Inteligência emocional e Soft Skills: como uma ajuda a outra?

SAIBA MAIS

Aqui você encontra:

Você sabe qual a relação entre a inteligência emocional e soft skills? A relação entre elas pode ser mais forte do que você imagina e fazem muita diferença, seja no contexto profissional ou pessoal. 

Neste conteúdo, separei alguns pontos importantes para entendermos como elas se relacionam e como você pode trabalhar no processo de desenvolvimento de competências.

O que são soft skills?

Soft skills são habilidades não técnicas e não específicas relacionadas às características pessoais e comportamentais de um indivíduo. Elas se referem a algumas habilidades, como: 

  • Comunicação clara e eficaz
  • Trabalho em equipe e colaboração
  • Pensamento crítico e resolução de problemas
  • Liderança e gestão de equipe
  • Adaptabilidade e flexibilidade
  • Resiliência e perseverança
  • Habilidade para lidar com a pressão e o estresse

As soft skills também estão relacionadas a outras habilidades não técnicas que podem ser aplicadas em uma variedade de situações de trabalho e na vida cotidiana.

As soft skills são muito valorizadas pelos empregadores, pois são essenciais para o sucesso no ambiente de trabalho e na colaboração eficaz com colegas, clientes e parceiros de negócios. 

Elas são consideradas complementares às hard skills, que são habilidades técnicas específicas necessárias para realizar uma determinada tarefa ou trabalho.

Entenda melhor sobre o impacto das soft skills em uma empresa

O que são competências comportamentais? 

As competências comportamentais são basicamente traços de nossa personalidade, que nos dão aptidões, que formam os padrões responsáveis por nossas atitudes. Se não desvincularmos, comportamento de personalidade, nos tornamos inflexíveis a nos adaptar aos ambientes onde convivemos.

➡️ Veja como atingir alta performance das competências comportamentais

Como desenvolver habilidades comportamentais?

O processo de desenvolvimento humano, pensando na capacidade de aprimorar habilidades comportamentais, é composto por duas ferramentas fundamentais: Autoconhecimento e Inteligência Emocional.

Apesar dos conceitos parecerem simples, quando se busca aplicar de forma aprofundada a usabilidade real, nos deparamos com alguns bloqueios, muitos internalizados em nós, outros  externalizados pela influência ambiente social. 

Porém, é na observação, conscientização e entendimento destes  bloqueios que conseguimos traçar rotas eficazes de superá-los e usá-los como impulsionadores funcionais. 

Em resumo: usar não só recursos  “positivos” como também os indicadores “negativos” em nosso favor.

9 competências e habilidades que todo profissional de RH deve ter

Posso ter uma personalidade distinta do meu comportamento? 

É possível, quando se tem o autoconhecimento para conseguir identificar quais são seu gatilhos emocionais e inteligência emocional para transformar o estímulo recebida do meio, em um comportamento coerente com sua necessidade momentânea. Isso de forma perspicaz, coloca as mais diversas situações em seu favor, ou diminui os atritos inevitáveis.

Pensando em carreira profissional, que é uma pauta mais convidativa ao tema, em que estas competências são mais amplamente exploradas, de forma a alinhar os objetivos individuais aos planos de progressão de carreira, onde o profissional, tendo em vista quais os critérios necessários para alcançar seu objetivos consegue se modelar e se aperfeiçoar de forma a atender as expectativas impostas pelas organizações. 

➡️O que é e como fazer o gerenciamento de emoções no dia a dia

Relação entre autoconhecimento e inteligência emocional

Autoconhecimento é uma reflexão diária sobre o que eu tenho a oferecer, o que tenho que ter, à que eu consigo me submeter, até onde eu consigo avançar, onde eu devo recuar e o que eu consigo aprender.

Inteligência Emocional é esta receptivo ao que o meio oferece e fazer bom uso dos recursos, positivos e negativos! 

O autoconhecimento é fundamental no processo de desenvolvimento da Inteligência Emocional, pois a partir da premissa que você entende seus gatilhos, você se torna receptivo às influências internas, e vai lidar da forma mais estratégica.

Como o meio influencia na relação entre inteligência emocional e soft skills?

No contexto profissional, o meio de influência tem que  ser composto por uma gestão sensível à entender as particularidades da cada indivíduo e aberto a trazer o diálogo, como meio de alinhar expectativas, trazendo direcionamento assertivo de acordo com cada propósito profissional.

O trabalho precisa ser um ambiente culturalmente propício ao desenvolvimento, com processos claros e bem direcionados para atender os interesses mútuos, e uma comunicação eficiente quanto ao alinhamento de expectativas.  

O processo de desenvolvimento das nossas competências é um processo fluido que estará constantemente mudando de acordo com nossas necessidades momentâneas. 

Cabe a nós, nos entendermos e nos aprimorarmos de acordo com nossos objetivos, acreditando em nossa capacidade, e entendendo que com os estímulos certos todas as competências são alcançáveis.

Para se desenvolver ainda mais e trabalhar a inteligência emocional e as soft skills, temos um material gratuito que vai te ajudar a se desenvolver profissionalmente a partir do conhecimento do seu perfil comportamental!

Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima