Como aplicar Entrevista Técnica no seu processo seletivo

Tempo de leitura: 6 minutos

Uma boa entrevista durante o processo seletivo é a chave da contratação do profissional certo para determinada vaga. Mas além dos tipos de entrevistas que buscam identificar as soft skills, ou seja, competências comportamentais, também é necessário entender se o candidato tem as hard skills que a função demanda. Nesse âmbito, é fundamental realizar uma entrevista técnica.

Quando bem organizada, a entrevista técnica esclarece tanto os aspectos técnicos quanto emocionais do candidato, já que essa combinação faz com que o recrutador escolha um profissional extremamente qualificado, aquele que deu “match” com a cultura da empresa. 

Neste post, você entenderá melhor o que é uma entrevista técnica, suas vantagens, quem deve participar e qual o papel do RH nesse momento crucial para o processo seletivo. Então, continue a leitura e descubra essa tendência!

Afinal, o que é uma entrevista técnica?

Hoje, as empresas já têm em mente que uma contratação errada custa tempo, dinheiro e, muitas vezes, também retarda o crescimento do negócio. Logo, trata-se de um tipo de entrevista que busca entender qual o grau de conhecimento do candidato em relação aos conhecimentos técnicos condizentes com a vaga disponível. 

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Quais são suas vantagens?

Na entrevista técnica, o recrutador pode entender melhor a trajetória profissional do candidato, por conseguir identificar o que ele sabe e o que já realizou na área de atuação. Além disso, esse tipo de entrevista permite que o recrutador, juntamente com o gestor, consiga identificar se os conhecimentos e as experiências do candidato combinam com as necessidades da empresa. 

Quem deve participar da entrevista técnica?

Para entender sobre os conhecimentos técnicos de um profissional, essa modalidade de entrevista deve ser realizada por um entrevistador que tenha conhecimentos compatíveis com os solicitados pela vaga. Normalmente, são pessoas do próprio setor em questão, como gestores e líderes que têm entendimentos iguais ou superiores ao candidato.

Qual o papel do RH neste momento?

Mesmo que a entrevista técnica seja comandada por um colaborador da área de atuação do candidato, também é fundamental que o RH participe deste momento. Durante uma entrevista de emprego, o profissional de recursos humanos pode identificar, por exemplo, qual a forma do candidato de pensar e resolver problemas, se ele consegue trabalhar bem em equipe, dentre outras aptidões. 

Além disso, ao questionar sobre os projetos que o profissional já desenvolveu ou vivenciou, o RH consegue identificar se as expectativas do candidato estão alinhadas com a forma em que será o seu dia a dia na empresa. Assim, é possível evitar que uma contratação equivocada seja feita. 

Método Star

Trata-se de uma técnica de entrevista que é muito utilizada pelos profissionais de RH por permitir a identificação das reais habilidades técnicas do entrevistado. A sigla em questão vem de Situation, Task, Action, Result, que traduzida significa Situação, Tarefa, Ação, Resultado.

A lógica por trás dessa prática, além de incentivar o candidato a demonstrar seus conhecimentos, é também testar o impacto dessas experiências sob o seu perfil. A técnica STAR é uma ferramenta fundamental para conhecer projetos nos quais os candidatos estiveram realmente envolvidos e como eles se saíram neles. 

Ainda, na entrevista técnica, ela permite ao recrutador entender quais soluções eles propuseram a essas demandas e como isso impactou no projeto e na sua vida profissional. Mas para aplicá-la, o recrutador deve seguir os passos da técnica. Confira!

Situação

Peça para o candidato contar sobre a sua experiência em uma empresa que ele tenha trabalhado anteriormente e também sobre um determinado projeto em questão em que ele acredita que tenha feito a diferença para o sucesso do mesmo.

Assim, fica mais fácil para o entrevistador entender a vivência profissional do candidato e como utiliza seu conhecimento técnico.

Tarefa

O segundo passo é solicitar que o candidato descreva quais eram suas reais responsabilidades no projeto. Pergunte que tarefas ele tinha de realizar, quais foram as dificuldades que ele enfrentou, prazos de entrega, como era a comunicação entre a equipe e as funções de cada um. 

Esses questionamentos são fundamentais para entender melhor sobre o perfil comportamental do candidato e suas competências, como desenvoltura em resolver questões do dia a dia empresarial e sua capacidade de trabalhar em equipe.

Ação

Nesse ponto da entrevista, você deve perguntar ao entrevistado que atitudes ele tomou para resolver suas dificuldades durante o projeto e de que forma chegou a essas soluções.

Desse modo, fica mais fácil entender o grau de conhecimento do candidato sobre determinados assuntos e tarefas, ainda, se ele tem pensamento analítico, dentre outras aptidões.

Resultado

Por último, peça que o candidato descreva os resultados que ele alcançou tomando as atitudes que ele detalhou. Além disso, é importante pedir que ele cite dados reais, como aumento de vendas e também fale sobre algum feedback positivo que tenha recebido por sua atuação no projeto. 

Essa última etapa auxilia o recrutador a entender o grau de comprometimento do candidato com seu trabalho e com a equipe. Ainda, mostra como o entrevistado se compromete com a cultura da empresa e com os resultados a serem alcançados. 

Com a ajuda da metodologia STAR, é possível também identificar aptidões essenciais em um bom colaborador, por exemplo, capacidade de trabalhar em equipe, organização, solução de problemas de forma analítica e qual o grau de comprometimento do profissional em valorizar a cultura da empresa. 

Uma entrevista técnica, quando bem realizada, só tem a contribuir para a contratação de profissionais de alta performance para a empresa, resultando no melhor para o negócio. Isso porque, ao estar munido de dados técnicos e comportamentais e cruzá-los, você pode mapear de forma mais assertiva o perfil do seu candidato

Agora, prepare-se para esse momento e não deixe de acrescentar a entrevista técnica no seu processo seletivo. E como você não pode deixar de analisar seus candidatos com base em dados sólidos, aproveite e acesse nosso e-book que contém tudo o que você precisa saber sobre People Analytics e como aplicá-lo no recrutamento e seleção.

0 0 vote
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments