Entrevista de emprego: como se preparar e as principais perguntas dos recrutadores

Conheça quais são as perguntas mais frequentes feitas em uma entrevista de emprego
BAIXE GRÁTIS!

Aqui você encontra:

A entrevista de emprego costuma gerar apreensão até mesmo nos profissionais mais experientes. Se esse é o seu caso, chegou ao lugar certo. 

Nesse conteúdo revelamos todos os detalhes dessa etapa do processo seletivo. Como me preparar para uma entrevista de emprego? O que posso dizer? O que não fazer e como responder às perguntas mais frequentes realizadas pelos recrutadores?

Dominar essas e outras questões vão deixar os candidatos à vaga mais confortáveis e seguros para enfrentar uma entrevista de emprego. E o melhor: ter sucesso na contratação. 

Como se preparar para uma entrevista de emprego?

Para que serve uma entrevista de emprego? Ela representa a oportunidade de estabelecer contato direto com a pessoa responsável por identificar o perfil mais adequado à vaga. 

Durante a conversa, o recrutador pode conhecer melhor o candidato como profissional e como pessoa, avaliando características como tom de voz, comportamento e personalidade. 

Como aspirante à vaga, seu papel é encantar o interlocutor, sintetizando sua trajetória de maneira clara e mostrando a ele o porquê você merece fazer parte da empresa.

Por isso, antes de ser avaliado pela pessoa entrevistadora, se prepare bastante. Confira as dicas:

  • Treine sua apresentação.
  • Pesquise sobre a vaga e as responsabilidades do cargo.
  • Informe-se sobre o negócio, cultura e valores da companhia.
  • Pense e liste suas qualidades e diferenciais:
  • Compartilhe experiências relevantes para a posição;
  • Na entrevista destaque suas habilidades profissionais;
  • Pense também em pontos a desenvolver;
  • Motivos que tornam seu perfil o mais adequado para a vaga.

Como se comportar em uma entrevista de trabalho?

Premissa básica: ser chamado para uma entrevista de emprego significa que a empresa gostou do seu perfil e vê potencial para ocupar uma vaga específica. 

Afinal, seu currículo já passou pela triagem, seu histórico profissional foi avaliado e seus resultados em testes foram satisfatórios. 

Foi uma jornada importante, não desperdice a oportunidade: se destaque na entrevista e saiba como se comportar.

Não se preocupe com o nervosismo

É compreensível o candidato ficar tenso e ansioso ao enfrentar uma entrevista de emprego. Os recrutadores sabem disso e não vão eliminar um bom candidato pelo nervosismo. A questão é manter a calma para ter uma performance melhor, tornando a ocasião uma etapa natural.

Caso a entrevista seja presencial, saia de casa mais cedo para evitar imprevistos. Se for online, confira se o link da reunião online está correto e se os equipamentos como câmera e microfone estão funcionando. 

A preparação prévia inclui ainda uma boa noite de sono na noite anterior. Fundamental para uma aparência saudável e descansada. Alimentação leve, exercícios de respiração e preparação prévia ajudam a manter a calma. 

Mantenha uma atitude positiva

Durante a entrevista de fato, seja você. Sem tentar parecer o que não é ou manifestar opiniões contrárias ao que pensa. Os recrutadores são preparados para identificar qualquer tentativa de enganar.

Seja coerente

Lembre-se que seu currículo já passou por análise e certamente as informações foram conferidas. Sendo assim, mantenha a coerência durante toda a entrevista. Não crie situações fictícias para impressionar e não contrarie o que está no seu histórico profissional.

Demonstre interesse

Ao participar de uma entrevista de emprego, mostre-se entusiasmado com a oportunidade. Demonstre interesse pela empresa e pela função, destacando sua intenção de contribuir. Paixão pelo propósito da empresa e orgulho da sua trajetória são ingredientes essenciais.

Pense antes de responder

A ansiedade pode ser uma armadilha. Por isso, não tenha pressa em responder. Mesmo as perguntas mais simples devem ter respostas objetivas, mas conectadas com o seu perfil. Pense na mensagem final que gostaria de transmitir ao recrutador. 

Nova call to action

O que dizer em uma entrevista de emprego?

Uma entrevista de emprego é a oportunidade para o candidato mostrar, com suas respostas, a capacidade de suprir a necessidade da empresa. O recrutador precisa notar que o espaço vago na equipe encontrou um perfil profissional alinhado aos valores do negócio. 

Dessa maneira, é fundamental conhecer muito bem a descrição da vaga e direcionar as respostas para as hard skills e soft skills buscadas pelo time de recrutamento. Assim, suas competências devem contemplar os requisitos necessários para a função. 

Na prática, use oportunidades como os tradicionais “Fale sobre você” ou “Conte como reagiu em determinada situação” para mostrar suas habilidades e como elas foram utilizadas. 

Diante de perguntas relacionadas a situações complexas como essas, não tente exemplificar detalhadamente o que aconteceu. Sintetize informações e faça uma organização lógica para transmitir o essencial, fornecendo respostas curtas e assertivas. 

E como agir em relação à linguagem? O recomendado, nesses casos, é apostar na comunicação próxima a do interlocutor. Por isso, tão necessário quanto saber o que falar em uma entrevista de emprego é saber com quem vai falar. 

Mais uma vez, destacamos a importância de conhecer detalhes da vaga e da empresa onde aspira trabalhar. Assim, fica mais fácil adequar a linguagem ao fit cultural da organização. 

O que não dizer em uma entrevista de emprego?

Ser selecionado para uma entrevista de emprego é uma conquista relevante, portanto, precisamos garantir um bom desempenho nessa etapa do processo seletivo. Esse contato direto com o recrutador, seja presencial ou online, pode ser decisivo na hora de conquistar uma vaga. 

Após saber como se comportar e o que dizer em uma entrevista, reunimos dicas sobre o que evitar para melhorar sua performance, confira. 

Mentiras

Esconder a verdade é um dos principais erros durante uma entrevista de emprego. Tentar enganar o entrevistador pode até dar certo em um primeiro momento, mas a mentira não se sustenta na prática.

Críticas negativas sobre seu emprego anterior

Mantenha uma linguagem respeitosa ao mencionar seu antigo empregador, sua equipe ou a empresa onde trabalhou. Críticas são compreensíveis, mas devem ser fundamentadas e construtivas. Do contrário, falar mal das experiências anteriores pode gerar uma imagem negativa sobre você. 

Linguagem informal

Demonstre ter habilidade de comunicação verbal, transmitindo ideias com clareza, articulação e concisão. Mantenha um tom positivo, confiante e coerente, com atenção ao tom de voz e ao vocabulário. 

Ainda que o perfil da empresa seja jovial, evite o uso excessivo de gírias e evite palavrões. Tente adequar a sua linguagem à do entrevistador para criar uma conexão genuína entre ambos. 

Não pergunte informações básicas

Pesquisar referências sobre a empresa e sobre o tipo de negócio demonstra preparação prévia para a entrevista. Do contrário, ao fazer perguntas comuns passam a sensação que o candidato não se esforçou para conhecer minimamente informações que podem ser encontradas na internet. 

Não discorde dos valores da empresa

Estudar a organização antes da entrevista permite que o candidato conheça os valores que ela defende. Sendo assim, se a empresa valoriza o trabalho em equipe, por exemplo, comente situações vivenciadas onde você cooperou com seu time para resolver um problema. Essa experiência será valorizada pelo entrevistador. 

Evite respostas vagas

Ao narrar um projeto ou habilidade desenvolvida, explique como agiu e quais resultados conseguiu atingir. Seja específico nas respostas, sem se alongar demais e sem dar respostas vazias que não satisfazem a curiosidade do entrevistador. 

Não interrompa o interlocutor

Ouça com atenção e espere sua vez de falar. Não é conveniente interromper a pessoa que está falando por demonstrar ansiedade e até mesmo falta de educação. E o que é pior: interromper bruscamente é sinal de que você não sabe ouvir opinião, com dificuldade para trabalhar em equipe. 

5 perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego

Embora as empresas tenham um repertório próprio de perguntas, existem questionamentos básicos que se repetem na maioria das entrevistas de emprego. Sendo assim, elaboramos dicas práticas para evitar aquelas respostas identificadas como clichês. No entanto, antes de conhecê-las, entenda os três tipos de entrevista mais utilizados pelos recrutadores. 

  • Entrevista inicial: geralmente conduzida por um representante do RH, permite conhecer melhor o candidato, analisar seu perfil e descobrir se ele combina com a empresa. 
  • Entrevista técnica: realizada por um profissional da área para a qual o candidato se apresentou, possibilita testar conhecimentos técnicos do cargo. 
  • Entrevista cultural: verifica se os valores e comportamentos do candidato estão alinhados com os princípios da organização. 

Vale destacar que existem outros tipos de interlocução e nem todas as empresas seguem um roteiro. Porém, a partir dos exemplos acima podemos estabelecer perguntas normalmente usadas em entrevistas de emprego. 

1. Por que você quer trabalhar na nossa empresa?

Sabe a preparação sugerida no início deste conteúdo? Chegou o momento mais indicado para utilizar o resultado das suas pesquisas. Para responder essa pergunta não é necessário citar benefícios oferecidos ou informações genéricas e vá direto ao ponto.

Fale sobre sua identificação com os valores praticados pela organização, comente suas expectativas de futuro e seu interesse em desenvolver um trabalho que gere satisfação para seu planejamento de carreira e para o negócio. 

2. Quais são seus pontos fortes?

Não é necessário fazer uma lista das suas qualidades, muitas já citadas no currículo. Selecione habilidades condizentes com seu perfil e com a vaga. Tente contextualizar suas competências mais marcantes com situações onde as utilizou na prática. 

3. Quais são seus pontos fracos?

Nenhum profissional está pronto ou é infalível. Todos temos pontos a melhorar. Sendo assim, seja sincero sobre suas deficiências profissionais e demonstre interesse em se qualificar

O que o recrutador quer saber com essa pergunta é se o candidato pratica o autoconhecimento, se sabe identificar seus défices e se está disposto a mudar isso. 

4. O que você faz quando alguém discorda da sua opinião?

Essa questão permite descobrir se o candidato sabe lidar bem com críticas e pontos de vista diferentes dos seus. É importante demonstrar que você tem inteligência emocional para resolver conflitos de forma pacífica, praticando a empatia e mostrando-se flexível.

Para ilustrar, apresente situações profissionais onde você precisou lidar com as diferenças e com o estresse. As empresas buscam pessoas que saibam lidar com as próprias emoções e respeitem os sentimentos dos demais. 

5. Você tem alguma pergunta?

Nesse ponto percebemos que a entrevista se aproxima do fim. Portanto, é o momento para mostrar realmente que pesquisou a fundo sobre a empresa e sobre o cargo. Mostre interesse e curiosidade pela organização. 

Pergunte sobre a cultura da empresa, a rotina de trabalho ou até mesmo sobre remuneração e benefícios. Afinal, são fatores capazes de confirmar seu interesse pela oportunidade. Porém, não questione apenas o dinheiro, pois o salário não deve ser seu único objetivo. Exemplo de perguntas que o candidato pode fazer:

  • O que a empresa espera do profissional nessa posição?
  • Quais serão meus principais desafios?
  • Como é a estrutura da equipe?
  • A organização tem um plano de desenvolvimento?

Aposte ainda no follow-up após a entrevista, enviando um e-mail de agradecimento pela oportunidade e reforçando o interesse na vaga. São detalhes que podem fazer a diferença na decisão do recrutador. 

Questões complementares

Além dos questionamentos acima, os recrutadores costumam abordar duas questões que não são propriamente perguntas, mas fundamentais para conhecer melhor o candidato. Aproveite a oportunidade para se destacar e mostrar o melhor da sua personalidade.

Fale mais sobre você

Comece demonstrando ter domínio sobre a história que conta, fazendo um relato equilibrado e capaz de encantar quem estiver ouvindo. O conteúdo pode ser um fato profissional ou uma conquista pessoal que resultou em aprendizado. 

Procure não ser muito objetivo resumindo uma experiência enriquecedora em uma única frase. Nem tão detalhista a ponto de tornar a narrativa entediante. 

Fale com empolgação genuína, mas sem parecer teatral. Se possível, treine sua história em casa focando nos seguintes elementos: tempo de fala, entonação e eventos que irá relatar. Escreva seu relato em um papel e treine sua apresentação diante do espelho para sentir segurança.

Fale sobre um projeto do qual participou

Essa questão é geralmente abordada em entrevistas técnicas e funciona para demonstrar conhecimentos específicos. Para fazer a narrativa, use o método STAR. É a sigla para Situação, Tarefa, Ação e Resultado. 

A metodologia STAR é um recurso para elaborar respostas mais estruturadas contemplando o que a pessoa recrutadora quer saber. 

Para isso, pense no projeto desenvolvido e contextualizá-o. Descreva a sua participação ou tarefas executadas. Apresente as ações realizadas para atender à demanda e fale sobre os resultados alcançados.

Utilize exemplos reais relacionados com a vaga para a qual está buscando aprovação. Não deixe de destacar habilidades que podem auxiliar no cotidiano do novo trabalho. 

Dica bônus: curso gratuito para conseguir emprego

A entrevista de emprego é uma etapa importante no processo de recrutamento e seleção. No entanto, para garantir êxito desde o início, a Sólides desenvolveu um curso 100% gratuito e conduzido por especialistas.

Em quatro módulos mostramos os caminhos para se apresentar como o melhor candidato diante daquela tão sonhada vaga. No curso você vai descobrir, passo a passo, como se preparar para identificar oportunidades, como destacar sua imagem profissional, como se comunicar melhor e como se preparar para a entrevista. 

O Curso Gratuito para Conseguir Emprego ainda oferece seu mapeamento comportamental e uma aula bônus sobre como usar todo seu potencial a seu favor. Inscreva-se e dê match na vaga dos sonhos! 

Esperamos que esse material contemple todas as suas dúvidas sobre entrevista de emprego. Afinal, é nela que ocorre o contato humano. Ela representa a oportunidade de conhecer o candidato como profissional e como pessoa. Lembre-se que o recrutador estará avaliando seu tom de voz, personalidade, comportamento e maneira como conta sua história. 

A entrevista de emprego é seu momento de brilhar. Prepare-se bem para dominar a ansiedade e encantar a pessoa recrutadora mostrando o porquê você merece fazer parte da empresa.

Como dica final, seja você mesmo, apresente exemplos de diferentes situações de êxito e justifique suas respostas com coerência. Após, acesse nosso Portal de Vagas e encontre o emprego que tanto almeja. 

Picture of Luana Teixeira
Luana Teixeira
Psicologia pela FUMEC e pós-grauada em Gestão Estratégica de Pessoas pela UFMG. Atuei como Professora no MBA em Coaching- Life Coaching, Executive e Business Coaching da U.N.A, nas disciplinas Gestão do Tempo e Marketing Pessoal. Adoro aprender e ensinar! Sou gente que gosta de gente!
Compartilhe:

Você também vai gostar!

Rolar para cima