Integração de colaboradores: o que é e 5 dicas para integrar na empresa e no home office

Tempo de leitura: 8 minutos

Quais benefícios a integração de colaboradores pode oferecer às empresas? Dar pouca importância para ações que promovam o envolvimento de novos e antigos colaboradores pode ser um erro. 

Este post abordará o assunto e explicará em 5 dicas como fazer a integração entre os recursos humanos tanto na empresa quanto no trabalho remoto. Vamos conferir?

O que significa integração de colaboradores?

No ambiente organizacional, integração de equipes é o conjunto de ações promovidas pelas empresas para inserir um novo colaborador na rotina e engajar os profissionais veteranos, qualificando suas entregas.  

A interação entre os times mantém as equipes motivadas para evoluir profissionalmente e em prol da organização. 

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Qual a importância?

A integração de colaboradores representa uma etapa importante, principalmente para apresentar aos recém-contratados a história da empresa, sua filosofia, cultura, missão, valores e objetivos.

Trata-se da oportunidade para que os colaboradores conheçam a estrutura organizacional e o papel de cada um. Assim, eles conseguem formar laços entre si e entre os diferentes setores, criando um ambiente saudável para todos. 

Ainda, a fase de integração permite que os profissionais entendam a estrutura do negócio e recebam orientações úteis para iniciarem suas atividades. 

Portanto, as organizações que não realizam essa atividade deixam de conquistar mais qualidade e otimização para seus processos. Outro fator importante é a padronização de ações e discursos para que todos trabalhem alinhados. 

Desse modo, a empresa qualifica seus serviços graças ao engajamento e à sinergia proporcionada ao incorporar um novo elemento ao conjunto. Afinal, o colaborador passa a se sentir parte do todo.

Benefícios de realizar a integração dos funcionários

Como fazer a integração de novos colaboradores?

A integração de colaboradores é um processo que exige início, meio e fim. Assim, com as estratégias certas, é possível alcançar melhores resultados nessa tarefa. 

1. Estabeleça um plano de ação 

Elabore um documento contendo respostas objetivas e claras sobre o que deve ser feito, de que maneira e qual o prazo. Muitos gestores usam uma ferramenta conhecida como 5W2H (em inglês):

  • 5W: o que será feito (What)? Por que será feito (Why)? Onde será feito (Where)? Quando (When)? E por quem será feito (Who)?
  • 2H: como será feito (How)? E quanto vai custar (How much)?

Trata-se de questões-chave que não podem faltar no plano de ação. Elas servem para orientar a condução do processo e de resposta para dúvidas ou imprevistos que venham surgir. 

2. Apresente a empresa ao novo integrante da equipe e esclareça as dúvidas do profissional

Receber bem um novo funcionário não é só questão de cordialidade, e sim uma estratégia eficiente para apresentar a empresa ao recém-contratado. Essa “visita guiada” pode ser executada pelo profissional de RH, pelo líder imediato ou por um colega de setor. 

Nessa hora, procure mostrar a organização toda, ainda que algumas áreas sejam vistas de forma superficial. E invista mais tempo para apresentar os departamentos com os quais o novo colaborador terá mais contato. 

Não deixe de incluir os espaços comuns e de convivência, nem de explicar como funcionam equipamentos de segurança individual (se for o caso) e instrumentos de trabalho. 

Por fim, embora muitas informações relevantes já tenham sido repassadas durante o onboarding, vale a pena estar atento às dúvidas do recrutado. Para tanto, fique disponível para esclarecimentos e reserve um tempo para ouvir questões pendentes

3. Conte a história da empresa e como tudo começou

Uma breve narrativa com a retrospectiva da organização, destacando os desafios e aprendizados pode contribuir muito para que o colaborador se sinta em casa. Assim, sintetizar a história da empresa de forma atraente e coesa será benéfico para todas as partes. 

Mas seja objetivo. Não se prenda a números, datas e detalhes que não trazem relevância. Dê exemplos de como a empresa lidou com as ameaças, como venceu obstáculos e fale sobre seus fundadores. Se possível, conte as estratégias utilizadas em diferentes períodos. Ademais, a narrativa pode ser também visual, com fotografias, vídeos e depoimentos que enriquecem a apresentação.

4. Apresente e explique os pilares da cultura organizacional

Muitos gestores acreditam que pendurar na parede referências à missão, visão e valores da empresa é suficiente para definir seu DNA. Mas isso é um equívoco. A cultura organizacional deve sair do papel e ser aplicada na prática. Já que ela serve para alinhar os profissionais, veteranos e novatos, com o que o negócio defende e acredita. 

5. Promova eventos de integração 

A integração nem sempre precisa ser individual. É claro que o alvo deve ser o novo funcionário. Mas em determinados momentos, é interessante envolver todos os colaboradores, em maior escala. Para isso, muitas empresas investem em eventos específicos com esse fim. 

Bons exemplos são os encontros pós-expediente, as atividades físicas ou esportivas no final de semana, as gincanas solidárias e outras atividades que possam engajar e integrar os profissionais. 

banner engajamento de funcionários

Como facilitar a integração de colaboradores ao home office?

O crescimento do trabalho remoto trouxe alguns desafios para profissionais e gestores de RH. Afinal, como lidar com o isolamento causado pelo home office, justamente quando pensamos em possibilidades de integração? Temos algumas dicas, acompanhe!

1. Torne as reuniões mais interessantes

Reuniões de trabalho costumam carregar o estigma de serem cansativas e burocráticas. No caso dos trabalhadores em home office, aproveite a ocasião para incentivá-los a serem mais participativos

Ainda, para minimizar os efeitos do distanciamento e fortalecer as relações de trabalho, promova espaços de diálogo. Os comentários podem versar sobre o tema do encontro ou sobre outros assuntos de interesse do grupo. 

2. Faça encontros virtuais para discutir assuntos do cotidiano

O trabalho remoto não pode perder uma das características mais interessantes do ambiente laboral: o famoso “encontro do cafezinho”. Aquele momento em que colegas tiram alguns minutos no refeitório ou na sala de convivência para trocar ideias e debater assuntos triviais

Lembre-se que essa estratégia pode ocorrer mesmo virtualmente. Então, estabeleça encontros semanais ou quinzenais para que os profissionais possam parar suas atividades por alguns minutos para um bate-papo. Ainda, promova um coffee break virtual e integre sua equipe. 

3. Incentive o entretenimento e a inovação

Diversas empresas aderiram a práticas inovadoras para tornar o clima organizacional mais atrativo. Nesse sentido, videogames, sala de TV, mesas de sinuca e outras propostas são opções para diminuir o estresse cotidiano. 

Essas práticas podem continuar, mesmo durante o home office. Que tal integrar os colaboradores em disputas de videogame ou computador online? Todos podem interagir e relaxar. 

4. Invista em tecnologia adequada e em ferramentas de gestão

No trabalho remoto, dados e informações relevantes devem continuar à disposição de quem precisa deles. Portanto, tenha tecnologia voltada ao armazenamento e compartilhamento de arquivos e facilite o acesso

Invista em sistemas, aplicativos, softwares e equipamentos com essa finalidade. Isso pode contribuir para delegar tarefas, acompanhar processos, coletar feedbacks e minimizar ruídos de comunicação. 

E para manter uma relação de trabalho saudável, conte com ferramentas de gestão para desenvolver e acompanhar projetos. Essa estratégia aumenta o foco dos colaboradores e direciona todos para os objetivos da empresa, mesmo em home office. 

5. Ofereça suporte para os desafios remotos

Compreender os obstáculos e desafios do trabalho remoto com um olhar humanizado é fundamental para a integração de colaboradores. Por isso, busque entender as dificuldades de cada profissional e ofereça soluções. 

Além disso, forneça equipamentos de trabalho, como computador, notebook, headset, cadeira de escritório, teclado, mouse, suporte, entre outros. Por fim, garanta que todos tenham conexão de internet estável, subsidiando o serviço ou melhorando o plano de dados do colaborador. 

Qual o papel do RH na integração de colaboradores?

O setor de Recursos Humanos deve estar atento para que a integração de colaboradores aconteça a cada nova contratação e, eventualmente, com todos. Assim, é função do RH estruturar um plano de ação objetivo para que a empresa alcance mais eficiência operacional e qualidade no envolvimento entre os profissionais. 

Além disso, o RH também tem o papel de alinhar as expectativas, acompanhar o desenvolvimento de ações estratégicas e usar da criatividade para fazer tudo acontecer. A integração de colaboradores deve estar na mira das empresas que desejam qualificar seus processos e aumentar a produtividade

Para isso, é fundamental investir no capital humano da sua organização. Comece agora mesmo baixando o guia completo da Sólides para o engajamento de pessoas

0 0 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments