O que são metas individuais e como aplicar aos colaboradores

BAIXE GRÁTIS!

Aqui você encontra:

Alcançar os objetivos de uma empresa nem sempre é um processo simples, afinal, eles podem ser muito amplos e subjetivos. Por isso, é fundamental que os colaboradores tenham também suas metas individuais.

Mas você sabe como funcionam essas metas e como implementá-las de forma justa e eficiente? Neste post, falaremos um pouco mais sobre o assunto e traremos alguns exemplos para ajudar você a traçar as metas dos seus funcionários. Confira! 

O que são metas individuais?

As metas individuais são os passos necessários para que cada colaborador possa contribuir para bater as metas da empresa. Por exemplo, se a meta é vender 500 produtos nos próximos 5 meses, a venda de 100 produtos por mês pode ser o foco.  

Além das metas coletivas, estabelecer metas individuais para a equipe é importante para tornar os objetivos mais palpáveis, incentivar o cumprimento de tarefas e motivar os colaboradores a sempre alcançarem um melhor desempenho. 

Quando bem implementadas, elas ajudam na produtividade e no alcance dos objetivos da organização, permitindo ao time obter vitórias diárias e os colaboradores focados na busca dos objetivos macro, que podem ser todos definidos usando a metodologia OKR

Quais são os exemplos de metas individuais para colaboradores?

Não basta ter boas ideias, é preciso saber como transformá-las em metas. Para isso, é necessário incluir na descrição dois elementos essenciais: "quando" e "como". As metas precisam ter um prazo para serem alcançadas e instruções que explicam o que deve ser feito. 

Dessa forma, dizer que deseja apenas "aumentar o faturamento" não é uma meta real.  É preciso ser mais específico, mostrando qual a porcentagem de aumento esperada, o prazo para isso e como deve ser feito. 

Veja, a seguir, alguns exemplos de metas individuais:

  • Produzir, até a primeira sexta-feira do mês, um relatório de vendas de um produto específico contendo dados do último mês;
  • Aumentar as vendas individuais em 30% até o final do semestre, com a ajuda da ferramenta de CRM;
  • Diminuir a taxa de produtos fabricados com defeito para 0,5% aplicando o Ciclo PDCA;
  • Aumentar em 95% a pontualidade no registro de ponto nos próximos 3 meses;
  • Realizar 20 horas de capacitação com a ferramenta de educação corporativa da empresa dentro de um período de 3 meses. 

Como implementar metas individuais?

Entenda a atuação do colaborador

Esse é o primeiro passo para estabelecer metas individuais para os colaboradores. Nessa hora, é importante analisar os resultados alcançados por cada colaborador nos últimos meses e entender quais os pontos positivos e negativos de cada um. 

Conheça o perfil comportamental de cada colaborador

Conhecer bem o perfil de cada pessoa do time  ajuda a entender suas dificuldades e habilidades que precisam ser melhor desenvolvidas. 

Além disso, é fundamental dar feedbacks aos profissionais e entender a perspectiva deles sobre a empresa para alinhar expectativas. 

Estabeleça metas de curto, médio e longo prazo

As metas individuais devem ser estabelecidas a curto, médio e longo prazo. Aqui, a dica é destrinchá-las em outras menores e mais fáceis de serem superadas.

Mesmo se tratando de metas individuais, é possível defini-las por função, de acordo com o nível de responsabilidade e atuação de cada colaborador. 

Dessa forma, elas serão compatíveis com o perfil de cada equipe e os times poderão atuar em conjunto e não como rivais, desejando uma colocação melhor que os demais.

Mapeie o cenário atual da empresa

Outro ponto que precisa ser considerado é o quanto as metas traçadas são realistas para o cenário atual do negócio

Estabelecer metas inalcançáveis pode fazer com que o colaborador acabe se desmotivando, o que impacta diretamente no clima organizacional, na produtividade e até mesmo na retenção dos talentos. 

Como avaliar as metas por colaborador?

As metas individuais são um recurso útil para fazer uma gestão de desempenho dos colaboradores e estimulá-los a melhorarem seus resultados dentro da organização.

No entanto, elas exigem um acompanhamento próximo da liderança e precisam ser monitoradas constantemente. 

Por isso, é fundamental que, ao estabelecer metas, propor ações mensuráveis, ou seja, que possam ser analisadas e medidas por meio de indicadores de desempenho. Veja um exemplo:

  • Meta =  aumentar a retenção de clientes;
  • Ação = acompanhar de perto o índice de satisfação do público e quantos clientes voltaram a fazer novas compras dentro de um período. 

Além de acompanhar os indicadores de cada meta, é essencial manter uma frequência de avaliações de desempenho e feedbacks com o colaborador.

Dessa forma, é possível entender o quanto ele está progredindo, quais as suas ambições na empresa, se ele está satisfeito com sua função atual e outros pontos. 

As avaliações de desempenho também ajudam a gestão a verificar o crescimento do profissional ao longo do tempo, analisando pontos fortes e fracos, propondo ações e um plano de desenvolvimento individual

Afinal, vale a pena aplicar metas individuais para colaboradores?

As metas individuais funcionam como um acordo entre o colaborador e as lideranças, sendo um excelente método para acompanhar o desenvolvimento profissional de cada um e garantir mais compromisso no alcance de objetivos. 

Mas é importante entender que, mesmo as metas sendo individuais, elas impactam diretamente nos resultados do negócio como um todo, por isso, devem ser pensadas de forma estratégica e alinhada ao que a organização deseja para o futuro. 

Apesar de serem muito positivas, as metas individuais precisam ser implementadas de forma justa, para evitar uma competitividade exagerada que pode tornar o clima organizacional tóxico e pesado. 

Se implementadas estrategicamente e bem planejadas, as metas individuais podem ser uma ótima alternativa para melhorar o desempenho dos colaboradores e garantir reflexos positivos em toda a corporação.

Agora que você entendeu a importância das metas individuais e como aplicá-las, baixe gratuitamente nossa planilha de gestão de metas e comece a planejar as suas!  

Isabella Furbino
Isabella Furbino
Sou coordenadora de Treinamento e Desenvolvimento na Sólides, mentora de profissionais de RH e também para empresas do terceiro setor. Sou Especialista em Gestão Comportamental e facilitadora da Formação Analista Comportamental Profiler há 5 anos. Me formei em Psicóloga (UFMG) e sou pós-graduada em Gestão de Negócios (IBMEC BH)
Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima