Como se tornar um gestor de recursos humanos?

Tempo de leitura: 9 minutos

Um estudo recente, feito pela Page Group, revelou quais são as 30 profissões mais promissoras para 2021. Dentre elas está o cargo de gestor de recursos humanos. Ainda, de acordo a pesquisa, o salário de um gestor de RH pode alcançar o valor de até R$ 45 mil reais. 

Hoje, em um mercado altamente competitivo, não basta somente contar com as soft skills que o cargo demanda, é preciso desenvolvê-las e, claro,  buscar qualificações técnicas. Se você acabou de ingressar na área, com certeza, um dos seus objetivos é se desenvolver como profissional e, quem sabe um dia, tornar-se um gestor de recursos humanos. 

Mas para que você seja um especialista em gerir talentos, sabe qual caminho terá de percorrer? Caso sua resposta seja: “não”, entenda que ter dúvidas é perfeitamente normal para um profissional iniciante na carreira de RH. 

Então, pensando nisso, preparamos este post completo, para você entender definitivamente como se tornar um bom gestor de recursos humanos. Continue a leitura!

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

O que faz um gestor de recursos humanos?

Antes de saber como se tornar um gestor de RH, é preciso que você entenda melhor sobre seu dia a dia. Por isso, separamos suas principais funções dentro de uma organização. Confira!

Recrutamento e seleção

Cabe ao gestor de recursos humanos supervisionar os processos de R&S da empresa, de maneira estratégica e analítica, com base nos fundamentos da gestão comportamental. 

O profissional de RH moderno entende que as empresas contratam pelo currículo e demitem pelo comportamento. Logo, somente contar com as hard skills que a vaga demanda não é o suficiente para contratar um profissional de alta performance.

Assim, um gestor de RH, que sabe contar com o auxílio da tecnologia na identificação dos perfis comportamentais, se torna mais estratégico em compreender qual a demanda do time, escolhendo o profissional ideal que está alinhado com os requisitos do processo de recrutamento e seleção. 

Treinamento e desenvolvimento

Por ser especialista em gerir pessoas, também é papel do gestor de RH estruturar os treinamentos e capacitações que serão fundamentais para que os colaboradores se mantenham atualizados diante das demandas do mercado e conquistem novas habilidades de modo estratégico e sempre alinhado com os objetivos traçados pela organização.

Além disso, cabe ao gestor de recursos humanos direcionar treinamentos que vão de acordo com o perfil comportamental de cada colaborador. Assim, o conteúdo será melhor aproveitado, porque o profissional não se sentirá desmotivado diante da capacitação oferecida. 

Benefícios e salários

Faz parte do trabalho do gestor de RH estudar quais são os benefícios mais indicados para os colaboradores, de acordo com seus perfis comportamentais, realidade familiar e crescimento no home office, por exemplo. Ainda, ele deve levantar a demanda de benefícios conforme com o momento vivido pela empresa. 

Além disso, é função do gestor de recursos humanos se manter atualizado sobre o que diz respeito à remuneração de cada cargo no mercado de trabalho, para que a empresa não fique para trás em relação aos salários oferecidos. 

Planos de carreira

Cabe também ao gestor de RH identificar perfis de alta e baixa performance nas empresas e quais colaboradores têm perfil de liderança. Assim, com o auxílio de um software de RH, ele pode elaborar planos de carreira para cada um dos profissionais. 

Assim, o gestor de RH estará colaborando para que a empresa seja um ambiente de desenvolvimento profissional, atraindo os melhores talentos para si e mantendo os que já fazem parte do time.

ebook_elaborar_pdi_com_a_sólides

Quais são as características fundamentais para um gestor de RH?

Não é porque o profissional tem formação na área de RH que ele se tornará um gestor de recursos humanos. Nesse sentido, para que ele se sinta motivado e engajado na função e, claro, tenha um bom desempenho, é necessário contar com algumas características técnicas e comportamentais, como:

  • atuar como coach, treinando, ensinando e desafiando pessoas de forma constante;
  • usar de estratégias para motivar e engajar o time;
  • ser produtivo e focar em resultados;
  • ser comunicativo, estar aberto ao diálogo e saber ouvir o que a equipe tem a dizer;
  • proporcionar um ambiente organizacional inclusivo, onde pessoas de várias raças, crenças e valores consigam viver em harmonia, compartilhando conhecimentos;
  • avaliar e oferecer feedbacks sobre performance com os colaboradores;
  • utilizar habilidades técnicas e visão estratégica para direcionar treinamentos e especializações que desenvolvam o colaborador como pessoa e profissional;
  • tomar decisões assertivas, baseando-se em dados sólidos.

Qual a formação necessária para ser um gestor de RH?

O primeiro passo para gerir pessoas é investir em uma formação superior de recursos humanos. Na faculdade, o estudante aprenderá as técnicas, práticas e ferramentas estratégicas para exercer a função de gestor de RH. 

Mas com as necessidades da área de RH mudando constantemente, graças ao avanço da tecnologia no setor e também com tantas alterações de valores e de comportamento dos profissionais em nossa sociedade, somente a graduação não é suficiente.

Logo, é fundamental investir em cursos de especialização, como pós-graduações na área de gestão de pessoas, além de qualificação e atualização das práticas do setor. 

Cursos específicos e gratuitos

Para o profissional que está ingressando no mercado de trabalho, nem sempre é possível investir em cursos pagos ou em um MBA, por exemplo. Mas existem muitos cursos didáticos de qualidade, online e gratuitos, que deixarão você atualizado sobre as tendências da área de RH, contribuindo para que, no futuro, torne-se um excelente gestor de recursos humanos. 

Pensando em auxiliar os profissionais de RH no aprimoramento de suas habilidades, a Universidade Sólides conta com alguns cursos imprescindíveis para quem quer se tornar um gestor de RH. 

Metodologia Profiler DISC

O objetivo deste curso é proporcionar conhecimento sobre os perfis comportamentais, com o intuito de contribuir nas decisões de gestão de RH, que vão desde a seleção dos melhores profissionais até os projetos de desenvolvimento de pessoas e equipe.

People Analytics

Essa é uma das tendências mais revolucionárias do RH moderno. Por meio do People Analytics, é possível coletar e cruzar dados de candidatos e colaboradores, facilitando o trabalho do setor. 

Conhecido também como análise de talentos ou análise de RH, o People Analytics é uma metodologia que ajuda gestores e líderes a tomarem decisões mais estratégicas com relação aos seus colaboradores. Logo, esse curso não pode deixar de estar no currículo do profissional que deseja ser um gestor de recursos humanos.

9Box – Matriz de Mapeamento de Talentos para Tomadas de Decisão

A metodologia 9Box, conhecida como matriz de desempenho e potencial, é uma ferramenta que visa tornar mais rápida e prática a avaliação de colaboradores. Assim, o gestor de RH consegue organizar, por meio de um software, os quadros por profissionais ou perfis comportamentais, o que permite uma tomada de decisão mais efetiva.

Claro que esses cursos são apenas alguns exemplos de qualificação gratuita e de qualidade. Há mais formações na área de gestão de pessoas da Sólides e de outras instituições renomadas. 

como fazer people analytics - baixe o ebook

Quais as principais tendências na área de gestão de RH para 2021?

Em uma sociedade que vem passando por constantes mudanças, principalmente as ocasionadas pela pandemia do novo coronavírus, o perfil e as prioridades do atual profissional do mercado também mudaram. 

E para que você consiga gerir esses talentos de forma humanizada e assertiva, existem algumas tendências na área de gestão de RH que você não pode deixar de investir. Conheça-as!

Valorização da Inteligência Emocional

A inteligência emocional nunca foi tão valorizada dentro das organizações como nesse momento. Logo, um bom gestor de recursos humanos precisa saber desenvolver essa competência em si e em seus colaboradores. 

Trata-se da capacidade de identificar as emoções e saber lidar com elas. Quando trabalhada no ambiente corporativo, a inteligência emocional contribui para que os profissionais consigam ter um relacionamento saudável e colaborativo com os demais membros do time, além de impactar positivamente nos resultados da organização.

Além disso, desenvolver a inteligência emocional ajuda o time a encarar de forma mais positiva momentos de crise e situações de estresse. Esses são só alguns motivos da inteligência emocional ter assumido um papel estratégico na gestão de pessoas dentro das organizações. 

Automatização dos processos

Big Data é um recurso que vem se tornando cada vez mais fundamental para que as empresas possam coletar e armazenar dados sobre clientes e colaboradores. Logo, na gestão de RH, não poderia ser diferente! 

Com o RH 4.0, a automatização de algumas tarefas repetitivas da área faz com que sobre mais tempo para o setor focar em atividades que realmente agregam valor na empresa, ou seja, a gestão de pessoas. 

Assim, é possível fazer uso de dados para acompanhar o desempenho de colaboradores, identificando quais têm alta e baixa performance, promovendo ações e estratégias de desenvolvimento de habilidades específicas de cada perfil.

Além disso, a automatização da área de RH trouxe consigo softwares e ferramentas com inteligência de dados que proporcionam maior praticidade e segurança no armazenamento de documentos. Logo, um bom gestor de recursos humanos deve saber coletar e analisar essas informações de modo certeiro para gerir seus profissionais assertiva e estrategicamente.

Continue aprendendo

Você deve ter percebido, durante a leitura, que ser um gestor de recursos humanos vai muito além das tarefas burocráticas de um setor de RH. Principalmente agora, nesse momento de crise, em que muitas empresas lutam para sobreviver, ser um bom gestor de RH é assumir um papel de protagonismo na gestão de pessoas. 

Logo, é preciso aliar o conhecimento das habilidades comportamentais e inteligência emocional com a coleta e análise de dados. Assim, você se mostrará um profissional diferenciado por estar atento às tendências da área e do momento, tornando-se um excelente gestor de recursos humanos!

O conteúdo foi útil? Então, continue por aqui e aproveite para entender com mais detalhes sobre como fazer gestão de talentos com a Sólides.

5 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Verônica Santana
Verônica Santana
3 meses atrás

Maravilhoso conteúdo!!!!