Experiência do Candidato: 10 dicas para garantir a satisfação no seu processo seletivo

Tempo de leitura: 7 minutos

Fazer o recrutamento de candidatos e contratar novos profissionais são demandas quase que rotineiras no setor de RH. Afinal, por meio delas é possível captar novos talentos para integrar cada time. Mas é preciso pensar na experiência do candidato ao longo de todo o processo seletivo.

Ainda existem recrutamentos que são longos, o que pode ser cansativo para a equipe de RH, mas especialmente para o candidato. Sendo assim, muitos desistem e acabam procurando novas oportunidades no mercado. O que não é bom, pois uma empresa pode perder um grande talento por não proporcionar a ele uma grande experiência. 

Portanto, proporcionar uma boa experiência para o candidato também inclui otimizar processos para melhorar a imagem da empresa. Pensando nisso, criamos este conteúdo, para que a sua organização garanta a seus candidatos uma experiência positiva. Continue acompanhando e entenda. Boa leitura!

A importância da experiência do candidato 

Antes de mostrarmos as dicas para melhorar a experiência do candidato no processo seletivo, é preciso que você saiba qual a sua importância. Imagine que um profissional possa não passar nesse processo, caso ele não tenha tido uma boa experiência, poderá difamar a sua marca e isso não será bom.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Por isso, voltar toda a sua atenção para que os talentos tenham uma boa experiência desde a seleção é fundamental. Assim, mesmo que ele não passe, pode tentar se candidatar novamente em outra oportunidade, uma vez que se sentiu valorizado e respeitado. Além de falar positivamente sobre essa experiência para outros profissionais.

10 dicas para proporcionar uma melhor experiência do candidato

Para facilitar o dia a dia do RH da sua empresa, separamos 10 dicas importantes para que a experiência do candidato seja positiva. Acompanhe!

1. Use tecnologias para facilitar o cadastramento da vaga

O processo seletivo para uma vaga começa no momento em que o candidato se cadastra. Mas ainda existem procedimentos que dificultam esse cadastramento, o que acaba gerando frustração.

Portanto, facilitar a criação de páginas de carreiras é um passo fundamental. Nesse sentido, elas devem conter, por exemplo, somente as informações mais relevantes sobre o cargo, evitando os excessos.

Sendo assim, reflita como os currículos podem ser adaptados da melhor maneira possível. Para tanto, você pode fazer uso de ferramentas próprias para a sua empresa ou utilizar sites que já são criados para candidaturas de emprego.

A internet e a tecnologia cada vez mais avançadas só servem para ajudar esses processos. Portanto, deixe de lado os métodos de recrutamento arcaicos para proporcionar uma melhor experiência ao candidato. 

Como fazer Recrutamento e Seleção com a Sólides

2. Anuncie vagas que sejam claras

É muito comum ver anúncios de vagas de emprego bem complexas. Além do que é preciso para preencher a oportunidade, outras informações desnecessárias são acrescentadas. Isso pode fazer com que os talentos certos não se candidatem, pois, podem achar a comunicação da empresa confusa demais.

3. Divulgue o propósito da sua empresa

Informar o propósito da sua organização ao candidato é algo de grande importância. Afinal, é um meio de manter os profissionais mais engajados com o processo seletivo. 

Hoje, empresas que se preocupam com o bem-estar do candidato e não somente com o lucro são mais respeitadas. Portanto, mostre com clareza o propósito do seu negócio para que os candidatos sintam que trabalharão em um ambiente que faz a diferença.

4. Feedback em tempo hábil 

Certamente, você já deve ter participado de algum processo seletivo no qual o feedback para a vaga foi demorado, não é mesmo? Isso não oferece uma boa experiência ao candidato. Logo, mesmo para quem não for selecionado, o feedback tem que ser dado em tempo hábil.

Atualmente, as empresas demoram demais para dar esse retorno ao candidato. Assim, se um talento espera por semanas por esse contato, isso não é bom e ainda ficam decepcionados. 

Portanto, organizar o RH para que esse retorno seja o mais rápido possível é o ideal. Não existe um prazo estipulado, mas não demore, por exemplo, mais que uma semana. Isso pode ser cansativo para ambos. Sendo assim, tenha sempre e-mails prontos, para somente editar o nome do candidato e o processo que ele participou para dar esse retorno. 

5. Cumpra os horários 

Planejamento é tudo, em qualquer área. Sendo assim, o seu processo seletivo deve ser bem-planejado e executado para oferecer uma boa experiência ao candidato, especialmente quando o assunto é horário. Portanto, se a entrevista ou dinâmica está marcada para começar às 9 horas, seja pontual. Não faça o seu candidato esperar. Isso é uma falta de respeito. 

Entretanto, sabemos que imprevistos sempre acontecem. Afinal, somos seres humanos. Então, estabeleça uma margem de atrasos, para ambos, candidato e empresa, de até 20 minutos, por exemplo. Mas não ultrapasse demais o tempo estipulado. 

6. Tenha um bom clima para a entrevista 

A entrevista presencial é um dos momentos mais importantes no processo seletivo. Afinal, é nela que profissional e empresa ficarão frente a frente. Por isso, capriche na experiência do candidato!

Ainda, nada de ter um clima muito tenso. Pense que esse momento pode ser estressante para alguns profissionais que têm dificuldades para falar, por exemplo. Então, faça com que esse momento seja o mais agradável possível. 

7. Tenha uma plataforma de recrutamento e seleção 

A tecnologia é uma aliada em todos os processos de RH. Assim, contar com a ajuda de uma boa plataforma de recrutamento e seleção é fundamental para que o processo corra de maneira rápida e assertiva.

Afinal, uma boa ferramenta terá filtros para ver quais candidatos têm as competências necessárias para participar do processo. Isso evita desperdício de tempo.

Além disso, é possível programar envio de mensagens aos candidatos que foram aprovados ou não, agilizando o feedback. Ainda, essa ferramenta vai otimizar todo o processo de recrutamento e seleção. Mas também proporcionará uma melhor experiência do candidato, pois dará agilidade ao processo. 

8. Personalize a comunicação 

Candidatos que estão avançando nas etapas do processo seletivo devem ser comunicados de forma personalizada. Afinal, receber uma resposta que dê a entender que ela foi enviada para todos pode ser algo bastante chato. O profissional se sentirá como mais um. E não é isso que você quer. 

Portanto, personalize as suas mensagens e o contato que você mantém com esse profissional. Dê um feedback personalizado. Isso fará toda a diferença!

como fazer people analytics - baixe o ebook

9. Mostre depoimentos dos talentos da sua empresa

Para que o processo seletivo seja ainda mais encantador, selecione alguns depoimentos de profissionais que já trabalham na empresa e mostre aos candidatos. Assim, eles se sentirão ainda mais motivados.

10. Monitore a experiência do candidato 

Essa etapa pode ser feita analisando a quantidade de pessoas que continuaram no processo seletivo ou que desistiram, seja por falta de feedback, seja porque o recrutamento é demorado demais. Trata-se de uma forma para melhorar a experiência do candidato. Então, ter uma pesquisa de satisfação no final do processo pode ser uma boa ferramenta para verificar como os candidatos se sentiram.

Agora que você já sabe a importância da experiência do candidato e acompanhou nossas dicas, coloque-as em prática! O People Analytics é uma ferramenta que pode ajudar em seu processo de recrutamento e seleção. Saiba tudo sobre essa ferramenta!

5 1 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments