Conheça 13 Exemplos de Cultura Organizacional para inspirar ou evitar na sua empresa

Tempo de leitura: 7 minutos

Está sem tempo para ler? Experimente ouvir a narração deste artigo. Aperte o play!

Com quais exemplos de cultura organizacional sua empresa se identifica? Formal, informal, alinhada com os avanços tecnológicos, com gestão participativa ou focada na qualidade de vida dos colaboradores? Saiba que essas características dizem muito sobre o tipo de ambiente que oferecemos aos profissionais que atuam na organização.

Neste artigo, mostraremos o conceito de cultura organizacional, qual sua importância e como identificar sintomas de que nem tudo vai bem no ambiente de trabalho. Ainda, para motivar o desenvolvimento de uma cultura própria e eficiente, listaremos exemplos de grandes empresas reconhecidas como bem-sucedidas nesse quesito. Acompanhe!

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Veja também:
Ferramenta gratuita 9Box Cultural: Planilha simples e fácil de usar!

O que é cultura organizacional?

O conjunto de valores, regras, hábitos e crenças praticados em uma empresa representam a sua cultura organizacional. Ela é exercida a partir de atitudes que devem nortear o comportamento dos colaboradores. 

Em outras palavras, trata-se do DNA da empresa. Por isso, a cultura organizacional é exclusiva e cada companhia desenvolve a sua. Assim, só fará sentido se a organização tiver identificação com ela. 

Dessa forma, quando um colaborador chega à empresa, a identidade da organização deve ser transmitida, para que ele seja capaz de se adaptar às normas, valores e comportamentos praticados. 

No entanto, caso o profissional não tenha fit cultural com a empresa, será mais difícil para ele se sentir parte do todo. 

Vale lembrar que a cultura organizacional não é estática. Ela se transforma e se aperfeiçoa gradativamente, de acordo com os planos da empresa ou com as exigências do mercado. 

Por fim, tenha em mente que a cultura organizacional funciona como um espelho. E a empresa precisa se ver refletida nele. 

Qual a importância da cultura organizacional?

Ao analisar 160 organizações, o escritor e teórico William Joyce concluiu que as mais prósperas e bem-sucedidas tinham uma cultura forte e amplamente compartilhada pelos colaboradores. 

Esse estudo comprova que o sucesso de um negócio depende do RH, pois não adianta ter profissionais qualificados se as lideranças não sabem como mantê-los comprometidos com os objetivos e valores da empresa. 

Por ser o reflexo da ética e da moral dentro da empresa, a cultura orienta naturalmente os caminhos, ou seja, ela guia as decisões e prepara a organização para o futuro. Outro benefício é o desenvolvimento do capital humano, uma vez que a cultura organizacional potencializa as características individuais e respeita o posicionamento dos colaboradores. 

Como consequência, a empresa consegue atrair e reter talentos, desenvolver equipes motivadas e conquistar resultados acima da média. 

Portanto, manter uma cultura organizacional sólida e estratégica pode desenvolver a competição saudável entre as equipes, colaborando para a conquista dos objetivos profissionais e empresariais. 

Mas cabe à gestão de pessoas e à liderança a tarefa de disseminar a cultura entre os colaboradores, pois esse conjunto de valores é fundamental para desenvolver as diretrizes que nortearão a empresa para os melhores resultados. 

Que características de culturas organizacionais são fracas ou ruins?

Uma cultura organizacional que existe apenas na teoria, não gera comportamentos positivos, nem desenvolve bons hábitos. E uma cultura tóxica não contribui para que a empresa alcance seus objetivos. 

Assim como a boa cultura motiva as equipes e ajuda em seu crescimento e da empresa, uma cultura fraca ou ruim pode afetar a produtividade, gerar absenteísmo e turnover

Outras consequências de culturas fracas são a baixa motivação, a competitividade excessiva, a falta de transparência e existência de intrigas e conflitos em todos os níveis da empresa. 

A seguir, conheça os 5 exemplos de cultura organizacional tóxica mais comuns no ambiente corporativo.

1. Cultura reacionária

Representa a falta de flexibilidade para acompanhar transformações naturais que ocorrem no ambiente corporativo. Nesse caso, há rejeição a qualquer mudança. É comum em empresas com valores e crenças enraizadas e que não se permitem evoluir. 

2. Cultura de clube

Aqui, há influência excessiva do líder ou dos que o cercam, resultando em bajulação ou favorecimento. Tudo gira ao redor do chefe, em um clube conduzido por ele. Acontece, geralmente, em empresas pequenas, onde a figura do dono impera. 

3. Cultura da ausência

Frequente em empresas onde as faltas são toleradas. Nesse caso, o absenteísmo não preocupa e o colaborador se sente a vontade para não comparecer ao trabalho. Geralmente, o mau exemplo acaba sendo seguido pelos demais. 

4. Cultura da zona de conforto

Nessa situação, a acomodação é preponderante, pois a empresa e seus colaboradores deixam de assumir riscos e desafios. Quando ocorre em grandes organizações, essa cultura resulta em perda de espaço no mercado. Já nas pequenas e médias, representa um obstáculo ao crescimento. 

5. Cultura formalista

O termo já sinaliza o excesso de formalismo e burocracia, implicando em decisões que demoram a acontecer devido aos processos longos e demorados. É uma cultura comum em empresas de grande porte, pois as mudanças envolvem muitas pessoas, diferentes setores e departamentos. 

Que exemplos podemos ter de grandes empresas com cultura organizacional positiva?

Agora que você já sabe os efeitos negativos de uma cultura tóxica, que tal conhecer cases de sucesso para inspirar ou, até mesmo, aplicar na sua organização? Confira mais 8 exemplos de cultura organizacional, dessa vez, são exemplos a serem seguidos.

6. Google

É referência na gestão de pessoas por oferecer ambiente descontraído, criativo e com benefícios atrativos. Dentre eles, refeições gratuitas, festas, viagens e premiações. A cultura da empresa é centrada no bem-estar dos colaboradores e investe em estratégias motivacionais constantes.

7. Netflix

A cultura é totalmente focada nos colaboradores. Eles têm autonomia para realizar suas tarefas da maneira que acham correto, desde que atendam às expectativas da empresa. A Netflix prega a liberdade com responsabilidade, gerando processos e condutas flexíveis que reduzem custos desnecessários com controles excessivos. 

8. Starbucks

Com foco na sustentabilidade e no bem-estar das pessoas, a empresa tem como missão: “Inspirar e nutrir o espírito humano, uma pessoa de cada vez, uma xícara de café e uma comunidade de cada vez”. A cultura da Starbucks costuma promover ações para estimular a consciência ambiental dos clientes. 

9. Nubank

Pratica a cultura criativa e descontraída. Os colaboradores têm liberdade de trabalhar como quiserem, não há dress code e a presença de pets é permitida no ambiente de trabalho. Dessa maneira, a startup tem uma cultura que atrai muitos profissionais que sonham em trabalhar nela. 

10. Facebook

A maior rede social do planeta tem uma cultura focada no trabalho em equipe e na comunicação aberta. A empresa estimula o crescimento pessoal e profissional dos colaboradores. Ainda, as lideranças mantêm um relacionamento horizontal e próximo das equipes.

11. Twitter

O ambiente da empresa é amigável, descontraído e motivador. Os colaboradores são estimulados a cuidarem da saúde física e mental, participando, por exemplo, de aulas de yoga. O Twitter incentiva e apoia a diversidade e o trabalho em equipe. 

12. Apple

A cultura da empresa tem foco na criatividade, na inovação e na autonomia dos colaboradores para desenvolverem suas atividades. Seu fundador, Steve Jobs, defendia que a Apple é uma organização que trabalha com arte. 

13. Adobe

Os colaboradores participam de projetos desafiadores, sempre com o suporte total da empresa. Além disso, oferece vantagens e benefícios, evitando o microgerenciamento e transmitindo confiança aos profissionais, para que executem suas tarefas da melhor forma. A palavra-chave na cultura da empresa é “confiança”. 

Percebeu a importância de desenvolver a cultura organizacional na sua empresa? Qual dos exemplos de cultura organizacional mais tem a ver com seu negócio? Lembre-se que, para atingir resultados e expectativas, é preciso investir em estratégias que deem condição satisfatória para a organização e para o colaborador.

O conteúdo foi útil? Então, continue seu aprendizado e leia também nosso e-book: Cultura empresarial: como aumentar a produtividade dos colaboradores?

3.5 4 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
José Ribamar Veloso Costa

Belíssimo artigo. Deveria ser lido por todos os gestores empresariais e ou/ organizacionais