Indicadores de capacidade: 5 exemplos e como usá-los para melhores resultados

Tempo de leitura: 6 minutos

No mercado empresarial atual, a competitividade está cada vez mais presente. Isso porque, com a expansão da internet na casa e na vida das pessoas, o e-commerce permite aos consumidores comodidade no momento da compra e amplo poder de escolha de produtos e serviços. Logo, para se manterem ativas no mercado, as empresas precisam utilizar índices de desempenho para medir e avaliar suas estratégias. Dentre eles estão os indicadores de capacidade. 

Por meio dos indicadores de capacidade, é possível entender, com base em dados sólidos, a capacidade de resposta de um processo ou demanda dentro de um determinado prazo. Assim, gestores e líderes podem ser mais assertivos ao identificar problemas na execução de determinadas tarefas e na implementação de ações para corrigi-los. 

Ficou interessado pelo assunto e quer conhecer alguns dos indicadores de capacidade e como usá-los para melhorar os resultados do negócio? Acompanhe a leitura até o final e descubra 5 deles.

O que é indicador de capacidade

Trata-se de uma métrica que mede a proporção entre a quantidade que determinado produto consegue ser produzido e o tempo necessário para que isso ocorra. Esse indicador faz parte dos KPIs (key performance indicators), que nada mais são que os principais indicadores que detalham de forma prática e eficiente qual o desempenho de cada processo dentro de uma organização. 

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Assim, quando falamos de serviços, por exemplo, o indicador de capacidade revela a quantidade de clientes atendidos em determinado período, ou seja, em um setor comercial, um vendedor consegue atender, no máximo, quatro clientes no período de 1 hora. Já no cenário de uma empresa, a métrica envolve o cálculo de quantos produtos são fabricados por mês, quantos deles são vendidos, entre outros indicadores relacionados. 

Ainda, é importante enfatizar que os indicadores de capacidade são aliados dos indicadores de qualidade e produtividade. Logo, um não existe sem o outro. De nada adianta uma empresa ter capacidade de produzir muito, mas ter um ambiente organizacional onde colaboradores não se sintam motivados e engajados em produzir com qualidade. 

A importância dos indicadores de capacidade

Analisar os indicadores de capacidade dentro de uma empresa é fundamental para que ela entregue os melhores resultados e se mantenha competitiva no mercado. 

Além disso, um dos principais motivos de insatisfação dos consumidores é não ter o prazo de entrega de um produto ou serviço cumprido. Logo, se a empresa sabe qual a capacidade de produção por um determinado período, ela consegue ser mais assertiva na qualidade do seu atendimento, fidelizando seu público. 

Por meio dos indicadores de capacidade, também é possível que gestores e líderes identifiquem profissionais de baixa e alta performance. Assim, junto ao RH da empresa, consegue-se estabelecer metas de acordo com o perfil de cada colaborador e proporcionar treinamentos e alinhamentos de acordo com a necessidade de cada um, aumentando a produtividade.

5 exemplos de indicadores de capacidade que podem ser usados na sua empresa

Agora que você entendeu definitivamente a importância dos indicadores de capacidade na gestão de talentos e na melhoria dos resultados do negócio, conheça 5 exemplos e veja como você pode usá-los na rotina da sua empresa de forma eficiente. 

1. Total de atendimentos por dia

Esse indicador é fundamental para que gestores e líderes estipulem a quantidade ideal que um setor de atendimento deve realizar por dia e qual o tempo médio por atendimento (TMO). 

Assim, fica mais fácil saber qual a quantidade de atendentes deve estar disponível a cada período para que nenhum cliente abandone sua loja física, central telefônica ou chat sem ter um atendimento adequado, completo e de qualidade. 

2. Total de atendimentos por colaborador

Após conseguir o total de atendimentos por dia de uma forma ampla, também é fundamental saber quantos atendimentos cada colaborador tem feito. Dessa forma, se um colaborador fez menos atendimentos que a maioria dos membros do time, o gestor ou líder pode ser mais assertivo em monitorar a qualidade desse atendimento, identificar gaps e oferecer feedbacks construtivos, com avaliação de desempenho e treinamentos, de acordo com os pontos fracos do colaborador em questão. 

Além disso, é importante esclarecer, que o objetivo desse índice não é apontar erros ou menosprezar o desempenho do colaborador, e sim proporcionar um autoconhecimento por parte do profissional, indicando o caminho que ele deve percorrer para crescer profissionalmente e como indivíduo. 

3. Indicador de peças produzidas por hora

Esse indicador é essencial, principalmente, no setor industrial, por ser a base do entendimento para saber se a produção atende à expectativa da demanda e, claro, se as peças também não estão perdendo a qualidade. 

Assim como citamos no tópico anterior, é possível analisar de forma individual a produção de cada colaborador e corrigir o que precisa ser melhorado em termos de produtividade.

4. Indicador de visitas técnicas mensais

Se o SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) da sua empresa tem recebido muitas ligações e aberturas de chamados de visitas técnicas, é sinal que a qualidade do produto ou serviço ofertado não está suprindo as necessidades do consumidor. 

Além disso, esse indicador pode apontar ao setor de RH quantas contratações devem ser realizadas e quantos colaboradores precisam estar disponíveis por turno para que nenhum cliente fique sem atendimento por um determinado prazo. 

5. Indicador de quantidade de entregas de mercadorias por mês

Voltando a falar da competitividade no mercado corporativo em um mundo globalizado, esse indicador é um dos mais importantes a serem analisados. 

Imagine que sua empresa recebe muitos pedidos, mas não consegue entregar em tempo hábil. Tal ineficiência fará com que seu cliente se sinta insatisfeito, podendo até mesmo querer devolver o produto  e migrar para outro fornecedor. 

Logo, com o indicador de capacidade de entregas por mês, o negócio pode organizar melhor sua logística, mantendo a excelência no atendimento. 

Por fim, os indicadores de capacidade são importantes para desenvolver seus colaboradores e conquistar uma boa imagem para a sua empresa. Essas métricas estão presentes em todos os tipos de negócios, independente do seu tamanho. O segredo é saber obter e avaliar de forma sólida e assertiva, por meio de softwares e ferramentas de gestão disponíveis no mercado. Somente assim serão utilizados de modo estratégico.

Nesse contexto, a avaliação de desempenho é uma poderosa ferramenta que mede a performance de cada colaborador e levanta dados para ações estratégicas dentro da empresa. Conheça mais sobre ela no e-book que preparamos para você!

0 0 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments