Home office e perfil comportamental: aumentando a produtividade

Tempo de leitura: 9 minutos

Home office e perfil comportamental, como fazer essa avaliação para que esse modo de trabalho dê certo? Atualmente, o cenário do mercado está um caos e, por isso, é preciso se adaptar para se manter de pé. Portanto, nesse momento é importante saber atualizar os processos, especialmente os que são usados para gerir os colaboradores.

Ter uma gestão comportamental eficaz, leva a uma maior produtividade de toda a equipe — isso olhando para o todo e também para cada departamento. Afinal, todos estão em busca de resultados mais satisfatórios.

Mas como home office e perfil comportamental podem deixar esse tipo de trabalho mais eficaz? É justamente esse tema que abordaremos neste artigo. Por isso, continue acompanhando para saber como adaptar o meio de produção de acordo com o perfil de cada colaborador. Boa leitura!

Quais os benefícios da gestão comportamental?

Antes de falar sobre como adaptar o home office de acordo com o perfil comportamental, precisamos mostrar como uma boa gestão pode trazer grandes benefícios. Primeiramente, vamos definir o que é esse tipo de gerenciamento. Ele tem o objetivo de entender o comportamento dos profissionais que atuam em uma empresa e vem sendo bastante utilizado nos departamentos de recursos humanos.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

A gestão comportamental tem uma abordagem mais estratégica e pode ser usada por líderes de todos os setores de uma organização, ou seja, não é uma ferramenta utilizada somente pelo RH. Ela é bastante eficiente e ajuda a desenvolver os times de maneira a torná-los mais produtivos.

Quando uma empresa foca em desenvolver o seu capital humano, ela cria programas de treinamentos específicos para cada tipo de perfil existente. Afinal, o seu intuito é aprimorar os talentos para engajá-los ainda mais. Por isso, ter uma gestão comportamental eficiente é tão importante.

Ainda, essa ferramenta tem o intuito de atuar em conformidade com a cultura da empresa. Portanto, um dos benefícios desse tipo de gestão é fazer com que os profissionais estejam mais alinhados com os valores que a organização tem.

Outra vantagem da gestão comportamental é facilitar o processo de recrutamento e seleção. Assim, os responsáveis terão mais facilidade para escolher o candidato ideal, que esteja realmente alinhado com a cultura que a empresa segue. Além disso, a seleção será mais assertiva, contratando profissionais que se encaixam ao perfil desejado pela organização, pois haverá também um bom desenvolvimento para a carreira dele.

Em uma visão geral, os benefícios da gestão comportamental são:

Faça o download gratuito do nosso e-book “Produtividade e home office: como a gestão comportamental pode ajudar

Por que é importante conhecer os perfis comportamentais?

Quando se compreende melhor os perfis comportamentais que existem dentro da sua empresa, isso dá mais segurança para trabalhar estrategicamente, já que cada pessoa tem um perfil profissional diferente. Entretanto, de uma maneira geral, todos têm acesso a mesma informação, compartilhando a mesma trajetória.

Mas fazer a análise do perfil comportamental dará a você acesso às características dominantes de cada colaborador. Elas são representadas por uma categoria, assim, será possível fazer o cruzamento de dados de acordo com o comportamento de cada um. Ainda, é praticável obter e ver em qual área cada pessoa se encaixa melhor e como ela consegue se desenvolver dentro da organização.

Dessa maneira, é possível aperfeiçoar o potencial de cada colaborador que existe em sua empresa, manejando o capital humano de maneira adequada. Logo, é uma forma de ter um engajamento total de toda a equipe. Afinal, você terá um olhar diferenciado para o seu time.

Além disso, você começará a valorizar a diversidade de profissionais que existem dentro da sua organização. Ainda, pensará de forma individual em cada um deles, em seu bem-estar, mas com o intuito de que todos sejam eficientes, produtivos e cheguem a bons resultados.

Home office e perfil comportamental

Agora que você sabe os benefícios de uma boa gestão comportamental, mostraremos como relacionar home office e perfil comportamental. Para tanto, é preciso ter boas estratégias quando o trabalho é feito remotamente. Veja, a seguir, como cada tipo de perfil comportamental se dá em home office.

Planejador

O perfil planejador é de pessoas mais calmas, tranquilas, cuidadosas e autocontroladas. Normalmente, gostam de rotinas e atuam em conformidade com as normas da empresa sem nenhum problema. Além disso, são mais introvertidos, mas gostam de trabalhar em equipe e necessitam entender realmente qual é o seu papel dentro do time.

O home office para esse tipo de perfil é algo mais tranquilo. Mesmo sendo remotamente, eles têm a necessidade de trabalhar no coletivo. Como são pessoas mais organizadas, ter um plano de entrega para eles é fundamental.

Em tempos de Coronavírus, saber fazer uma gestão do perfil comportamental é de grande importância. Portanto, veja como ser um bom gestor desse profissional, mesmo que à distância:

  • mantenha um processo de trabalho bem claro;
  • trace metas e objetivos semanais, pois isso manterá esse colaborador mais motivado;
  • dê feedbacks constantemente, afinal, eles necessitam saber como estão se saindo em suas tarefas;
  • marque reuniões com as pessoas que estão dentro do mesmo projeto. Lembre-se que há várias formas de ter um encontro remotamente com a sua equipe.

Executor

Já o perfil executor é composto por profissionais mais ativos, otimistas e totalmente dinâmicos. São líderes e não ficam com medo de assumir nenhum tipo de risco ou desafio.

Em momentos de novas formas de trabalho, como a que estamos vivenciando atualmente, trata-se de colaboradores que têm ideias criativas e mais imediatas. Por conta disso, podem não enxergar o cenário mais a frente, pois procuram resolver o agora.

Em trabalho home office, para fazer uma boa gestão desse perfil você deve:

  • estimular a competitividade, pois esse perfil é um competidor nato;
  • apresentar sempre os indicadores do time, para que eles vejam os resultados;
  • criar reuniões de premiações, de forma online, é claro;
  • traçar metas semanais;
  • informar detalhadamente como será o processo de produção home office.

Analista

Discretos, rígidos e calmos, esses são os traços principais dos analistas. Seu comportamento é menos relacional, porém, são os mais “pés no chão”. Mas a qualidade de serem muito racionais pode ser considerada por alguns como pessimismo.

Ainda, eles têm agilidade em suas demandas, são bastante inteligentes e intelectuais e com grandes habilidades em atividades que envolvem detalhes e improvisação rápida. O trabalho remoto é perfeito para eles, uma vez que são bastante organizados e comprometidos.

Em tempos de home office, esse perfil comportamental deve ter uma gestão com:

  • comunicação direta, se possível, diária;
  • frequência em reuniões para que o profissional de perfil analista veja que o projeto está sendo bem encaminhado;
  • planejamento necessário para que esse colaborador se organize também;
  • atenção às horas extras, pois esses profissionais tendem a trabalhar demais.

Comunicadores

Como o próprio nome já diz, esse perfil é bastante comunicativo — extrovertidos, falantes, ativos e não gostam nada da rotina. Inovação é a palavra que os mantêm motivados. Em relação ao trabalho remoto, são adaptáveis, mas anseiam pelo contato com outras pessoas. Portanto, esse regime trabalhista pode ser um pouco entediante para eles.

Ainda, são profissionais que gostam de se envolver em projetos que dão a eles autonomia e movimentação. Logo, nesse momento que o país vive, o cenário de trabalho em home office pode deixá-los um pouco ansioso.

Outra característica bem marcante desse perfil é a sua rapidez para entrega dos projetos. Além de agilidade em suas atitudes no dia a dia.  Veja como a gestão pode motivar os comunicadores durante o home office:

  • criando canais de comunicação eficientes, pois eles precisam saber que os líderes estão à disposição a qualquer momento;
  • fazendo um passo a passo sobre como as demandas devem ser entregues e distribua para todos;
  • montando um planejamento para eles, a fim de ajudá-los a se organizar melhor;
  • tendo um momento de discussão dos projetos diariamente, para que ele sinta a equipe mais próxima e não tenha a sensação de total isolamento;
  • dando a oportunidade para ele liderar uma das reuniões, assim pode se sentir bastante motivado.

Esse é um tempo de grande pressão para todos. É possível ver que os empreendedores estão tensos e cheios de dúvidas em como permanecer ativos em seu nicho de atuação. No entanto, com estratégias eficientes de gestão, é possível manter uma boa produção diária e monitorar corretamente toda a equipe.

Como você viu, o ideal é conhecer os perfis comportamentais existentes em sua empresa. Dessa maneira, poderá traçar um planejamento totalmente eficiente, de acordo com cada um e extrair o melhor dos seus talentos.

Portanto, se você ainda está adotando o estilo de trabalho home office, sugerimos que use essa ferramenta de gestão comportamental. Assim, esse modelo de produção se tornará melhor e dará bons resultados.

O home office e perfil comportamental precisam ser analisados corretamente, pois como o conteúdo mostrou, há quem possa se entediar facilmente. Logo, crie estratégias eficientes e produtivas para que todos saiam ganhando. Afinal, é importante pensar também no bem-estar do seu colaborador, não somente em lucros. Entenda que se ele não estiver confortável com a situação, logicamente o seu trabalho não será assertivo e muito menos ágil.

Agora que você entendeu a importância de correlacionar home office e perfil comportamental, faça o teste do Profiler da Sólides!

0 0 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments