Como preparar feedback para planejadores?

Tempo de leitura: 5 minutos

O feedback pode ser um momento de nervosismo e desafio para muitas pessoas. Em muitos casos, os perfis comportamentais são desconsiderados para a comunicação, o que pode afetar a recepção da mensagem. Entender como dar feedback para planejadores envolve a compreensão dos valores desses colaboradores.

Planejadores são lineares, prezando por processo bem estipulados com passo a passo e uma certa previsibilidade. São introspectivos e sentem o ambiente de forma empática, gostando de trabalhar em grupo.

Por terem preocupação com processos e rotina, o feedback para profissionais com esse perfil pode requerer atenção específica. Continue a leitura para entender!

Considere os valores dos planejadores

Estamos em um país majoritariamente formado por comunicadores e executores, segundo o Sólides Report 2019. Tais perfis comportamentais tendem a serem mais extrovertidos e disponíveis para conversar, não gostando de ter um cronograma engessado.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Normalmente, os momentos para feedback são considerados dentro da perspectiva dos gestores. Por exemplo, uma liderança com perfil comunicador encara que elogios podem ser motivacionais para todos os seus colaboradores, inclusive em ambientes informais. Mas essa realidade não agrada a todos os perfis.

Esse é o caso dos colaboradores planejadores. Geralmente, essas pessoas tendem a serem mais introvertidos e não gostam de serem o destaque de algum grupo, preferindo dar valor ao trabalho com os colegas. 

Levando esse ponto em consideração, dar um feedback direto em momentos informais pode ser ruim. Por exemplo, a gestão acessa uma planilha e percebe alguma falha, imediatamente vai até o colaborador e aponta esse problema. O profissional terá dificuldade para compreender a situação, pois terá seu raciocínio interrompido pela abordagem.

O perfil planejador pede uma linha de raciocínio para o momento de feedback — independente de ser positivo ou negativo. Faz-se necessário criar um momento oficial para essa conversa, reservar uma sala, um horário, encaminhar um convite para a reunião. Tudo isso, prepara a pessoa para receber o feedback.

O teor da conversa também pode ser recebido de forma diferente pela pessoa. Se a sua intenção é ter uma comunicação realmente efetiva é fundamental considerar o que os planejadores valorizam. 

Estruture o feedback para planejadores

Ao conhecer os principais valores dos profissionais com perfil de planejadores fica mais fácil elaborar uma maneira de conseguir comunicar sobre qualquer processo — inclusive pontos importantes, como a LGPD.

O primeiro passo para dar um feedback para planejadores é elaborar uma estrutura. Faça um passo a passo do que será abordado na conversa, inclusive escrevendo se possível. Estabeleça tópicos e mostre para o colaborador os pontos que serão abordados.

Para planejadores é interessante ter em mente uma analogia de mapa, eles gostam de ver as coisas, entendendo o ponto de saída e de chegada. Dessa forma, a insegurança que é frequência nesse perfil fica amenizada.

Em cenários de grande instabilidade, é comum que profissionais com esse perfil sintam-se incomodados e inseguros. O feedback — dependendo do teor da comunicação — traz à tona essa sensibilidade e insegurança.

O segundo passo é a formalidade. É importante mandar um e-mail para oficializar a reunião, mostrando que o profissional é tratado com seriedade de respeito. Aliás, atrasos podem ser pontos negativos na elaboração de uma confiança com planejadores.

Para planejadores é muito importante respeitar o horário,reservar uma sala específica e mostrar que o feedback foi pensando. Nada de chamá-lo para tomar um café, bater um papo ou dar um feedback no meio dos colegas. É importante oferecer estabilidade, um lugar tranquilo, calmo e organizado. 

A velocidade da fala também precisa ser equilibrada. É importante ter uma cadência e calma, transmitindo todos os pontos com clareza.

Por fim, o terceiro passo para um bom feedback para planejadores é pensar junto com o profissional passos de melhorias. É fundamental mostrar que a liderança está disposta a contribuir para o crescimento do planejador e tem interesse em fazer junto.

Abaixo, abordaremos como elaborar um feedback e quais as possíveis reações para uma abordagem positiva ou de ponto a ser melhorado. Vamos lá?

Feedbacks positivos

Tudo o que um planejador busca é harmonia e o feedback positivo tem esse poder para gerar essa sensação. É comum que o profissional sinta-se em sintonia com o ambiente de trabalho e com as pessoas, consequentemente, fica muito mais tranquilo.

Planejadores tendem a serem inseguros, dentre todos os perfis comportamentais eles são os que apontam mais fortemente essa característica. Por isso, eles priorizam ter os “pés no chão”, prezando a construção e o processo para garantir que nada fugirá do escopo.

Quando damos uma notícia boa para um planejador, a primeira reação — possível — é de não acreditar. Porque o planejador vive muito em um mundo de “será que eu estou sendo bem visto?”.

Portanto, os retornos positivos tendem a deixar esse profissional feliz e empolgado, mas não é a mesma empolgação de um comunicador. O planejador fica contente, é perceptível em sua feição, mas reage dando um aperto de mão, um abraço e fim.

Feedbacks negativos

Como dissemos, planejadores são inseguros, logo, em situações de erro esse sentimento tende a aumentar. Esses profissionais estão em constante instabilidade, por isso é fundamental formalizar um momento para dar feedbacks.

Se a liderança interrompe o serviço do planejador para um feedaback negativo, mandando-o resolver ou fazer diferente, a sensibilidade do profissional fica mais em evidência.

O passo a passo é fundamental para amenizar essa ansiedade, mostrando quando foi identificado o erro, qual é  sua origem, quais as opções para resolvê-lo etc.

Em casos de feedbacks negativos torna-se ainda mais importante finalizá-lo com o oferecimento de ajuda. A liderança não fará pelo colaborador a resolução do problema, mas é essencial mostrar-se aberto para ajudar.

Determinadas situações pode ser positivo a liderança aproveitar o momento de feedback para construir com o profissional o primeiro passo que será dado para a melhoria. 

É muito importante dar feedback para planejadores, porque muitas vezes eles são pessoas boas e que não dão problemas, logo, ficam muito tempo sem receber um retorno. Independente do teor, é importante mostrar para os colaboradores que há caminhos e possibilidades.

Agora que você conferiu como dar feedbacks para planejadores, confira como abordar os analistas para uma conversa!


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of