6 ideias criativas para processo seletivo de micro e pequenas empresas

BAIXE GRÁTIS!

Aqui você encontra:

Desenvolver ideias criativas para o processo seletivo é necessário para sair do óbvio e encantar novos talentos para  trazê-los para o time das pequenas e médias empresas. 

Neste artigo, mostraremos 6 dicas para inovar no recrutamento e seleção, abordando exemplos de organizações que saíram da caixa para contratar os melhores profissionais. 

Como inovar o processo seletivo?

Os processos seletivos têm estruturas bem definidas e etapas que o RH precisa cumprir. No entanto, a gestão de pessoas das pequenas e médias empresas pode usar a criatividade para inovar

Para isso, o RH tem à disposição uma série de ferramentas e pode utilizá-las para melhorar os resultados da seleção. A tecnologia é uma importante aliada e pode ser o que torna o seu processo seletivo mais eficiente diante da concorrência.

Vale criar situações incomuns para analisar a reação dos candidatos, além de tirar o futuro colaborador da zona de conforto. Essa é uma estratégia que permite identificar importantes habilidades e competências comportamentais.

Portanto, investir em ideias criativas para o processo seletivo pode render bons frutos, desde que as propostas estejam alinhadas com a cultura organizacional e com o tipo de negócio.

Por isso, antes de planejar testes e dinâmicas, procure identificar as necessidades da empresa. 

➡️ Curso grátis: Aprenda com a especialista em Gestão de Pessoas Fabiane Vareira a conduzir um processo seletivo humanizado para gerar resultados por meio das pessoas com ética e responsabilidade!

Como fazer um processo seletivo criativo?

Não existe regra para inovar nos processos seletivos. No entanto, há exemplos que funcionam, pois foram testados e validados. Por que não apostar no que dá certo? 

Confira 6 ideias criativas para os processos seletivos! 

1. Gamificação 

Também chamada pelo termo em inglês, gamification, é um modo de analisar habilidades técnicas em combinação com a personalidade dos candidatos. 

De forma lúdica, o profissional participa de jogos e pode demonstrar como agiria, quais seriam suas escolhas e decisões durante o desafio. 

2. Seleção interativa

Trata-se de conhecer mais a fundo o candidato, seu perfil e interesses sobre a vaga. O grande diferencial desse formato, quando comparado às tradicionais entrevistas, é a participação ativa do pretendente. 

É uma abordagem mais comunicativa, onde o recrutador usa ferramentas digitais para interagir com o candidato e o interessado participa do cotidiano da empresa e não fica limitado apenas às entrevistas. 

3. Happy hour de recrutamento

As comemorações informais entre colegas também podem servir como ideia criativa para os processos seletivos. O happy hour ajuda a inserir novos membros no ambiente organizacional, permitindo as trocas entre colaboradores e candidatos. 

Nesse momento, os funcionários podem convidar amigos com perfil para determinada vaga e levá-los para conhecer os recrutadores em um ambiente descontraído. Além de criar aproximação, a gestão de pessoas consegue analisar o candidato sem a pressão de uma entrevista, por exemplo. 

4. Feira de empregos

Organize feiras virtuais para divulgar as vagas disponíveis na empresa. Essa estratégia consegue alcançar diferentes perfis e ajuda o recrutador a fazer boas escolhas

Ademais, é uma forma de encontrar candidatos em diferentes localizações geográficas, o que pode ser positivo para a empresa com o fortalecimento do trabalho remoto. 

5. Interação nas redes sociais

Os recrutadores podem usar as redes sociais para disseminar conteúdo atrativo e, assim, interagir com potenciais candidatos. 

Aqui, é fundamental transmitir a cultura organizacional, histórias do dia a dia e vantagens de trabalhar na empresa. Essas são armas poderosas para construir novas técnicas de recrutamento e seleção

6. Vídeos de recrutamento

Outra estratégia interessante e eficaz para recrutar pessoas é produzir vídeos curtos para divulgação no site institucional ou nas redes sociais da empresa. 

Nesse caso, não é necessário investir muito para ter êxito na ação, pois com um smartphone o recrutador consegue transmitir o recado. 

O importante é passar uma visão humanizada do processo seletivo. Nessa hora, reforce como o ambiente de trabalho é envolvente e o quanto a equipe é valorizada. 

A etapa de seleção é uma das várias que fazem parte da jornada que um funcionário passa em uma empresa. Para que tudo funcione bem e você, até mesmo, economize, é importante contar com uma boa gestão de RH.

Quer saber mais sobre gestão de RH para pequenas empresas? Temos um material bem completo para te ajudar:

Guia gratuito para estruturar seu RH do zero

Preencha o formulário e receba o material no seu e-mail 📩

Amanda Silva
Amanda Silva
Psicóloga, com MBA em Gestão de Recursos Humanos, atuo há mais de 7 anos com recrutamento e seleção, grande bagagem em empresas de tecnologia, com definição de estratégias para atração e seleção de talentos. Hoje está como Supervisora do time de Talent Acquisition da Sólides.
Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima