Como a análise comportamental pode ajudar a gestão de varejo?

Tempo de leitura: 8 minutos

De acordo com dados dos últimos anos, a taxa de rotatividade no mercado brasileiro gira em torno de 38,5%. Porém, no varejo esse índice pode chegar a até 80%, principalmente quando falamos de supermercados. O grande problema na gestão de varejo é que o alto volume de entrada e saída de colaboradores pode gerar uma série de despesas para a empresa, impactando fortemente em seus resultados finais.

Trabalhar a retenção dos colaboradores nesse cenário é, ao mesmo tempo, uma grande necessidade e um enorme desafio. E a análise comportamental surge como uma ferramenta fundamental para uma gestão de varejo mais eficiente e focada em melhorar o desempenho da organização no mercado. Saiba mais sobre o assunto ao longo deste artigo!

Saiba por que a rotatividade é maior no varejo

Existem diversos fatores que contribuem para a alta taxa de rotatividade no varejo. Primeiro, podemos citar o expediente de trabalho. Muitas vezes, as empresas desse setor funcionam de domingo a domingo. Por isso, os colaboradores que não se adaptam a esse regime se sentem encorajados a deixar a organização na primeira oportunidade em que conseguem um emprego que consideram mais atrativo.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Outro ponto é que muitos dos colaboradores em empresas de varejo são jovens, no primeiro emprego, que se direcionam para esse mercado por conta de necessidades específicas, como o pagamento da faculdade. Em grande parte dos casos, os profissionais começam na empresa já pensando em sair.

Esses são apenas alguns exemplos e é claro que ao longo do artigo vamos falar sobre como você pode diminuir a taxa de rotatividade em sua empresa. O que você precisa levar em consideração é que na gestão do varejo esse já é um índice previsto, e o seu objetivo deve ser reduzi-lo para melhorar os resultados da empresa, não zerá-lo. Afinal, existe uma média de rotatividade considerada saudável para qualquer setor.

Mas isso não é tudo! Além de trabalhar na retenção dos colaboradores, você também precisa desenvolver uma gestão que resulte em maior produtividade das equipes. A ideia é cuidar para receber o melhor do profissional enquanto ele estiver na empresa.

Entenda como a análise do comportamento ajuda a gestão de varejo

Para conseguir bons resultados em relação à retenção dos colaboradores e ao aumento da produtividade você precisa focar no principal ponto desses dois desafios: as pessoas. Não é à toa que cada dia mais empresas têm dado maior atenção aos seus profissionais. Elas têm percebido que eles são o maior ativo de qualquer organização!  

Por isso, levar a análise do comportamento para a gestão de varejo é fundamental. Entendendo quais são as características da sua equipe e o perfil ideal para cada cargo em sua empresa — ou seja, as competências e tendências comportamentais que resultam em um bom desempenho —, você pode realocar os profissionais já contratados para funções em que eles poderão apresentar uma melhor performance, além de selecionar as pessoas certas nas vagas abertas.

Reduzindo a rotatividade

Para trabalhar a retenção dos colaboradores em sua empresa, você precisa saber o que eles enxergam como valor, e então é necessário conhecê-los profundamente. Imagine uma equipe em que os profissionais têm a faixa etária entre 17 e 18 anos, por exemplo. Dependendo da situação, pode ser que um benefício relacionado a lazer, por exemplo, faça muito mais sentido do que uma cesta básica, não é mesmo?

Banner-Calculadora

Então, o primeiro passo é identificar em quais equipes a taxa de rotatividade está acima do saudável. A partir disso, é preciso estudar os aspectos demográficos — como a faixa etária dos profissionais em determinada função — e quais são as suas preferências para identificar o que eles enxergam como valor.

Essas serão informações fundamentais para que você consiga adequar aspectos que possam melhorar a experiência dos seus colaboradores na organização. No varejo, trabalhar a marca empregadora é um fator fundamental para a retenção de talentos! E ela está diretamente relacionada à satisfação dos profissionais.

Entenda quem é o seu colaborador e analise o que você pode oferecer. Isso pode significar um tipo de benefício, alguma modificação no ambiente de trabalho, uma ação que inclua a família do trabalhador, horários para happy hour ou qualquer outra possibilidade.

Um outro ponto fundamental para a retenção de talentos e a diminuição da rotatividade é a contratação dos profissionais certos: aqueles que possuem as competências e tendências comportamentais adequadas à empresa, à equipe e à própria função. Talvez não seja uma boa ideia, por exemplo, selecionar alguém com um perfil muito pouco relacional para trabalhar diretamente com o atendimento ao público. É provável que essa pessoa se sinta desconfortável a ponto de desistir do emprego na primeira oportunidade, certo?

Usando o Sólides Gestão, uma ferramenta para automatização dos processos de RH e Gestão Comportamental, você consegue cadastrar todas as informações sobre os seus colaboradores em um só lugar e acompanhar quais são as características predominantes em cada setor.

Além disso, é possível desenhar quais são as competências comportamentais necessárias para cada cargo e mapear o perfil comportamental dos candidatos em processos seletivos. Assim, você pode fazer um cruzamento dessas informações na própria ferramenta e, através do módulo de recrutamento e seleção, filtrar apenas os profissionais que possuem as características necessárias para determinada vaga.

E essas são apenas algumas das funcionalidades do sistema! Você ainda conseguirá

  • acompanhar os dados da avaliação de desempenho;
  • desenvolver Planos de Desenvolvimento Individual (PDI);
  • analisar as informações relacionadas à produtividade e rotatividade de forma simples e visual;
  • receber relatórios inteligentes sobre o perfil comportamental de cada colaborador e muito mais!

Tudo isso com o acompanhamento de um especialista em Gestão Comportamental do time de Sucesso do Cliente da Solides. Assim, você recebe todo o auxílio necessário para planejar melhorias eficientemente, analisar os dados e colocar em prática ações importantes para aumentar a retenção de colaboradores na empresa.

Aumentando a produtividade

Como nós já citamos rapidamente, para uma gestão de varejo realmente eficiente você não pode estar atento apenas a sua taxa de rotatividade. É preciso analisar formas de direcionar cada colaborador à alta performance — e esse também é um dos papéis da Gestão Comportamental.

Assim como ter o colaborador certo na função certa te ajudará a diminuir a rotatividade em sua empresa, também irá impactar nos indicadores de produtividade. Afinal, pessoas com as competências comportamentais adequadas às suas funções desempenham o trabalho com mais qualidade e eficiência.

Existem quatro tipos de perfis comportamentais: comunicadores, executores, planejadores, e analistas (você pode ver mais sobre cada um deles aqui). Vamos voltar ao exemplo que citamos no tópico anterior: se você precisa de um atendente que irá lidar o tempo todo com o público, pode ser que a melhor opção não seja alguém com o perfil analista — que não tem a competência de sociabilidade tão bem desenvolvida. Nesse caso, alguém com o perfil comunicador — que é mais extrovertido e relacional — pode ter um desempenho melhor.

O Solides Gestão também permite que você faça o mapeamento comportamental de todos os colaboradores em sua empresa. Assim, você pode identificar quais são os padrões relacionados a competências comportamentais dos profissionais de alta performance em cada cargo.

O próximo passo é usar essas informações para contratar as pessoas certas para cada função e realocar os profissionais que poderiam ter um melhor desempenho em outro cargo!

Essas são ações estratégicas para que a gestão de pessoas no varejo seja focada em dados. E você pode aplicar tudo isso em sua empresa de forma eficiente usando o Sólides Gestão, o que irá te garantir análises assertivas e ações orientadas a resultados.

Melhore o desempenho da sua empresa

É claro que os exemplos que citamos aqui serviram para nos ajudar a ilustrar algumas situações. Para ter uma gestão de varejo realmente eficiente e melhorar os seus resultados, você precisa estudar e testar o que dá certo e o que causa problemas para a sua empresa.

Por isso é tão importante contar com um sistema e uma equipe de especialistas que te ajudem a desenvolver análises assertivas, fazer planejamentos e colocar em prática ações realmente eficientes. E, como você viu, o Solides Gestão é a solução para você alcançar resultados cada vez melhores!

Entendeu a importância da análise comportamental na gestão de varejo? Então, que tal conhecer a nossa ferramenta e saber, na prática, como ela pode te ajudar? Você pode retirar o seu acesso gratuito por 14 dias clicando aqui!


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of