Entenda o que pode influenciar no clima organizacional da sua empresa

Tempo de leitura: 6 minutos

As boas empresas se empenham constantemente em oferecer condições adequadas de trabalho para os seus colaboradores. Seja em aspectos físicos, como ergonomia e estrutura ou os que tratam do relacionamento interno. Um desses recursos e que determina a qualidade de vida no trabalho é o investimento em técnicas para influenciar o clima organizacional.

O clima reflete o andamento de diversos fatores dentro da instituição. É por meio dele que se consegue perceber o que está indo bem ou não, assim como distinguir a raiz de problemas que, muitas vezes, não são vistos em um primeiro momento. Entenda como isso funciona e como diversos elementos do dia a dia podem impactar o ambiente interno.

O que é clima organizacional?

Primeiro, vamos falar sobre esse termo que reflete a percepção interna dos colaboradores de como é trabalhar no local. É a maneira como eles enxergam a cultura interna da companhia e um dos maiores responsáveis pela influência, motivação e produtividade dos funcionários.

O clima organizacional pode ser mensurado por meio de pesquisas de clima que representam a realidade percebida pelos trabalhadores e qual é o grau de satisfação por parte deles. Por isso, a pesquisa é uma ferramenta muito importante a ser implementada internamente.

https://drive.google.com/file/d/1N-Hh7HWo8yWcyp0VtLm5Yk1qenYYebi-/view?usp=sharing

A empresa que consegue perceber que os colaboradores são seus primeiros clientes tem grandes chances de oferecer um ambiente mais harmônico, o que é fundamental para reter seus profissionais e proporcionar desenvolvimento individualizado. Isso faz com que ela seja bem vista pelo mercado, por clientes, parceiros e futuros funcionários.

Qual a diferença entre clima organizacional e cultura corporativa?

Apesar de terem significados relacionados e muitas pessoas confundirem, o clima organizacional é diferente da cultura corporativa. A cultura tem a ver com os valores, normas, comportamento adotado pela instituição, assim como a ética e as políticas internas.

Já o clima organizacional é como se fosse o termômetro que mede a felicidade dos colaboradores, concordando ou não com a cultura corporativa adotada pela empresa.

Às vezes, uma equipe pode não concordar com determinados procedimentos impostos pela companhia e, ao mesmo tempo, não deixa de estar satisfeita com os demais aspectos e isso não impacta na percepção de que o local é bom para se trabalhar, por exemplo.

Diferentes indicadores de qualidade e fatores podem influenciar o clima organizacional e a cultura organizacional. Por isso, compreender a diferença entre os conceitos é fundamental para entender o que falaremos a seguir.

Quais indicadores podem influenciar o clima organizacional?

São diversos os fatores que interferem na percepção interna da qualidade laboral em uma empresa, desde coisas pequenas do dia a dia que, se não observadas a tempo, geram um desgaste enorme, até problemas mais sérios de relacionamento. Vamos a alguns deles!

Má relação do gestor com as equipes

Imagine uma empresa que tem uma ótima localização, uma carteira de excelentes clientes, um bom fluxo de trabalho, colaboradores comprometidos, mas que conta com um gestor ríspido, egocêntrico, que favorece os funcionários que são mais próximos dele e que não sabe a diferença entre ser chefe e ser um líder.

Difícil trabalhar quando se tem uma situação assim, não é verdade? Por mais que a companhia tenha uma boa estrutura, aspectos internos como estes estão entre os que mais desagradam e influenciam negativamente o clima organizacional. Por isso, a boa postura do gestor é fundamental para que a percepção interna seja a melhor possível. 

Falta de entendimento do perfil dos colaboradores

Um ambiente saudável também é fruto dos esforços da empresa que entende que cada funcionário é único e juntos todos se complementam. Alguns são mais comprometidos, metódicos e organizados, mas podem não ser tão criativos. Outros podem ter um ótimo senso de liderança, mas também precisar de ajustes em certos pontos que comprometem o trabalho em equipe.

Perceber os variados perfis e saber conviver com eles — assim como transmitir essa tolerância para toda a equipe — permite que a instituição saiba como trabalhar cada profissional, tirando o melhor proveito de cada um, assim como ter uma equipe multidisciplinar.

Ausência de oportunidades e reconhecimento 

Um sentimento muito ruim entre os colaboradores é aquele de que não adianta se esforçar para fazer o melhor, pois a empresa não vai reconhecer seu trabalho e dar a oportunidade que ele deseja. Esse é um erro muito comum em instituições que não sabem identificar seus talentos internos.

Isso não quer dizer que toda ação do funcionário deva ser enaltecida ou recompensada, mas se surgiu uma vaga para gerente, por exemplo, e se a companhia conta com alguém que tem o perfil, é comprometido e demonstra bons resultados, por que buscar esse profissional fora e não dar uma oportunidade a quem já pertence ao time?

Absenteísmo e mau comportamento dos colaboradores

Quando a empresa conta com um índice muito alto de faltas, seja por motivos de doença ou por problemas pessoais dos funcionários, uma investigação tem que ser feita para entender o motivo disso acontecer. Eles estão faltando porque estão ficando muito estressados ou doentes emocionalmente por causa do trabalho? Ou seria pura falta de compromisso com o mesmo?

Tudo deve ser verificado a fundo, analisando o histórico de cada um, pois a companhia pode estar passando por problemas internos que só serão detectados após uma conversa franca entre o setor de Recursos Humanos, gestores e colaboradores.

Falta de feedback adequado

Assim como as empresas buscam promover o crescimento de cada trabalhador, eles também se preocupam com isso e muitos, visam alcançar patamares cada vez mais altos. Isso poderá ser conquistado se houver um feedback efetivo da organização sobre o seu trabalho. Somente por meio desse retorno é que ele saberá onde precisa melhorar, quais qualificações precisa adquirir e em quais aspectos tem acertado.

Esse é um dos principais indicadores do clima e é muito importante para o crescimento de ambas as partes, pois a instituição também tende a ganhar ao contar com um profissional comprometido e que está disposto a crescer. Da mesma forma, serve para identificar aqueles profissionais que não estão tão motivados, dando oportunidade a quem realmente merece.

Como vimos, o ambiente interno pode influenciar o clima organizacional negativamente como positivamente. Ter atenção aos indicadores permite adotar melhores práticas para ter boa reputação perante os clientes e os fornecedores.

Para aprofundar neste assunto, faça o download do nosso e-book gratuito “Contrata-se pelo currículo, demite-se pelo comportamento” para mapear o perfil comportamental dos colaboradores desde o processo de contratação.


2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] as coisas que mais impactam no clima organizacional estão os conflitos entre gestores e colaboradores. Um ambiente no qual o chefe grita com os […]

trackback

[…] certeza, você já ouviu falar em clima organizacional. Mas sabe o que significa esse termo? Ele é como o colaborador percebe a empresa que trabalha, […]