Fit cultural: como ele pode te ajudar a reter talentos?

Tempo de leitura: 3 minutos

Todos nós sabemos que as pessoas se diferenciam por personalidade, atitudes e valores. Contudo, o que muitos não percebem é que as diferenças individuais realmente importam. E ter autoconhecimento é essencial para maximizar felicidade e produtividade no ambiente organizacional.

Passamos um terço das nossas vidas trabalhando, e atualmente estamos movendo de trabalho em trabalho com mais frequência, procurando uma empresa que nos possibilite ganhar mais dinheiro, desfrutar de um equilíbrio melhor entre a vida pessoal e do trabalho, e aproveitar ao máximo nosso potencial. Para alguns, estes fatores podem ser igualmente relevantes ao se analisar uma vaga de emprego, enquanto outros possuem prioridades diferentes.

Porém, se emprego dependesse apenas do dinheiro, o lugar onde trabalhamos não importaria, certo? Obviamente se trata de muito mais que isso. Veja, a seguir, algumas dicas de como reter seus talentos através do fit cultural.

Otimizando seu processo seletivo

O fit cultural é a capacidade que um candidato tem de se encaixar bem na empresa. Ou seja, compartilha os mesmos valores, crenças e comportamentos necessários para que suas habilidades sejam realmente aproveitadas ao máximo.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Por exemplo, o participante de uma seleção tem todos os requisitos indispensáveis no que tange habilidades técnicas, entretanto, ele não se adaptou bem com o ambiente empresarial. Seu perfil comportamental é totalmente diferente do de seus colegas e ele não preza os mesmos valores que a organização.

Por isso é muito importante realizar o teste do fit cultural ao fazer processos seletivos.

Habilidades técnicas não são tudo

O fit cultural trata exatamente das soft skills, que são determinantes para a permanência de colaboradores dentro de uma organização.

Para algumas empresas o fit cultural é tão importante que o departamento de RH pode contratar colaboradores que não tem hard skills essenciais para o cargo concorrido, justamente porque se encaixam muito bem ao modelo da empresa.

A falta de habilidades técnicas não é um problema tão grande, pois elas podem ser adquiridas por meio de treinamentos por exemplo. Mas a falta de fit cultural não é aceitável, pois além de ser algo mais difícil de ser desenvolvido, gera falta de produtividade, descontentamento com o emprego, e turnover.

Conhecendo os valores da empresa

Candidatos que se encaixam ao perfil da empresa tendem a se manter nela por mais tempo e alcançam alta performance mais rapidamente. Por isso o fit cultural é tão importante para a retenção de talentos.

Em 1975, um psicólogo chamado John Morse realizou um experimento que media a produtividade das pessoas.

Ele separou colaboradores em dois grupos: o primeiro foi alocado a um ofício semelhante ao respectivo trabalho atual, enquanto o segundo, a um que se adequava a personalidade de cada colaborador.

Os participantes do grupo dois reportaram se sentir mais competentes e realizados. E ao final, o experimento provou que o fit cultural pode aumentar a autoestima e fazer as pessoas se sentirem capazes de realizar tarefas de maneira mais eficiente.

Apostar no fit cultural é fundamental para manter um clima organizacional favorável, afinal os funcionários estarão satisfeitos com seu cargo e com a cultura da empresa.

Sabemos que fit cultural é muito benéfico a uma organização, mas obviamente, para implementá-lo dentro de uma empresa é essencial ter conhecimento da missão, dos valores e objetivos de tal organização. Para que assim, seja claro qual o perfil adequado para se alinhar as metas.

Dessa forma, saberemos exatamente o que procuramos em um colaborador e saberemos tomar as medidas necessárias para mantê-los felizes e produtivos!

Desenvolver times que têm fit cultural é uma excelente estratégia para diminuir custos com rotatividade e acelerar desempenhos e resultados.

Já tinha ouvido falar sobre o fit cultural? Deixe um comentário com sua opinião sobre o artigo e deixe sugestões para os próximos!

cultura-organizacional


5
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Giuliano SalesRaquel RodriguesSebastiana MariaJonas Bittencourt Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jonas Bittencourt
Visitante
Jonas Bittencourt

Muito Bom, excelente artigo retrata bastante as organizações, a filosofia fit cultura; acredito que as empresas deve ter uma enfase nesse aspecto na hora da contratação de novos profissionais com nas habilidades e atitudes comportamentais de possiveis adapatação ao cenarios que vam encontrar nas empresas.

Sebastiana Maria
Visitante
Sebastiana Maria

Muito bom o artigo excelente, o Fit cultura ajuda muito a entender a estratégia dentro dos seus aspecto e perfil comportamental dos colaboradores otimizar a qualidade de competência tanto para os colaboradores como também para a gestão organizacional.

trackback

[…] A seleção é o processo de escolha da pessoa profissional que ocupará a vaga em aberto. Desde o começo do recrutamento até chegar à seleção, existem diferentes ações e atividades para eliminar concorrentes e ter a pessoa que está mais relacionada ao perfil da empresa. […]

Raquel Rodrigues
Visitante
Raquel Rodrigues

Não tinha conhecimento sobre esse tema. É a QUÍMICA entre a empresa e o candidato/colaborador. Muito bom para otimizarmos os processos seletivos e como consequência a Retenção de Colaboradores. Podemos alinhar com as técnicas/ferramentas de Employer Branding.

Giuliano Sales
Admin

Ei, Raquel!
Que bom que gostou do nosso conteúdo. Sim, é muito bom conseguir alinhar as técnicas para conseguir ter uma experiência única para os talentos. Dessa forma, a retenção fica ainda mais forte. Um bom caminho é sempre medir o clima interno da empresa, como a gente falou nesse conteúdo: https://blog.solides.com.br/o-que-e-pesquisa-de-clima/