Janeiro Branco: 8 ações para promover a saúde mental na empresa

Conheça 8 ações estratégicas para promover no Janeiro Branco e como engajar o seu time com as iniciativas! 
janeiro branco
BAIXE GRÁTIS!

Aqui você encontra:

O Janeiro Branco é uma iniciativa muito valorizada pelos colaboradores. Especialmente no cenário contemporâneo, em que a conscientização sobre a importância da saúde mental ganha destaque nas empresas. 

Por ser um movimento que promove a reflexão e o diálogo sobre o bem-estar psicológico, o setor de Gestão de Pessoas deve investir em ações que contemplem esse mês simbólico. Até porque, estratégias certeiras ajudam a zelar pela qualidade de vida e aumentar a retenção de talentos

Neste artigo, abordamos o significado do Janeiro Branco e sua aplicação nas empresas, destacando a importância da saúde mental no ambiente de trabalho. Nele, trazemos dicas para implementação dessa prática, além de mostrar estratégias para engajar os colaboradores. 

Por fim, ajudamos o seu RH a se diferenciar. Também reunimos sugestões para manter um ambiente de trabalho saudável ao longo do ano. Boa leitura!

O que é Janeiro Branco?

O Janeiro Branco é uma campanha criada em 2014 por psicólogos brasileiros para conscientizar a população sobre a importância da saúde mental.

Vale destacar que janeiro não foi escolhido ao acaso, e sim como uma estratégia para incentivar as pessoas a refletirem sobre suas vidas. Afinal, nada mais oportuno do que aproveitar o início de um novo ano para repensar metas e cuidar de si. 

Além disso, a cor representa uma página em branco como oportunidade de escrever uma nova história, priorizando o cuidado com o bem-estar mental. Além disso, o movimento destaca a necessidade de desconstruir tabus relacionados à saúde emocional.

A intenção do Janeiro Branco é promover um ambiente acolhedor em que as pessoas sintam-se à vontade para expressar suas emoções e buscar apoio quando necessário. Em 2024, o lema do Janeiro Branco é: "Saúde mental enquanto há tempo", reforçando a necessidade do cuidado com esse tema.

Compartilhe nas suas redes sociais ou clique na imagem para baixá-la!

LinkedIn
WhatsApp
Email

Importância da saúde mental nas empresas

A saúde mental dos colaboradores deve ser uma prioridade para as organizações, pois o bem-estar geral das equipes é, além de um compromisso ético, fundamental para metas e resultados. Algumas estatísticas que reforçam isso são:

  • Funcionários saudáveis são mais 31% mais produtivos e engajados para contribuírem de maneira efetiva com o negócio, segundo um estudo da Universidade da Califórnia; 
  • Promover a saúde mental nas empresas também está relacionado à prevenção de doenças, redução do absenteísmo em 20% e aumento da satisfação no trabalho, de acordo com a Kenoby.

Assim, esse cuidado passa pela Gestão de Pessoas, setor responsável por cuidar dos colaboradores, contribuindo para a construção de uma cultura organizacional sólida e positiva.

Além disso, existem algumas prioridades. O Ministério da Saúde (MS) publicou uma atualização na lista de enfermidades relacionadas ao trabalho. No documento foram incluídas 165 novas patologias, como:

Sendo assim, esses dados ajudam o RH a identificar quais podem ser as principais ameaças à saúde dos colaboradores, e o que priorizar em suas ações internas.

Qual a relação entre saúde mental e saúde financeira?

A saúde financeira e a saúde mental estão intimamente ligadas. Quando as pessoas estão financeiramente seguras, elas têm menos estresse e ansiedade, o que pode contribuir para uma melhor saúde mental. Por outro lado, quando as pessoas estão com problemas financeiros, elas podem experimentar estresse, ansiedade, depressão e outras questões mentais.

Um estudo realizado pela Universidade de Pittsburgh descobriu que pessoas com dívidas têm duas vezes mais chances de desenvolver problemas de saúde mental do que pessoas sem dívidas. Outro estudo, realizado pela Universidade de Harvard, descobriu que pessoas que estão financeiramente seguras têm menos chances de desenvolver doenças cardíacas, derrames e problemas de saúde mental.

Então, é importante que as empresas se preocupem com a saúde financeira dos seus colaboradores. Oferecer apoio aos colaboradores que enfrentam problemas financeiros pode ajudar a melhorar a sua saúde mental e o seu desempenho no trabalho.

Uma forma de entender como ajudar colaboradores que enfrentam problemas financeiros é realizar pesquisas de bem-estar financeiro. Essas pesquisas podem ajudar as empresas a identificar os problemas de renda mais comuns enfrentados pelos colaboradores, bem como as suas necessidades.

As pesquisas de bem-estar financeiro podem ser realizadas de forma anônima, para que os colaboradores se sintam mais à vontade para responder às perguntas. As perguntas podem abordar temas como:

  • Renda e despesas
  • Dívidas
  • Investimentos
  • Planejamento financeiro
  • Educação financeira

Com base nos resultados das pesquisas, as empresas podem desenvolver programas de apoio financeiro para os colaboradores. Esses programas podem incluir:

  • Orientação financeira
  • Consultoria financeira
  • Educação financeira
  • Ajuda financeira direta

Ofereça benefícios flexíveis úteis e relevantes

Oferecer benefícios corporativos relevantes para os colaboradores também pode contribuir para a sua saúde financeira. Benefícios como seguro saúde, seguro odontológico, seguro de vida, plano de previdência privada e vale-transporte podem ajudar os colaboradores a economizar dinheiro.

Além disso, as empresas podem oferecer benefícios flexíveis, que permitem que os colaboradores escolham os benefícios que melhor atendem às suas necessidades. Por exemplo, as empresas podem oferecer opções de crédito responsável, planos de saúde, planos de previdência privada e planos de seguro de vida.

Ao se preocupar com a saúde financeira dos colaboradores, as empresas estão investindo no bem-estar mental e físico dos seus funcionários. Isso pode contribuir para aumentar a produtividade, reduzir o absenteísmo e melhorar a satisfação dos colaboradores.

O que pode ser feito no Janeiro Branco? Dicas para aplicar nas empresas

Agora que você já entendeu qual o panorama da saúde mental no Brasil, trouxemos dicas de como promover o Janeiro Branco na empresa de uma maneira estratégia eficaz. 

Para entender como engajar os colaboradores e promover ações de endomarketing realmente eficazes, separamos algumas dicas que o RH pode aplicar. 

1 - Promova a conscientização

Inicie o ano compartilhando informações sobre o Janeiro Branco, explicando sua importância e como ele se relaciona com o ambiente de trabalho. 

Promova palestras, workshops ou webinars conduzidos por profissionais da área, abrindo espaço para esclarecer dúvidas e desmistificar tabus sobre saúde mental. 

Estimule a abertura de diálogos sobre saúde mental no ambiente de trabalho. Isso pode ser feito por meio de grupos de discussão, canais de comunicação interna ou sessões de aconselhamento.

Uma ideia que pode impulsionar o engajamento é a disponibilização de uma caixinha de dúvidas ou desabafos.

Disponibilize materiais informativos, como cartilhas e vídeos, para os colaboradores poderem se informar sobre o assunto.

💡 Acesse o curso gratuito: Comunicação não-violenta.

3 - Incentive práticas de bem-estar

Introduza atividades que promovam o bem-estar mental, como sessões de mindfulness, yoga no escritório ou intervalos para descanso durante o expediente.

Também vale implementar políticas que incentivem o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, como flexibilidade de horários ou dias de trabalho remoto.

Conheça as dicas para oferecer qualidade de vida no trabalho

4 - Capacite líderes e gestores

Ofereça treinamentos específicos para líderes e gestores sobre como lidar com questões de saúde mental no trabalho

A Gestão de Pessoas deve estimular a liderança participativa, que esteja atenta aos sinais de estresse e ansiedade entre os membros da equipe. E o mais importante: tenha certeza de que os líderes tenham uma comunicação assertiva e acolhedora. 

5 - Tenha um programa de saúde mental

Crie um programa que funcione como uma rede de apoio psicológico para enfrentar as situações de estresse. 

A primeira parte deste trabalho é aplicar uma pesquisa, de preferência anônima, sobre quais as necessidades e sugestões dos colaboradores. 

Em seguida, o RH pode estruturar um cronograma que contemple essas ideias.

6 - Crie espaços de troca

Seja por rodas de conversa, artigos anônimos e outros canais, crie um espaço para que os colaboradores troquem experiências.

Nessas ocasiões, a comunicação entre todos flui melhor, a empatia e o bem-estar no trabalho se destacam. A proximidade abre um canal entre a empresa e o colaborador, o que pode facilitar para que ele peça ajuda se algo não estiver bem. 

Saiba também:

7 - Parceria com psicólogos

Nas empresas de grande porte é comum ter um psicólogo na equipe. No entanto, empresas menores nem sempre conseguem manter esse profissional no quadro. 

A solução para isso é firmar parcerias com psicólogos para oferecer sessões de psicoterapia e acompanhamento. As consultas podem ter subsídio da empresa, resultando em desconto para o colaborador. É certeza de um bom investimento para ambos. 

Como manter a saúde no trabalho? Veja os cuidados

8 - Incentive um check-up na saúde

Muitas condições psicológicas também afetam ou são derivadas de problemas de saúde física. 

Por isso, uma medida eficiente é incentivar os colaboradores a fazerem exames completos

Assim, é possível identificar se existe alguma questão mais profunda, relacionada à alimentação, exercícios físicos, que esteja impactando seu dia a dia também.

Como engajar os colaboradores com o Janeiro Branco? 5 sugestões

Agora que já temos as ideias sobre como aplicar o Janeiro Branco na empresa, confira formas de tornar os colaboradores mais engajados à campanha. 

1. Participação de especialistas

Muitas pessoas podem não se sentir à vontade para falar direto com os membros da organização ou RH. Por isso, durante este mês, disponibilize e comunique a presença de um especialista em saúde mental na empresa.

2. Feedback 

Sempre que possível, sempre reconheça e valorize as práticas saudáveis relacionadas à saúde mental no ambiente de trabalho. Solicite feedback dos colaboradores sobre as iniciativas implementadas e faça ajustes conforme necessário.

Aprenda o que é feedback, qual a importância para empresa e veja exemplos para aplicar no dia a dia

3. Campanhas internas

Desenvolva campanhas internas envolvendo os colaboradores na promoção da saúde mental. Crie desafios, eventos e competições que incentivem a participação dos funcionários na conscientização sobre o tema.

4. Uso de tecnologia

Utilize plataformas digitais para disseminar informações sobre saúde mental. Disponibilize aplicativos ou ferramentas online que ofereçam dicas de autocuidado e recursos para lidar com o estresse.

Tecnologia humanizada e gestão de pessoas: saiba mais e entenda a relação

5. Vá além e aborde diversos temas

Sabemos que o foco do Janeiro Branco é a saúde mental, mas existem outros assuntos dentro desse universo que você pode abordar, como:

  • Inteligência emocional;
  • Felicidade e propósito no trabalho;
  • Equilíbrio entre vida pessoal e profissional;
  • Sinais de alerta sobre a saúde mental;
  • Importância da atividade física e alimentação;
  • Autoconhecimento;
  • Cuidados em tempos de home office.

Assim, você cria um diferencial na campanha de Janeiro Branco da sua empresa e ainda compartilha mais informações relevantes com seus colaboradores!

💡Confira já o curso gratuito sobre Valor pessoal e Propósito no trabalho

Como manter um ambiente de trabalho saudável o ano todo?

O Janeiro Branco é uma iniciativa valiosa em diversos aspectos. Ela chama atenção para o tema da saúde mental individual e coletiva, desenvolve a empatia entre as pessoas e ajuda a combater o estigma de enfermidades que podem acometer qualquer um. 

Porém, a campanha não precisa ficar restrita ao primeiro mês do ano. O Janeiro Branco pode permear ações na empresa sempre que necessário, como forma de prevenção, por isso, coloque essas ideias no planejamento estratégico do setor. 

  • Integração contínua: integrar a saúde mental nas políticas e práticas cotidianas da empresa é uma ótima alternativa. 
  • Acompanhamento personalizado: implemente programas de acompanhamento personalizado, como sessões regulares com psicólogos para os colaboradores. Também é possível avaliar a satisfação deles com a iniciativa através de uma pesquisa de clima.
  • Flexibilidade e adaptação: dentro dos limites da sua empresa, promova uma cultura que valorize a flexibilidade, permitindo que os colaboradores ajustem suas rotinas de acordo com suas necessidades individuais.
  • Promoção de um ambiente positivo: implemente iniciativas que fortaleçam os laços sociais entre os membros da equipe, como eventos sociais e programas de reconhecimento.

Por fim, lembre-se de que o Janeiro Branco representa mais do que uma campanha sazonal. Ele é um convite para que as empresas se comprometam a criar ambientes de trabalho que promovam a saúde mental durante todo o ano. 

Assim, ao priorizar a conscientização, engajar os colaboradores e implementar práticas de bem-estar, as organizações fortalecem suas equipes e contribuem para uma sociedade mais saudável e resiliente.

Para fazer do cuidado com a saúde mental deve ser uma prioridade constante, leia nosso Ebook: RH e Saúde Mental: como lidar com colaboradores que precisam de ajuda

Baixe grátis!

Picture of Amanda Silva
Amanda Silva
Psicóloga, com MBA em Gestão de Recursos Humanos, atuo há mais de 7 anos com recrutamento e seleção, grande bagagem em empresas de tecnologia, com definição de estratégias para atração e seleção de talentos. Hoje está como Supervisora do time de Talent Acquisition da Sólides.
Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima