Entrevista por chatbot: Como funciona, vantagens e como aplicar no seu processo seletivo

Tempo de leitura: 9 minutos

Está sem tempo para ler? Experimente ouvir a narração deste artigo. Aperte o play!

Participar de uma entrevista por chatbot parece coisa de filme para você? Se dialogar com um robô remete a uma possibilidade distante, temos o prazer de informar que o futuro já chegou. 

Hoje, as interações com assistentes virtuais são uma realidade nas empresas e trazem muitos benefícios, qualificando o atendimento e o relacionamento com clientes e consumidores. 

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

Continue a leitura deste conteúdo que explica como funciona a entrevista por chatbot, quais são as vantagens de utilizá-la e como essa tecnologia é uma grande aliada dos gestores de Recursos Humanos. 

O que é chatbot

É um software desenvolvido para gerenciar trocas de mensagens pelo computador, simulando uma conversa humana. Assim como a maioria das ferramentas tecnológicas, tem origem na língua inglesa e representa a junção das palavras “chat” (conversa) e “bot” (robô). 

Nas empresas, os chatbots são também chamados de assistentes virtuais, agentes virtuais ou apenas bot. Para efetivar esse bate-papo entre humano e máquina, o chatbot considera 5 componentes que trabalham em conjunto. 

1. Software (plataforma de chatbots)

O chatbot funciona sobre uma plataforma de software especialmente programada para realizar essa função. Por meio dela, gerenciamos o chatbot, conversas, atendimentos, relatórios estatísticos e integrações com sistemas já utilizados pela empresa. 

2. Base de conhecimento

Desenvolvido para lidar com grande volume de perguntas e respostas para automatizar conversas ou processos, o software consegue responder a perguntas triviais. Desde que sua base de conhecimento seja alimentada constantemente pelo gestor de Recursos Humanos.

3. Inteligência artificial

Esse componente é ponto crucial para a operacionalização dos chatbots, ou seja, para entregar aos usuários uma experiência de qualidade, como um diálogo real, esses softwares usam uma metodologia conhecida como Processamento da Linguagem Natural (PLN).

Por meio dela o chatbot consegue humanizar as interações, pois é programado para interpretar as intenções dos interlocutores, seja em diálogos por texto ou por voz. 

4. Canais conversacionais

É a empresa que define quais canais o chatbot vai atender. Para isso, os gestores devem considerar o tipo de relacionamento que mantêm com seu público-alvo. Em geral, os assistentes virtuais são instalados em sites, aplicativos próprios ou populares, como Facebook Messenger, Telegram ou WhatsApp. 

5. Integrações

O quinto e último componente permite explorar toda a capacidade do chatbot. Nesse sentido, ele pode trabalhar integrado a outros softwares e sistemas já utilizados pela empresa. Assim, integrado, o agente virtual consegue realizar tarefas de forma global. 

Os chatbots estão aptos a realizarem diversas funções de relacionamento e atendimento ao cliente nos canais digitais da empresa. As mais comuns são:

  • atendimento a clientes (SAC);
  • captação de leads;
  • e-commerce;
  • campanhas de marketing e vendas;
  • realização de pesquisas;
  • serviços de agendamento e reservas;
  • qualificação de base de dados e CRM;
  • ensino e aprendizagem;
  • entretenimento;
  • recursos humanos.

É justamente a aplicação do chatbot no setor de Recursos Humano, conduzindo entrevistas, o que vamos aprofundar no próximo tópico.

Como fazer Recrutamento e Seleção com a Sólides

Como funciona uma entrevista por chatbot

Nas empresas, o departamento pessoal tem grandes demandas, sobretudo em períodos de contratação. Nesses casos, os chatbots para recursos humanos funcionam como assistentes virtuais.

Para tanto, atuam do recrutamento ao relacionamento com os colaboradores, principalmente para responder dúvidas referentes a salário, benefícios e férias. Os chatbots também podem ser programados para esclarecer políticas internas e outras questões do cotidiano da empresa. 

Mas como funciona, na prática, uma entrevista de emprego por chatbot? Em primeiro lugar, é necessário destacar que entrevista por chatbot é uma das etapas sugeridas para os processos de recrutamento e seleção.

Ao utilizá-la, o gestor de Recursos Humanos pode contar com uma facilidade a mais na hora de escolher o candidato ideal de maneira simples e objetiva. Na prática, as entrevistas realizadas por assistentes virtuais podem ser técnicas, por exemplo, um teste de fit cultural ou até mesmo um checklist dos requisitos básicos da vaga. 

Como os processos de seleção exigem tempo, as entrevistas por chatbot podem agilizar essa etapa. Assim, elas podem ser aplicadas na divulgação da vaga em redes sociais, por exemplo, quando o candidato interage com a empresa se candidatando ao emprego.

Dessa forma, com o auxílio do assistente virtual, o departamento de RH consegue fazer uma pré-seleção dos aspirantes à vaga. Para isso, o gestor organiza uma série de interações pré-definidas para verificar se o candidato tem as habilidades e conhecimentos exigidos para o cargo. 

A entrevista por chatbot funciona como um filtro, recrutando apenas os candidatos com perfil para a função. Além disso, os diálogos entre o software e o interessado formarão um banco de dados para a empresa, para além do currículo. Dessa maneira, fica mais fácil para o recrutador encontrar um perfil compatível em futuras seleções. 

Vantagens do chatbot

Antes de tudo, é preciso desmistificar a ideia de que o chatbot poderá substituir o fator humano. Ao contrário, o principal benefício do assistente virtual é otimizar o tempo do recrutador e tornar seu trabalho mais assertivo. 

Portanto, contar com um software para auxiliar nas tarefas do setor de Recursos Humanos traz muitas vantagens. O chatbot é uma ferramenta aliada do gestor e oferece muitos benefícios aos negócios. 

Redução de custos

Os assistentes virtuais podem operar sozinhos, sem a necessidade de serem controlados por atendentes humanos. Isso significa menor fluxo nos call centers e redução de colaboradores online para atender os clientes. 

Esse cenário representa a diminuição de custos e despesas relacionados ao Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) da empresa. 

Linguagens e interfaces reconhecidas

A comunicação com os clientes se torna mais fácil e mais eficiente quando a organização oferece a eles linguagens e interfaces com as quais já estão acostumados. 

É o caso de aplicativos usuais, como WhatsApp e Facebook Messenger. Nesse caso, como são ferramentas cotidianas, os clientes se sentem à vontade para entrar em contato com a empresa. 

Engajamento

Os chatbots estão aprimorados ao ponto de reproduzir facilmente um atendimento humano com qualidade. Essa característica faz diferença quando, mesmo ciente de que está tratando com um assistente virtual, o cliente recebe tratamento qualificado.

Assim, ao sentir-se satisfeito e cativado, a empresa gera engajamento com o consumidor/cliente. Outra vantagem do atendimento diferenciado oferecido pelo assistente virtual é a redução da taxa de abandono, principalmente no site. 

Escalabilidade 

Por serem softwares automáticos e programáveis, os chatbots estão disponíveis 24 horas, todos os dias da semana. Assim, a interação com público acontece ininterruptamente e com inúmeros atendimentos simultâneos, se for o caso. E o melhor: sem fila de espera para irritar o cliente. 

Personalização

Os assistentes virtuais são personalizáveis, isso significa que ele pode atender de acordo com o perfil do público-alvo. É uma vantagem que, quando bem utilizada, gera ainda mais engajamento. 

Se a organização conhece o perfil do seu cliente, o chatbot será personalizado para o atendimento mais adequado a ele. Essa característica preserva o estilo da empresa, aproximando-a do seu público. 

Motivação

Combater a falta de motivação no trabalho é um dos maiores desafios para as empresas. Manter os colaboradores dispostos a alcançarem metas e cumprirem objetivos exige estratégia, mas garante o desempenho das equipes. 

Nesse contexto, os chatbots são vantajosos, pois não necessitam de motivação, nem serão cobrados por mais engajamento ou produtividade. 

Qualidade do atendimento

Pela funcionalidade, os assistentes virtuais podem ser ótimos funcionários. Uma vez que eles atuam como vendedores, esclarecem dúvidas dos clientes, criam filtros inteligentes e armazenam informações relevantes.

Além disso, os chatbots também memorizam dados úteis para o consumidor, como o histórico de compras, interações e interesses do usuário, tudo para facilitar o próximo contato e favorecer as vendas. 

Outro benefício do chatbot é a possibilidade de realizar grandes volumes de atendimento com agilidade e simultaneamente. 

Banner-ProcessoSeletivo

Dicas práticas

A Sólides desenvolveu uma ferramenta de recrutamento e seleção bastante completa. Inclusive, a opção de entrevista por chatbot é uma das funcionalidades que nosso software oferece para qualificar os processos seletivos. 

Em um primeiro momento, as vantagens dos assistentes virtuais podem causar receio. Os chabots vão substituir o contato pessoal? Essa é a pergunta que assola a mente de qualquer gestor de RH. 

A resposta é não. E vamos mostrar como essa tecnologia é uma aliada do recrutador e pode ser operada de forma simples e objetiva. Com ela, o analista de Recursos Humanos pode usar seu tempo para as análises mais importantes, enquanto a Sólides cuida da parte operacional. 

Entrevista chatbot da Sólides

Nosso sistema tem duas fases sugeridas no processo de recrutamento e seleção. No menu R&S está a opção “Entrevista chatbot”. Nesse submenu, o recrutador pode formular perguntas objetivas, cuja resposta do candidato pode ser “sim” ou “não”. 

Aqui, é possível, por exemplo, verificar se há disponibilidade para início imediato, disponibilidade para viagem, se tem flexibilidade de horários, entre outras coisas. As perguntas serão formuladas de acordo com as necessidades da vaga. 

No mesmo menu, ao clicar no submenu “Vagas”, o recrutador pode acessar a seção de novas vagas para cadastrar as perguntas desejadas na entrevista chatbot. Assim, o usuário terá um banco de dados de perguntas usuais que podem ser selecionadas de acordo com os postos de trabalho disponíveis.

Depois, na etapa da entrevista por chatbot, basta selecionar os candidatos e enviar o link do assistente virtual, com a opção de personalizar uma mensagem aos recrutados. 

Além disso, a ferramenta tem inúmeros filtros, que podem ser selecionados de acordo com os requisitos necessários, como buscar candidatos com Carteira Nacional de Habilitação (CNH), curso superior completo e disponibilidade para mudança de cidade. 

Dessa forma, o sistema vai retornar apenas os resultados que contêm os critérios marcados e necessários para o perfil. Simples, não é? 

Como você pode ver, com a ferramenta desenvolvida pela Sólides, realizar entrevistas por chatbot garante economia de tempo, assertividade, redução de processos e de papéis. 

Quer conhecer melhor a tecnologia da Sólides para ajudar a sua empresa a contratar as pessoas certas com eficiência e agilidade?

4.3 3 votes
Article Rating


Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
pluri sistemas
15 dias atrás

Excelente conteúdo de vocês.
Sempre que possível compartilho com nossos profissionais de RH!