Feedback negativo: veja os cuidados

Tempo de leitura: 6 minutos

Como muitos já sabem, o feedback é uma estratégia importante para realizar a gestão de pessoas em um RH empresarial e sua principal função é medir a performance dos colaboradores e deixá-los cientes do que a organização está achando do trabalho prestado por eles. Mas qual a melhor maneira de aplicar o feedback negativo?

Aqui temos uma estratégia que deve ser usada com cautela, com boa comunicação e para melhorar o desenvolvimento das equipes. A ideia é torná-la de alta performance. Trata-se do momento no qual o líder deve ter uma conversa com a sua equipe, em conjunto ou de individualmente, mostrando a conduta e os resultados de cada profissional.

Quando bem aplicado, o feedback negativo promove grandes benefícios — inclusive, a retenção de talentos! Quer saber mais sobre o tema? Continue acompanhando e aprenda mais sobre o assunto. Boa leitura!

O que é feedback negativo e qual a sua importância?

Um feedback negativo é quando o líder dá um retorno ao colaborador sobre o seu comportamento, informando, nesse caso, que ele não está adequado à cultura organizacional da empresa ou, ainda, que ele não está atingindo os objetivos propostos em sua função.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Para tanto, o gestor deve desempenhar essa função não como forma de crítica destrutiva, mas a fim de sanar o que está acontecendo e desencorajar o profissional a repetir essa postura, ou seja, o intuito é estimulá-lo a mudar.

Não saber aplicar esse tipo de feedback pode ser algo ruim, pois costuma assustar os colaboradores, principalmente, aqueles que não conseguem absorver corretamente as informações que lhe são repassadas. Dessa maneira, o efeito pode ser contrário, ao invés de estimular a transformação, o profissional se sente desanimado.

Ainda, dar um retorno de maneira errada também pode prejudicar a reputação dos líderes, quando o feedback negativo for focado no caráter pessoal do colaborador e não em seu comportamento dentro da organização. Por isso, a linguagem a ser usada deve ser a mais clara possível.

Além disso, não dar exemplos, diretrizes ou maneiras de como melhorar a postura pode gerar comportamentos contrários no profissional, ou seja, ele pode se tornar mais resistente.

Quando não aplicado corretamente, o feedback traz prejuízos às organizações, tanto para os resultados como para o colaborador que recebeu o retorno. Logo, é imprescindível que os líderes saibam fazê-lo de forma correta.

Um gestor bem preparado para aplicar o feedback negativo transforma o processo em um momento de aprendizado e não em um clima de ansiedade e tensão. Ainda, elimina o que há de errado e motiva o colaborador a se esforçar para conseguir melhores resultados, além de deixar o clima organizacional mais leve.

Afinal, como dar um feedback negativo?

Não é uma tarefa fácil, a de saber dar um feedback negativo a um colaborador. Mas é essencial que o RH prepare os gestores para essa missão. Para tanto, existem cuidados que são importantes. A seguir, veja como aplicar de maneira eficiente.

Seja objetivo

Primeiramente, seja objetivo sempre, em qualquer situação. No feedback negativo, quanto mais claro for durante a reunião, melhor será o resultado. Sendo assim, não tente elogiar demais o colaborador para depois falar o que realmente precisa, isso pode deixá-lo bastante confuso.

Logo, seja direto e não tente disfarçar qual o real objetivo do feedback: vá direto ao assunto, exponha a situação com sabedoria e diga em quais os pontos o colaborador precisa mudar.

Ainda, não se esqueça de falar que essa conversa é para contribuir para o seu crescimento profissional, a fim de aprimorar suas habilidades profissionais. Mostre que acredita em seu potencial e que a empresa conta com ele para atingir suas metas.

Use um vocabulário positivo

Pode parecer contraditório, mas mostrar-se positivo em meio a um feedback negativo é fundamental. Geralmente, o assunto é delicado para quem irá receber. Por isso, o gestor deve ter um tom assertivo em sua comunicação.

Portanto, reforce os bons comportamentos que o profissional tem, isso pode fazer com que ele aceite as críticas de maneira construtiva.

Não utilize comunicação violenta

Saber se comunicar internamente na empresa é imprescindível em todos os aspectos, principalmente para manter um bom clima organizacional. Logo, em uma reunião de feedback negativo, a comunicação deve ser a não violenta, ou seja, é preciso evitar críticas pessoais ou pesadas demais, julgamentos e falas de forma rude ou grosseiramente.

Além de se expressar corretamente, é preciso aprender a ouvir o que o seu colaborador tem a dizer. Quando um líder fala claramente e tem o dom de ouvir o profissional da sua equipe, tem a oportunidade de conduzir o feedback de modo eficaz.

Desse modo, ele mostra que a empresa tem uma cultura de valorização do funcionário, deixando-o mais motivado. Assim, mesmo em uma conversa para falar sobre os seus erros, o colaborador procurará mudar de postura.

Mantenha a transparência e neutralidade

Existem muitos profissionais com dificuldade em aceitar um feedback negativo, pois acabam misturando sentimentos pessoais e acreditam que isso seja um “ataque”. Por isso, na hora de aplicar esse retorno, o líder deve ter uma mensagem totalmente profissional, de forma transparente e muito imparcial, ou seja, deixando claro ao colaborador que não é nada pessoal.

Apresente exemplos

Quando você apresentar um feedback negativo, é importante mostrar aos seus colaboradores onde eles estão errando. Por isso, anote os exemplos para que eles possam ver, assim não terá margem para que o profissional leve algo para o lado pessoal.

Ainda, em toda crítica, cite um exemplo para que ele entenda o motivo do feedback. Se for em horários de pausa, por exemplo, diga quando ocorreu o atraso. Mostre as métricas e objetivos de produtividade para que o profissional entenda o que deve ser alcançado.

Uma dica é criar feedbacks negativos por equipes, como para analistas, comunicadores, planejadores, executores. Assim, fica mais fácil ser aplicado.

Determine as metas

Em uma reunião de feedback, seja ele negativo ou não, não basta somente falar, é preciso mostrar o que deve ser melhorado e indicar o que a empresa espera do profissional. Portanto, trace novas metas para que ele as alcance.

É imprescindível que o colaborador saia da reunião sabendo onde precisa melhorar e com um norte para iniciar essa transformação.

Por fim, saiba que no momento de aplicar um feedback, o gestor deve estar pronto para ouvir o seu colaborador. Por isso, é provável que ele também receba críticas, afinal, um comportamento da liderança pode influenciar no desempenho de toda a equipe.

O objetivo real do feedback negativo, bem como o positivo, é fazer com que toda a equipe se torne mais produtiva e alinhada com as estratégias propostas pela empresa. Sendo assim, o RH deve preparar seus líderes para aplicar esse retorno de forma correta, direta e com uma boa comunicação.

Gostou das nossas dicas? Então, que tal descobrir mais sobre feedback no desenvolvimento de equipes?


4
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Giuliano SalesDinamarAntonio Donizete Simão Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Antonio Donizete Simão
Visitante

Muito bom o material sobre feedback!

Dinamar
Visitante
Dinamar

Este tema é muito importante e muito delicado. Parabéns o texto esta muito objetivo e claro.