Entenda a diferença entre gestão de desempenho e avaliação de desempenho

Tempo de leitura: 5 minutos

Sem tempo para ler sobre a diferença entre gestão de desempenho e avaliação de desempenho? Dê play no áudio abaixo para ouvir o conteúdo!

Os termos gestão de desempenho e avaliação de desempenho geralmente são empregados como sinônimos e muita gente nem percebe que são expressões diferentes.

Mostraremos, ao longo deste artigo, que destacar essa diferença entre gestão de desempenho e avaliação de desempenho não é apenas um conhecimento de conceitos, mas também é uma informação essencial para que o processo de análise e melhoria da performance seja bem feito. Vamos lá?

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

O que é gestão de desempenho?

Todo mundo sabe que gerenciar o desempenho dos colaboradores é uma das chaves de uma gestão bem sucedida, tanto de pessoas, quanto de resultados. Por gestão do desempenho, entende-se o processo de definir e alinhar expectativas para o trabalho, acompanhar a performance, avaliar resultados e implantar ações de melhoria e desenvolvimento. É um processo contínuo, que mobiliza diferentes participantes e que engloba diversos processos clássicos de RH.

É comum que se use a expressão “processo de avaliação de desempenho” ou “subsistema de avaliação de desempenho” para designar todas as fases da gestão do desempenho. Mas diferenciar esses termos traz clareza, já que podemos dividir esse gerenciamento, que é de nível mais macro do que apenas a avaliação, em algumas etapas:

  • Planejamento e negociação do desempenho: essa é a fase que inicia o processo. Já parou para pensar que é impossível avaliar o desempenho sem ter padrões e expectativas bem definidos? Nesse começo, o colaborador e o gestor estabelecem as tarefas e comportamentos esperados e negociam os recursos necessários para a sua realização.
  • Acompanhamento do desempenho: essa etapa indica a análise e ajustes que os envolvidos fazem antes da avaliação propriamente dita. Durante o período, o gestor vai tomando ciência do desempenho do colaborador quando o encontra em reuniões, observa o seu trabalho e recebe relatórios, por exemplo. Assim, caso aconteça algum desvio ou necessidade de mudança de planejamento, não é necessário esperar o momento de avaliação. Nessa fase, tanto o líder quanto o colaborador fazem o acompanhamento do trabalho.
  • Avaliação de desempenho: aqui entra a avaliação propriamente dita. Ela é a fase de coleta periódica de dados sobre a performance dos colaboradores e também pode ser entendida como um instrumento.
  • Ações de desenvolvimento: não faz sentido sair da avaliação de desempenho sem nenhum direcionamento. É nessa fase que os envolvidos se comprometem a realizar as ações necessárias para melhorar a sua performance.

Ou seja, a gestão do desempenho acontece o tempo todo, é cíclica e ampla. Ela está até na contratação, quando escolhemos candidatos esperando que eles performem tão bem quanto os melhores colaboradores da empresa. Ela está nas tomadas de decisão sobre pessoas, como realocações e promoções e está diretamente relacionada ao desenvolvimento humano.

O que é avaliação de desempenho?

Uma vez que entendemos a gestão do desempenho, já fica óbvio que a avaliação de desempenho é uma etapa desse processo mais global. Ela também pode ser entendida como uma ferramenta, já que seu objetivo é mensurar os dados a serem analisados. Ela pode ou não ser utilizada na gestão do desempenho, mas é altamente recomendável que a ferramenta seja usada, já que ela traz objetividade para esse gerenciamento.

Da perspectiva dos participantes da avaliação de desempenho, ela serve para trazer objetividade e clareza para a análise, além de embasar o plano de desenvolvimento e os futuros planejamentos de trabalho. Para o RH, é importante que os dados da avaliação extrapolem esse nível individual de análise. Os dados devem ser sistematizados, comparados e usados para as tomadas de decisão.

Banner_Planejamento_Estratégico

Uma dimensão importante da avaliação de desempenho é a sua periodicidade. É importante que ela seja reaplicada de tempos em tempos. Esse período pode ser de três meses, um semestre ou um ano, a depender das necessidades e condições da sua organização.

Há muitas outras informações a respeito dessa etapa da gestão do desempenho, como os tipos de avaliação, benefícios e possibilidades de uso dos resultados. Se você pretende aplicar ou aprimorar o seu processo, acesse todas as informações no nosso guia de avaliação de desempenho.

Por que se preocupar com a diferença entre gestão de desempenho e avaliação de desempenho?

Essa diferença entre gestão e avaliação de desempenho parece simples, mas pode esconder grandes falhas na prática. Se uma empresa faz a gestão do desempenho se utilizando de indicadores e outros dados, sem executar uma avaliação sistematizada de desempenho, ela corre o risco de ter um processo empobrecido de informações.

Por outro lado, se um setor de RH coloca em prática a avaliação e entende que ela é sinônimo de gestão de desempenho, o caso é ainda mais grave, já que o processo fica incompleto. Provavelmente essa organização vai parar na coleta de dados, sem utilizá-los de forma mais ampla e estratégica.

Isso faz com que os líderes e colaboradores se engajem menos na avaliação, já que deixam de ver sentido em um processo que não traz resultados. Com o tempo, os dados vão ficando menos confiáveis.

Além disso, o RH desperdiça o trabalho de elaborar e rodar o questionário de avaliação de desempenho caso seus resultados não sejam utilizados para nada. Na verdade, nenhum processo de gestão de pessoas pode ficar sem ações posteriores, certo? As atividades por si, sem objetivos claros, não fazem mais parte do escopo de trabalho de um RH estratégico.

Uma das formas de promover a atuação estratégica é se manter atualizado sobre as tendências de gestão.

Aproveite sua visita para aprender sobre a avaliação de desempenho 4.0, seus conceitos e benefícios para a empresa!

0 0 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] sem que haja necessidade de deslocamentos. Da mesma forma, resultados de avaliação de desempenho podem ser […]

claudia Dias da Mota
claudia Dias da Mota
10 meses atrás

Gostei do texto e concordo plenamente com a necessidade e complementariedade dos termos Gestão de Desempenho e Avaliação de desempenho.

Giuliano Sales
Admin
10 meses atrás

Ei, Claudia. Tudo bem?
Ficamos felizes que você tenha gostado da nossa produção. Agradecemos muito o seu feedback, com ele podemos continuar crescendo.
Por favor, não deixe de nos acompanhar por meio da nossa newsletter.
Abraços! 🙂

Beto
Beto
5 meses atrás

Boa Tarde, fala de Moçambique e terra de boa gente, adorei a matéria está de forma muito clara em relação às diferenças do Gestão de desempenho e avaliação de desempenho, uma contém a outro ou seja uma é mais macro e outra micro. Obrigado

Giuliano Sales
Admin
5 meses atrás
Reply to  Beto

Olá, Beto. Como estão as coisas no Moçambique?
Ficamos muito felizes que você tenha gostado do nosso conteúdo.
Continue nos acompanhando.
Abraços.

Mariana
Mariana
5 meses atrás

Boa tarde,

sou estudante de gestão de recursos humanos e o vosso conteúdo está-me a ser muito útil para concluir os meus trabalhos de pesquisa.
Se fosse possível identificar o autor dos artigos, seria muito mais fácil para as citações.

Cumprimentos e continuação de um bom trabalho.

Giuliano Sales
Admin
5 meses atrás
Reply to  Mariana

Oi, Mariana. Tudo bem?
Os conteúdos são desenvolvidos pela equipe da Sólides.
O trabalho é colaborativo e não há apenas uma pessoa que escreve os textos.
Se for para a citação, você poderá citar como “Equipe Sólides” e colocar a referência em nosso blog.

Esperamos seguir ajudando você sempre.
Abraços.

Mariana
Mariana
5 meses atrás
Reply to  Giuliano Sales

Assim farei, muito obrigada