Qual a relação entre gestão e cultura organizacional?

Tempo de leitura: 9 minutos

Está sem tempo para ler? Experimente ouvir a narração deste artigo. Aperte o play!

Ao preencher seu e-mail você concorda com a Política de Privacidade da Sólides.

A gestão e cultura organizacional são complementos quando se falar em sucesso de uma organização. A primeira é responsável pela administração como um todo e quando ela é desenvolvida com excelência o triunfo é o principal resultado. A segunda é um acréscimo para os bons faturamentos.

Uma empresa é composta por pessoas, elas são os seus principais elementos. Os colaboradores são a peça-chave para que uma instituição seja ou não prospera. Por isso, é de grande importância que eles estejam alinhados com a visão que a organização quer passar para o mercado em que atua.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Hoje falaremos sobre um tema que tem ganhado grande destaque nos últimos tempos: a relação entre gestão e cultura organizacional. Mostraremos seus significados e como a cultura precisa ser incorporada no dia a dia de uma empresa para que os seus colaboradores se tornem cada vez mais engajados. Vem com a gente e saiba mais! Boa leitura!

O que é gestão de pessoas?

A gestão de pessoas reúne uma série de práticas, tornando possível a melhor administração do Recursos Humanos. Portanto, ela trabalha diretamente com o colaborador, o envolvendo, capacitando e o desenvolvendo, promovendo o seu bem-estar, crescimento profissional e pessoal.

Com uma boa gestão, os colaboradores sentem-se motivados a entregarem os melhores resultados, contribuindo positivamente para o sucesso da organização. Uma boa gestão de pessoas envolve:

  • resolução de conflitos;
  • ficar atento a qualquer problema que atrapalhe o desenvolvimento dos colaboradores e da empresa;
  • cuidar dos interesses dos profissionais da instituição;
  • responsabiliza-se pela motivação e felicidade empresarial de todos os envolvidos pelo sucesso da organização.

Sendo assim, uma gestão eficaz é capaz de diminuir a rotatividade dentro da empresa, otimizar a eficiência dos colaboradores e assegurar um ambiente organizacional de qualidade.

Os principais pilares para uma gestão de qualidade são:

  • motivação;
  • processo de comunicação;
  • trabalho em equipe;
  • conhecimento e competência;
  • treinamento e desenvolvimento.

A maior dúvida dos gestores de RH é se vale realmente a pena investir em seus funcionários. A real questão que deve ser pensada é: “e se eu não investir em pessoas, como ficará o futuro da minha empresa?”

Investir em um profissional vai além de bons salários. É principalmente fornecer um bom ambiente corporativo para que ele desenvolva suas demandas com êxito, apresentando o desempenho e resultado desejados. 

O que é cultura organizacional?

Fala-se bastante sobre cultura organizacional. Mas você sabe qual é o seu significado?

Cultura organizacional é tudo o que envolve a rotina de uma empresa, funcionando como diretriz para guiar o comportamento e a mentalidade dos seus colaboradores. O que envolve essa cultura é:

  • práticas;
  • hábitos;
  • valores;
  • símbolos;
  • crenças;
  • princípios;
  • cerimônias;
  • sistemas;
  • política interna;
  • outros.

Portanto, pode se dizer que esse termo é bem abrangente. Por isso, é preciso definir a sua linguagem para que a sociedade dentro de uma organização fale o mesmo idioma. Além disso, é importante estabelecer quais são as práticas que são bem vistas e os hábitos pertencentes a esse grupo.

Os principais responsáveis pela criação dessa cultura organizacional são os fundadores e sócios de uma instituição. Eles podem não criá-la totalmente, mas são a base para elas serem instituídas.

Sendo assim, é importante ressaltar que gestão e cultura andam de mãos dadas. As pessoas mais influentes dentro de uma empresa, coordenadores, gerentes e outros, são os responsáveis por alinhar o que será ou não aceito dentro dela. Uma boa cultura organizacional passa uma boa, alta, clara e repetida mensagem.

Mas fique atento: cultura organizacional e clima organizacional possuem as suas diferenças. Não os confunda. 

A gestão e cultura organizacional andam lado a lado?

O gestor é o principal apoiador da cultura organizacional, sendo um dos grandes responsáveis por transmitir a real mensagem dela para a sua equipe. Ou seja, ele transmitirá os preceitos, valores e visões da empresa para os colaboradores.

A partir dessa orientação é possível direcionar o comportamento dos profissionais da organização, bem como condicionar algumas condutas. Dessa forma o colaborador vai se encaixando a cultura da empresa, para que a sua postura seja condizente com a mensagem que ela quer passar para o mercado.

Portanto, é possível perceber que a gestão e cultura andam lado a lado. Pois o líder tem a missão de contagiar a sua equipe, mostrando a ela o que a empresa espera dela. Mas claro, sem esquecer que é necessário valorizar cada colaborador que contribui para que esse objetivo seja alcançado.

Desafios para espalhar a cultura organizacional

Geralmente, as empresa possuem uma missão bem explícita. Mesmo assim, é fundamental que o gestor entenda a cultura organizacional da organização para a qual trabalha e se dedique para que a sua equipe também entenda. Mas principalmente, que vista a camisa da instituição!

Porém, sem entender quais são os reais objetivos da empresa, ele não conseguirá vencer o desafio de motivar os seus colaboradores. Seja por uma causa ou para obter um retorno financeiro. 

Os principais desafios de um gestor são:

  • conscientizar que ele é o principal responsável por liderar a sua equipe e motivá-la;
  • garantir que os seus profissionais estejam completamente empenhados com a cultura organizacional da empresa;
  • ter uma comunicação eficiente, na qual ele conseguirá ser claro e objetivo com todos;
  • alinhar os comportamentos da sua equipe com os valores da organização.

Como desenvolver uma boa cultura organizacional?

Uma boa cultura organizacional consegue valorizar os seus colaboradores e engaja-los dentro dos critérios estabelecidos pela empresa. Para desenvolver essa cultura é preciso:

1. Estabeleça critérios de recrutamento

Construir um time bem estruturado é sempre uma missão quase impossível. Dissemos quase porque é possível ter colaboradores que se adequam a cultura de uma organização. Porém, ela deve começar a valer desde o momento do processo seletivo.

Ou seja, ao recrutar um profissional procure identificar nele os valores que a empresa presa em uma pessoa. Essa é uma das formas para ver se o perfil dela se encaixa com o que a instituição procura. Mais do que um excelente currículo, é importante que o profissional tenha valores compatíveis com o da empresa.

2. Alinhe integração e comunicação

Informações alinhadas entre os colaboradores fazem a total diferença dentro do ambiente corporativo. Isso estimula uma conduta comum a todos os profissionais. Compartilhe sempre os pilares que regem a cultura organizacional da empresa.

Por exemplo: não deixe o cliente ir embora com dúvidas. Essa é uma das visões que o colaborador deve ter quando estiver em contato com o cliente para passar uma boa imagem da marca.

Outra boa estratégia é criar um manual do colaborador. Com ele é possível esboçar toda a cultura organizacional. Assim, sempre que ele tiver uma dúvida poderá consultar o seu manual.

3. Seja claro e tenha objetivos

O gestor deve ser claro ao passar a mensagem da cultura organizacional da empresa. Além de alinhar todos os objetivos que ela tenha. Isso é feito somente com uma boa comunicação. Quando o colaborador entende isso, ele tende a se sentir mais motivado e fica disposto a colocar em prática para gerar os melhores resultados.

4. Invista em desenvolvimento contínuo

Quando a empresa tem uma cultura organizacional de estimular o desenvolvimento dos seus colaboradores ela promove a motivação geral de seu time. Afinal, ela desperta o senso de pertencimento que todo profissional precisa ter para realmente vestir a camisa da instituição.

Com isso, o colaborador passa a ser mais proativo, aumenta a sua visão empreendedora e contribui para alavancar os resultados. Lembre-se, cada talento tem infinitos potenciais, basta ser estimulado.

Os benefícios de uma boa cultura organizacional são:

  • ter uma maior capacidade de inovação;
  • tem maior foco no resultado;
  • tem foco no capital humano;
  • o trabalho em equipe é mais organizado;
  • investe em desenvolver os seus colaboradores;
  • tem processos de recrutamentos e seleção mais cuidadosos.

Não é difícil implementar uma boa cultura, desde que os líderes estejam empenhados em realmente motivar a sua equipe. Basta lembrar que pessoas não são máquinas, elas a operam e precisam ser engajadas a todo o momento.

Quando os colaboradores compram a ideia da empresa, eles se tornam mais alegres profissionalmente e fazem com que o ambiente organizacional torne-se cada vez melhor. Além disso, contagiam todos a sua volta!

Os profissionais de RH devem ter em mente que a cultura organizacional não é fixa, ela pode, e deve, ser alinhada com o passar do tempo. Ela é um processo que necessita ser constantemente trabalhado em conjunto com os gestores, focando sempre nos objetivos da empresa.

É importante ressaltar que as diferenças culturais pode ser um desafio a ser enfrentado pelos gestores. Afinal, as pessoas não são uma massa única. Porém, com o devido respeito e valorização é possível que todos os colaboradores se enquadrem a cultura da sua empresa.

Faça com que a gestão e cultura organizacional caminhem juntas dentro da sua organização. Quando o líder consegue contribuir para esse sistema ser mais eficiente, a sua comunicação com a equipe é melhor e acaba motivando-os mais.

Agora que você entendeu mais sobre a relação entre gestão e cultura organizacional , não deixe de conferir nosso conteúdo que fala tudo sobre clima organizacional!

5 2 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Josy

Boa tarde! Queria saber o nome do autor?!

Eduarda de Assis Sólides

Eii Josy, tudo bem? Os conteúdos do nosso Blog são produzidos pelo time de Conteúdo da Sólides, formado por profissionais especialistas em diferentes áreas da comunicação, sempre antenados e acompanhando de perto as tendências de RH. Um time que vive e respira RH no dia a dia para trazer conteúdos ricos e estratégicos para ampliar seu conhecimento sobre RH e Gestão de Pessoas para potencializar seu crescimento profissional e seus resultados. Afinal, a missão da Sólides é transformar empresas através das pessoas. A Sólides, maior HRTech do Brasil, oferece uma plataforma completa de RH, que descomplica a rotina do setor… Read more »