso conteúdo!